🔴 [TESTE GRÁTIS] 30 DIAS DE ACESSO A SÉRIE RENDA IMOBILIÁRIA – LIBERE AQUI

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
A MÁQUINA DE GUERRA VAI PARAR?

O presente de grego de Biden para Putin: 500 sanções dos EUA marcam o segundo ano da guerra entre Rússia e Ucrânia

A União Europeia (UE) e o Reino Unido também anunciaram medidas punitivas e a resposta de Moscou não demorou muito; veja como o Kremlin reagiu

Carolina Gama
23 de fevereiro de 2024
18:15 - atualizado às 17:01
Montagem com o corpo de um guerreiro de Esparta, do filme 300, e a cabeça do presidente dos EUA, Joe Biden, com o número 500 ao fundo
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstockk/Filme 300

O filme “300” é baseado em uma das várias batalhas travadas entre gregos e persas — a principal razão dessas guerras foi o expansionismo persa. Mais de 2500 depois, os 300 de Esparta liderados pelo rei Leônidas viraram 500 sanções impostas pelo presidente dos EUA, Joe Biden, a uma isolada Rússia

Na véspera da data que marca o segundo ano da invasão da Ucrânia, os EUA anunciaram centenas de medidas para punir Moscou — a morte do líder da oposição Alexei Navalny também entrou na fatura enviada ao presidente russo, Vladimir Putin

Antes dos EUA, a União Europeia (UE) anunciou sanções à Rússia e a resposta de Moscou não demorou muito: o Kremlin proibiu os funcionários da UE de entrar em território russo.

  • LEIA TAMBÉM: Casa de análise libera carteira gratuita de ações americanas pra você buscar lucros dolarizados em 2024. Clique aqui e acesse.

As 500 sanções de Biden à Rússia

As medidas dos EUA contra a Rússia visam o sistema de pagamentos Mir, as instituições financeiras russas e a base industrial militar, a evasão de sanções, a produção futura de energia e outras áreas. 

Também incluem autoridades envolvidas na morte do líder da oposição russa Alexei Navalny, segundo os departamentos do Tesouro e de Estado em comunicados.

“Há dois anos, ele [Putin] tentou varrer a Ucrânia do mapa. Se Putin não pagar o preço pelas mortes e destruição, ele continuará”, disse Biden. 

As sanções do Departamento do Tesouro dos EUA visam quase 300 pessoas e entidades, enquanto o Departamento de Estado atingiu mais de 250 e o Departamento de Comércio adicionou mais de 90 empresas à lista de entidades sancionadas. 

No ano passado, os EUA impuseram sanções a mais de 200 indivíduos e entidades, enquanto o Departamento do Comércio visou 90 empresas no primeiro aniversário da guerra.

UE e Reino Unido reforçam exército dos EUA

As sanções de hoje dos EUA vieram em parceria com as dos países da União Europeia e do Reino Unido

"As nossas sanções estão privando Putin dos recursos de que necessita desesperadamente para financiar a sua guerra", disse o secretário das Relações Exteriores britânico, David Cameron. 

A União Europeia aprovou na quarta-feira o seu próprio pacote de sanções abrangentes, banindo quase 200 entidades e indivíduos acusados de ajudar Moscou a adquirir armas ou de envolvimento no rapto de crianças ucranianas.

*Com informações da Reuters e da BBC

Compartilhe

MAGNATA INDONÉSIO

Como este bilionário que você provavelmente não conhece transformou uma fortuna de US$ 5 bilhões em US$ 51 bilhões de em um ano

16 de abril de 2024 - 19:33

O magnata asiático da indústria de energia conseguiu multiplicar a sua fortuna em dez vezes em um ano; entenda o que aconteceu

ELON MUSK TINHA RAZÃO?

Invasão da China: como Biden e Trump querem frear os elétricos chineses liderados pela BYD nos EUA

16 de abril de 2024 - 18:58

Os veículos elétricos ainda não são vendidos no país, mas despertam cada vez mais preocupação de políticos e empresários do segmento, que colocam planos para barrar a maré vermelha à prova

A VIDA VAI MELHORAR (?)

Segura, Javier Milei: Argentina terá inflação de “apenas” 150% em 2024, mas contração econômica será maior, diz FMI

16 de abril de 2024 - 16:47

As projeções para 2025 melhoram, com a expectativa de que a inflação fique em 45% no ano e a atividade econômica cresça 5% em relação a 2024

ÁGUA NO CHOPE DO MERCADO

Juros em alta? Presidente do Fed fala pela primeira vez após dado de inflação e dá sinal claro do que vai acontecer nos EUA — bolsas sentem

16 de abril de 2024 - 15:35

A declaração de Powell voltou a sacudir os mercados: Wall Street devolveu ganhos, com o S&P 500 no vermelho, e os yields (rendimentos) dos títulos do Tesouro norte-americano voltaram a disparar

SEM BANHO-MARIA

Fogo alto: o revide de Israel contra o Irã coloca Netanyahu em uma panela de pressão — mas há uma saída possível

16 de abril de 2024 - 14:34

O mundo se pergunta quando Israel vai revidar à ofensiva iraniana e uma autoridade do país dá uma pista do que pode acontecer daqui para frente

OS ALVOS DO BILIONÁRIO

‘Petróleo branco’, níquel e satélites: conheça interesses de Elon Musk no Brasil

15 de abril de 2024 - 19:06

Entre seus principais alvos está a mineração, que abastece suas indústrias com materiais necessários para produção

O PRATO QUE SE COME FRIO

A resposta de Israel ao Irã ainda não veio: por que você deveria estar preocupado mesmo assim

15 de abril de 2024 - 16:59

Os preços do petróleo ainda rondam patamares elevados e algumas das principais bolsas do mundo operaram em queda nesta segunda-feira (15)

COM O PÉ ESQUERDO

A fortuna evaporou? Trump sai do ranking dos bilionários e ainda pode ser preso no fim do julgamento que começou hoje 

15 de abril de 2024 - 15:44

O republicano, que viu seu patrimônio diminuir em 10%, enfrenta 34 acusações criminais e pode encarar quatro anos de prisão por cada uma delas

PRESIDENTE HERMANO

Javier Milei terá semana decisiva: ministro negocia US$ 15 bilhões com FMI e vice tenta passar “pacotão” para destravar Argentina

14 de abril de 2024 - 12:44

Para atingir seus objetivos ultraliberais, o presidente conta com a ajuda do ministro da Economia, Luis Caputo, e de Victoria Villarruel, vice-presidente do país

TENSÕES AUMENTAM

Ataque do Irã deve fazer petróleo e dólar dispararem — mas o efeito nos juros será mais devastador para a economia

14 de abril de 2024 - 9:33

O Irã confirmou ter iniciado uma ofensiva com drones e mísseis contra Israel, em retaliação pelo ataque aéreo que destruiu o consulado iraniano em Damasco, no começo do mês

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies