🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O SEU CAPITAL POR 7,5X COM 1 CLIQUE – CONHEÇA A FERRAMENTA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
DESDOBRAMENTOS

Justiça dos EUA decide que mais de US$ 4,2 bilhões em criptomoedas são de propriedade da Celsius, não dos clientes

Em termos judiciais, os clientes não têm preferência para receber seus investimentos de volta e devem esperar o plano completo de reestruturação para reaver seus fundos

Renan Sousa
Renan Sousa
5 de janeiro de 2023
9:55
Celsius, plataforma de staking, segue com negociações de criptomoedas suspensas
Imagem: Shutterstock

O tribunal de falências de Nova York — que vem tendo trabalho com empresas do universo das criptomoedas com os sucessivos pedidos de chapter 11, equivalente a recuperação judicial — decidiu que US$ 4,2 bilhões em ativos digitais são de propriedade da Celsius, plataforma de lending e staking de tokens. 

De acordo com uma publicação do The Wall Street Journal, os fundos atrelados às contas que estavam no sistema de staking — uma espécie de renda fixa em cripto, que paga os clientes para emprestarem suas moedas à plataforma — pertencem ao protocolo Celsius

Com isso, o juiz Martin Glenn praticamente abriu caminho para que outras empresas do setor que preencheram o chapter 11 — o primeiro passo para uma companhia decretar falência — usem esses fundos travados como bem entenderem.

Em termos judiciais, os clientes não têm preferência para receber seus investimentos de volta e devem esperar o plano completo de reestruturação para reaver seus fundos.

Celsius tem direito às criptomoedas dos clientes

O tribunal usou como argumento o fato de as empresas especificarem nos “termos de uso” os direitos de custódia da plataforma sobre os tokens dos clientes. Os advogados de defesa entendem que, ao aceitarem o que diz no contrato, a Celsius poderia “emprestar, vender e usar os ativos como investimento”.

Estima-se que cerca de 600 mil usuários tenham sido afetados desde o preenchimento de chapter 11 em julho do ano passado.

Assim como houve com a FTX, a Celsius entrou em insolvência com a piora do mercado de criptomoedas. Em outras palavras, o patrimônio total da empresa não consegue honrar as dívidas.

Contraponto

Autoridades regulatórias e clientes da Celsius alegam que os termos do contrato são ambíguos. Além disso, boa parte dos clientes não lê o que está escrito — e quando leem, dizem, não entendem e apenas assinam o documento.

Ainda: há acusações dizendo que o antigo CEO, Alex Mashinsky, enganava clientes com vídeos e aparições, afirmando que os clientes ainda eram donos dos depósitos.

O juiz “se solidariza com a frustração dos clientes que não entendem os termos de uso”, mas também escreve que mais de 99% dos usuários aceitaram a edição mais recente — em especial os que dizem respeito às contas de staking. Glenn ainda afirma que as provas envolvendo o ex-CEO deveriam ter sido apresentadas antes da decisão.

O futuro da Celsius e de US$ 70 milhões em criptomoedas

A plataforma em reestruturação empresarial concordou em devolver uma fração para os usuários que não tinham contas de investimento.

O caso da Celsius ainda tem muitos desdobramentos pela frente. O juiz Glenn ainda precisa decidir sobre o futuro de cerca de US$ 700 milhões em ativos digitais usados como colateral de empréstimos.

Compartilhe

DESCOMPRESSÃO

Bitcoin (BTC) avança para os US$ 62 mil: veja os dois eventos que fizeram os preços da maior criptomoeda do mundo ‘respirar’ hoje

15 de julho de 2024 - 8:48

Um dos fatores que contribuíram para um alívio nos preços do bitcoin e das demais criptomoedas do mundo foi o fim das transferências do governo da Alemanha

CRIPTOMOEDAS HOJE

Por que o atentado contra Trump ajudou o bitcoin (BTC) recuperar o patamar de US$ 60 mil

14 de julho de 2024 - 10:03

Depois de patinar no início de julho, bitcoin (BTC) mostrou uma recuperação mais firme após o atentado de sábado contra Trump

É A VOLTA DO RALI

Bitcoin (BTC) salta e busca os US$ 59 mil após inflação dos EUA vir menor que o esperado; veja criptomoedas que sobem hoje

11 de julho de 2024 - 10:33

Imediatamente após os dados de inflação, os mercados já precificaram em cerca de 87% de chance de o Fed começar a cortar as taxas em sua próxima reunião, em setembro

CRIPTOMOEDAS HOJE

Até onde vai o preço do bitcoin (BTC)? Queda pode colocar criptomoeda no nível de US$ 50 mil, mesmo com expectativas positivas para 2024

8 de julho de 2024 - 12:12

Apesar das perspectivas de curto prazo serem negativas, analistas ouvidos pela reportagem apontam que, em um horizonte maior, o bitcoin tende a se valorizar

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) começa semana com desconto de 6% após perdas recentes; entre as criptomoedas, Notcoin (NOT) salta 50% hoje 

7 de julho de 2024 - 11:49

O Notcoin começou como um jogo que se tornou viral entre os usuários do app de mensagens Telegram

EM QUEDA LIVRE

Bitcoin (BTC) perde suporte e chega aos US$ 54 mil; criptomoedas derretem em meio à crise da gestora Mt. Gox

5 de julho de 2024 - 9:41

Gestora que entrou em falência há dez anos realizará pagamentos aos credores neste mês; distribuição de bitcoins no mercado pressionam os preços das criptomoedas nesta sexta-feira (5)

DESCE?

Bitcoin (BTC) cai e testa suporte de US$ 57 mil com vencimento de contratos somando mais de US$ 340 milhões

4 de julho de 2024 - 7:27

Além disso, a ausência de negócios em Nova York em virtude do feriado de independência dos EUA tende a trazer volatilidade aos negócios

ONDE INVESTIR NO 2º SEMESTRE

Bitcoin (BTC) vai renovar máximas históricas de novo? Analistas veem criptomoedas apenas no início de um ciclo de novas altas

4 de julho de 2024 - 6:15

Conheça também três setores e três moedas virtuais que podem se valorizar no segundo semestre de 2024

REAL DIGITAL

Um jabuti no Drex: Congresso usa PEC da autonomia do BC para preservar cartórios dos impactos do real digital

3 de julho de 2024 - 9:43

Jabuti que limita uso do real digital para reduzir burocracia foi inserido na PEC da autonomia do BC durante tramitação na CCJ do Senado

CRIPTOS HOJE

Bitcoin (BTC) fura suporte dos US$ 60 mil com queda de quase 5% em meio a ‘liquidação’ das criptomoedas

3 de julho de 2024 - 8:10

Neste mês, a distribuição de bitcoins da extinta corretora de criptomoedas (exchange) Mt. Gox, que já foi a principal corretora ativa do mercado, deve acontecer

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar