O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-04-15T07:40:12-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
SEM GANHO

Salário mínimo pode ficar sem aumento real de novo; saiba quanto o governo quer pagar em 2023

O governo estima que o salário mínimo subirá dos atuais R$ 1.212,00 para R$ 1.294,00 no próximo ano, com correção apenas pela inflação medida pelo INPC

15 de abril de 2022
7:40
Notas de 100 e 50 reais
Imagem: Shutterstock

O salário mínimo deve ficar mais um ano sem aumento real. Ou seja, o reajuste previsto cobrirá apenas a inflação. Essa é a previsão do Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2023, que define os parâmetros a serem utilizados para o Orçamento do ano que vem.

O governo estima que o salário mínimo subirá dos atuais R$ 1.212,00 para R$ 1.294,00 no próximo ano. O valor considera apenas a correção pela inflação medida pelo INPC em 2022.

Salário mínimo: quatro anos sem aumento real?

O salário mínimo pode ficar quatro anos seguidos sem aumento acima da inflação caso a previsão do orçamento se concretize.

O atual novo salário mínimo de R$ 1.212 passou a vigorar desde o dia 1 de janeiro de 2022 e está R$ 112 acima dos R$ 1.100 que valiam até então.

Ou seja, o reajuste do salário mínimo repôs apenas a perda no poder de compra diante da alta de preços ao longo dos últimos anos.

Estimativas para o PIB

Além do salário mínimo, o PLDO traz outras projeções macroeconômicas para 2023. O projeto prevê uma alta do Produto Interno Bruto (PIB) de 2023 em 2,5%. O documento estima incremento também de 2,5% para a atividade de 2024 e 2025.

O projeto estima uma inflação medida pelo IPCA de 3,3% em 2023 e de 3,0% em 2024 e em 2025. O texto prevê as mesmas variações para o INPC.

Com a projeção de inflação menor, a alta no valor do salário mínimo também diminui. Para 2024, a previsão é de que o salário mínimo será de R$ 1.337,00, chegando a R$ 1.378,00 em 2025.

A projeção de taxa Selic média ficou em 10% no próximo ano, 7,7% em 2024 e 7,1% em 2025. O PLDO de 2023 projeta um câmbio médio a R$ 5,30 no próximo ano, estimando este mesmo patamar também para os dois anos subsequentes.

O projeto estima ainda um crescimento da massa salarial real de 4,3% em 2023, 2,8% em 2024 e 2,9% em 2025.

Leia também:

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

concorrência no varejo

Magalu ameaçada? Dona da rival Shopee tem salto na receita e lidera aplicativos baixados no Brasil

Papéis da controladora da Shopee subiram 14% na bolsa de Nova York (Nyse) ontem (18) e fecharam o pregão valendo US$ 80,14

EM TEMPO REAL

TCU retoma julgamento da privatização da Eletrobras (ELET3) hoje; acompanhe ao vivo

O governo está otimista com a perspectiva de que o processo seja aprovado pelo tribunal

DE ROUPA NOVA

Com foco em criptomoedas e NFTs, Zuckerberg muda o nome do Facebook Pay para Meta Pay; entenda as alterações

Novo passo em direção ao metaverso inclui na plataforma de pagamentos e negociações usada no WhatsApp as funções de empréstimos e investimentos em ativos digitais

NA SAÚDE E NA DOENÇA

Parceria bilionária entre Dasa (DASA3) e Inspirali, da Ânima (ANIM3), sai do papel com foco em formação médica; confira detalhes do projeto

Iniciativa deve beneficiar os mais de 10 mil estudantes de Medicina da Inspirali assim como os médicos que fazem parte das mais de 900 unidades de medicina diagnóstica e hospitais da Dasa

MEME-STABLECOIN

Shiba Inu (SHIB) quer lançar própria stablecoin depois do fracasso da TerraUSD (UST); entenda porque isso é uma furada

Analistas não enxergam a Shiba Inu como um bom investimento e a crise das stablecoins não deve ajudar o projeto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies