🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Lucia Camargo Nunes
LANÇAMENTOS

Os lançamentos de picapes e outros destaques do mercado automotivo em 2024

Marca tradicional, a Fiat vai se reforçar no segmento de picapes médias com a Titano. GM, Volkswagen e Ford também prometem novidades para 2024

Lucia Camargo Nunes
16 de janeiro de 2024
10:17 - atualizado às 8:07
Ford F-150 Raptor
Ford F-150 Raptor - Imagem: Ford

Na terceira reportagem da série sobre os principais lançamentos do mercado automotivo em 2024, chegou a vez das picapes e outros modelos.

Marca tradicional, a Fiat vai se reforçar no segmento de picapes médias com a Titano. GM, Volkswagen e Ford também prometem novidades para este ano.

Enquanto isso, a Citroën prepara o que provavelmente será o lançamento mais curioso de 2024: a Ami, microcarro para rodar em condomínios e ambientes confinados.

Leia todas as reportagens da série:
- SUVs
- Elétricos e híbridos
- Picapes e outros (você está aqui)
- Novas marcas e adiados para 2025 (em breve)

Confira a seguir os principais lançamentos de picapes e outros carros para este ano:

Fiat Titano

Fiat Titano
Fiat Titano

Lançamento de peso, a nova picape da Fiat foi adiada para 2024, para que não ofuscasse a chegada da Rampage, da marca do mesmo grupo.

Por falar em grupo, esta é a mesma picape que em outros países traz o logotipo do leão: ela deriva da Peugeot Landtrek, que era aguardada para chegar ao Brasil em 2019.

Agora com o Fiat estampado em sua grade, a Titano chega para brigar neste disputado segmento das picapes médias, após a marca ter conquistado a liderança com a compacta Toro e a pequena Strada.

Uma das opções de motor é o 2.2 turbodiesel acoplado à transmissão automática (ou manual) de 6 marchas e tração 4x4.

Chevrolet S10

A veterana picape precisa ser renovada após a evolução da Ford Ranger e a chegada da Fiat Titano. A intenção da Chevrolet é aproximá-la visualmente da Colorado, deixando a picape com estilo mais robusto e interior mais sofisticado.

O motor deverá ser o mesmo 2.8 turbodiesel de 200 cv acoplado a uma nova caixa automática de 8 marchas. Previsão de chegada: para o segundo semestre.

Volkswagen Amarok

Enquanto em outros mercados Ford e Volks se uniram no desenvolvimento de picapes, e a Amarok passou a ser baseada na nova Ranger, a versão sul-americana vai passar apenas por uma reestilização, sem mudanças de plataforma ou algo mais profundo no design.

Por dentro, a picape argentina deve receber um upgrade de conteúdos de conforto e segurança. O forte motor turbodiesel V6 de 3 litros e 258 cv será mantido. A novidade deve chegar ainda neste semestre ao Brasil.

Ford F150 Raptor

Lançada em 2023, a picape F-150 vendeu um pouco menos de 1 mil unidades e encostou na RAM 1500. Para 2024, a Ford trará uma opção ainda mais específica da picapona: a cultuada versão Raptor R, que empresta do Mustang GT o motor V8 5.0 de 730 cv! Trata-se da picape feita em série mais potente do mundo.

Para se ter ideia, as atuais versões à venda por aqui trazem motor de 405 cv e partem de R$ 480 mil. A Raptor deve ultrapassar os R$ 600 mil. Assim como na Ranger Raptor, a F-150 apela para a esportividade e dotes off-road.

JAC T9

JAC T9
JAC T9

Engana-se quem pensa que a chinesa JAC, importadora oficial administrada pelo grupo SHC, traria apenas veículos elétricos. A picape média T9 virá com motor a diesel, e também terá uma opção elétrica.

A volta à combustão é uma aposta da marca para ampliar as vendas no interior, onde as picapes vendem tão bem. Com tração 4x4, tem como diferencial a capacidade de carregar 1.400 kg, a maior entre as picapes médias. E a versão elétrica é mais voltada ao uso nos grandes centros urbanos.

A T9 deve iniciar vendas no Brasil no primeiro semestre de 2024. Uma unidade em teste sem disfarces e com lastro na caçamba foi flagrada recentemente pela reportagem numa rodovia na Região Metropolitana de São Paulo.

Outros lançamentos no mercado automotivo em 2024

Chevrolet Trailblazer

Junto com a S10, a variante SUV também recebe as atualizações da picape. A reestilização segue a inspiração na picape Colorado, com mudanças mais profundas em seu interior. A Chevrolet deve manter a motorização turbodiesel 2.8 de 200 cv.

Chevrolet Spin

Uma das poucas opções mais acessíveis de veículo de 7 lugares no mercado, a Spin receberá atualização para se equiparar ao Citroën C3 Aircross, lançado no final de 2023.

Apesar de estar em um segmento quase extinto, o monovolume da GM acumulou pouco mais de 20 mil unidades emplacadas em 2023 e, curiosamente, 75% foram nas vendas diretas (táxis, locadoras, empresas, frotas, PCD, etc.).

Para se ter ideia, esse modelo Chevrolet vendeu mais que o Jeep Commander, o Caoa Chery Tiggo 5x e o Honda City. As mudanças da Spin serão estéticas e principalmente em seu interior com 5 ou 7 lugares, na modernização do acabamento e conteúdos.

O atual motor 1.8 de 111 cv pode dar lugar a um conjunto mais moderno e eficiente, como o 1.2 turbo que equipa a picape Montana e rende 133 cv. Expectativa do mercado é que seu lançamento ocorra no primeiro semestre.

Citroën Ami

Citroen Ami
Citroen Ami

Se não fosse a confirmação da marca, poucos acreditariam que este carrinho elétrico, para duas pessoas, viria para o Brasil, provavelmente neste semestre. Mas você não o verá pelas ruas.

O Ami é um microcarro para rodar em condomínios e ambientes confinados, como interior de complexos industriais. Com bateria de 6kW e motor de 8 cv, o Ami chega a 45 km/h e alcança cerca de 50 km de autonomia.

A recarga acontece em três horas. Seu design é curioso: assimétrico, não dá para distinguir a dianteira da traseira.

Ford Mustang Dark Horse

Ford Mustang Dark Horse
Ford Mustang Dark Horse

Sem fábrica no país nem preocupação em vender altos volumes, a Ford segue como importadora focada num portfólio premium.

Em 2024, uma das apostas será o novo Mustang topo de linha: com a quarta geração do motor Coyote V8 de 5 litros, que gera 500 cv.

Para sustentar tamanha performance, o esportivo recebe adequações em freios, chassi, suspensão e aerodinâmica. Enquanto o Mustang Mach 1, de 483 cv, está à venda por R$ 576.490, a versão Dark Horse deve chegar por algo perto de R$ 800 mil.

Hyundai (Caoa) Palisade

Hyundai Palisade
Hyundai Palisade

Já apresentado no Brasil pela Caoa, o novo SUV grande será importado em 2024, mas sem ter divulgado ainda sua motorização. Lá fora, o Hyundai tem como opção a gasolina o V6 3.8 de 295 cv.

Com quase 5 metros de comprimento e 2,90 de entre-eixos, o carro aparece em outros mercados em configurações de 7 ou 8 lugares e estima-se que custaria em torno de R$ 500 mil.

Jeep Compass e Commander BlackHawk

Sem grandes atualizações para a dupla de SUVs feitos em Goiana (PE), a Jeep vai introduzir um motor mais forte a gasolina: Compass e Commander terão neste semestre a opção do Hurricane 2.0, utilizado na Rampage T/T, que rende 272 cv e acoplado à transmissão de 9 marchas, além da tração 4x4. A novidade virá na inédita versão topo de linha BlackHawk.

TOUROS E URSOS - Você acha que o Seu Dinheiro "fez o L"? Aqui vai nossa real opinião sobre o 1° ano de Lula

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies