IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-13T12:20:31-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Massa FALIDA?

Justiça dos EUA dá sinal verde para venda de negócios do mesmo grupo da FTX — mas eles ainda valem alguma coisa? Entenda

A operação poderia devolver mais de US$ 113 milhões aos cofres da corretora — se o balanço das empresas fosse confiável

13 de janeiro de 2023
12:20
Venda de ativos da FTX pode levantar algum valor para a empresa Entenda
Imagem: Freepik / Divulgação / montagem seu dinheiro

O colapso da corretora de criptomoedas (exchange) FTX gerou pânico generalizado no mercado. Mas assim que o caso foi parar na justiça dos Estados Unidos, as preocupações começaram a ser amenizadas. Na mais recente decisão, o judiciário permitiu que parte dos ativos e negócios da empresa fossem vendidos.

Assim, as operações das subsidiárias da FTX na Europa e no Japão — bem como a LedgerX e a Embed, ambas companhias do grupo da exchange — passarão por uma auditoria nos próximos dias para serem colocadas à venda, de acordo com a determinação judicial.

Recentemente, os auditores e consultores responsáveis pelo caso da FTX encontraram o equivalente a US$ 5 bilhões em ativos. O pente-fino na corretora ainda está longe do fim, mas os investidores e usuários que perderam seus fundos começam a ter um pouco mais de esperança agora.

Quanto vale o “grupo” FTX?

Antes de falir, apenas a corretora FTX era avaliada em aproximadamente US$ 32 bilhões. Portanto, o grupo como um todo liderado por Sam Bankman-Fried, o SBF e ex-CEO da exchange, tem chances de valer um valor bastante acima desse patamar.

As operações da LedgerX — corretora de derivativos e futuros em criptomoedas — eram avaliadas em US$ 33,8 milhões no final de 2021, após uma série de rodadas de investimento. Já a Embed — responsável por fornecer serviços de segurança e tecnologia para o grupo — valia cerca de US$ 80 milhões no mesmo período.

O papel aceita tudo…

Mas essas podem ser aproximações grosseiras. Os auditores identificaram uma série de inconsistências nos balanços das empresas do grupo de SBF, bem como a mistura de fundos de companhias diferentes.

Além disso, os fundos dos clientes eram utilizados de maneira sistemática para operações alavancadas de alto risco, ou seja, parte dos recursos podem ter se perdido nessas transações.

Os advogados responsáveis pelo caso dizem que a prioridade será devolver os recursos dos clientes o mais rápido possível. O caso está sendo julgado na corte de falências dos EUA.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

MELHORES DO MÊS

Renascimento cripto: bitcoin (BTC) volta a brilhar, sobe mais de 30% e é disparado o melhor investimento de janeiro; títulos do Tesouro ficam na lanterna

31 de janeiro de 2023 - 18:46

As medalhas de prata e bronze foram para o ouro e para o Ibovespa, em um movimento de busca por segurança — e barganhas

ESTAGNOU?

Dividendos do Maxi Renda (MXRF11) não cresceram em 2022, mas os proventos destes outros três fundos imobiliários subiram mais de 50% — veja quais são

31 de janeiro de 2023 - 18:33

O melhor resultado foi obtido pelo Santander Papéis Imobiliários CDI (SADI11), com alta de 77,1%

RELATÓRIO DE PRODUÇÃO

Pé no freio: produção e vendas da Vale (VALE3) registram recuo tímido em 2022; confira os destaques operacionais da mineradora

31 de janeiro de 2023 - 18:30

A produção e a comercialização de minério de ferro da companhia se aproximaram da estabilidade no ano passado, com leves quedas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies