🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Estadão Conteúdo
O TED NÃO CAIU

Falha do Banco Central atrasa mais de 45 mil parcelas do seguro-desemprego; veja quando o benefício será liberado

A Caixa Econômica Federal, que paga o benefício, disse que o erro aconteceu devido à indisponibilidade na operação TED do BC

Estadão Conteúdo
19 de maio de 2023
20:27 - atualizado às 20:08
Carteira de Trabalho | Seguro-desemprego
Carteira de Trabalho - Imagem: Shutterstock

Uma falha no Banco Central impediu o pagamento de 45.335 parcelas do seguro-desemprego que seria feitas via Transferência Eletrônica Disponível (TED) que estavam programadas para a úlima terça-feira (16) segundo o Ministério do Trabalho e Emprego.

A Caixa Econômica Federal, que paga o benefício, disse que o erro aconteceu devido à indisponibilidade na operação TED do Banco Central. O Estadão questionou o BC sobre o problema, mas não obteve resposta até a publicação deste texto.

Já o governo afirmou que apenas as parcelas via TED foram afetadas e serão reemitidas. O restante foi pago normalmente.

O ministério do Trabalho também confirmou que o pagamento dos valores atrasados será efetuado no próximo lote, programado para a terça-feira, 23 de maio. Não será necessário realizar uma solicitação junto à pasta. As informações do depósito estarão disponíveis para consulta na Carteira de Trabalho Digital, a partir das 12h de sábado (20).

Compartilhe

ENCHENTES NO RS

BTG: PIB do país deve cair no segundo trimestre com as enchentes do RS, mas recuperação será rápida

14 de junho de 2024 - 20:00

Segundo estudo do banco, a arrecadação de ISS e ICMS e a recuperação do emprego nas áreas atingidas apontam para uma retomada acelerada da econômica

FIIs HOJE

Os dividendos do XPLG11 vão aumentar após aquisição de R$ 300 milhões? Veja o impacto da compra nos proventos do fundo imobiliário

14 de junho de 2024 - 11:10

Com a transação, o XP Log terá direito a 100% do resultado operacional líquido do novo ativo, o que pode aumentar as receitas (e os proventos)

LOTERIAS

Quando a Mega-Sena falha, a Lotofácil não decepciona; veja os ganhadores

14 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto o prêmio acumulado da Mega-Sena atingiu a marca de R$ 47 milhões, a Lotofácil teve dois ganhadores na noite de quinta-feira

Pressão do mercado

Haddad diz que “vai dar uma geral” no Orçamento 2025 e acelerar agenda de cortes de gastos

13 de junho de 2024 - 16:40

Segundo o ministro da Fazenda, será feita uma “revisão ampla, geral e irrestrita” das propostas para reduzir despesas

Questão fiscal brasileira

‘Modelo de arrecadação esgotou e governo tem que olhar para os custos’, afirma sócio da O2 capital

13 de junho de 2024 - 9:16

Oestes Costa comenta a necessidade de uma mudança na agenda econômica para “destravar o país” e recomenda investimentos para uma carteira diversificada; confira

LOTERIAS

Lotofácil sai para bolão em SP e Caixa recebe apostas exclusivas para a Quina de São João; Mega-Sena acumulada corre hoje

13 de junho de 2024 - 5:54

Enquanto a Lotofácil faz jus à fama de loteria “menos difícil” do Brasil, prêmio da Mega-Sena está acumulado em R$ 40 milhões

PRÊMIO BANCO CENTRAL DO ANO

Recado para Lula e Haddad? A declaração de Campos Neto sobre a autonomia do BC e as decisões de juros para conter inflação

12 de junho de 2024 - 19:54

Presidente da autoridade monetária recebeu o prêmio “Banco Central do Ano”, conferido pelo portal de notícias Central Banking, em Londres e aproveitou para falar sobre sua gestão

AJUDA AO GOVERNO

Dividendos pingando na conta do Tesouro: BNDES eleva pagamento de proventos para 50% — e cifra deve chegar a R$ 16 bilhões

12 de junho de 2024 - 19:30

Aumento do percentual de pagamento de dividendos de 25% para 50% não deve reduzir os desembolsos do banco, segundo Aloizio Mercadante

De olho nos petrodólares

Ministro da Agricultura elege sauditas como “parceiros preferenciais”

12 de junho de 2024 - 18:42

Fávaro disse que tem fechado acordos para infraestrutura e formação de fundos com a Arábia Saudita

PRESTAÇÃO DE CONTAS

O que o TCU viu de certo — e também de errado — nas contas do governo Lula em 2023?

12 de junho de 2024 - 18:21

A auditoria da prestação de contas de Lula no ano passado verificou cerca de R$ 109 bilhões em irregularidades e distorções de valor no balanço da União

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar