⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-08T14:41:16-03:00
Carolina Gama
GOD SAVE THE QUEEN

Morre a rainha Elizabeth II e chega ao fim o segundo reinado mais longo da história; confira detalhes e curiosidades

Depois de passar as últimas horas sob supervisão médica, a rainha Elizabeth II faleceu, aos 96 anos, em Balmoral, rodeada pelos familiares. A causa da morte ainda não foi oficialmente revelada.

8 de setembro de 2022
14:35 - atualizado às 14:41
Foto de meio corpo da rainha Elizabeth II, vestindo roupas roxas e de chapéu com pena
Imagem: Joel Rouse/ Ministry of Defence

Quando a banda Sex Pistols cantou “God save the queen”, um dos refrões dizia “ela não é humana” — uma teoria que sempre rondou a rainha Elizabeth II, e não por acaso. Sexta mulher a ascender ao trono britânico, ela superou o recorde da tataravó, a rainha Vitória, que governou por 63 anos e sete meses, tornando-se a monarca mais antiga do Reino Unido. 

Nesta quinta-feira (08), no entanto, seu reinado chegou ao fim. Depois de passar as últimas horas sob supervisão médica, a rainha Elizabeth II morreu, aos 96 anos, em Balmoral, rodeada pelos familiares. A causa da morte ainda não foi oficialmente revelada. Ela será sucedida pelo seu primogênito, Charles, de 73 anos.

Especulações na mídia britânica indicavam que a rainha havia sofrido uma queda — uma notícia que irritou a família real e que, até o momento, não foi confirmada.

Um dos últimos compromissos oficiais de Elizabeth II foi na terça-feira (06): ela se encontrou com o então primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, antes de nomear a nova premiê, Liz Truss.

A cerimônia aconteceu em Balmoral, quebrando a tradição pela primeira vez em seu reinado de 70 anos — normalmente, a nomeação de um premiê ocorre no Palácio de Buckingham.

A rainha não é o que parece…

“Is not what she seems…” Assim como nesse trecho da música do Sex Pistols, a imagem de uma rainha que viveria para sempre começou a dar lugar, nos últimos meses, à figura de uma monarca cheia de fragilidades. 

Desde o outono passado, a Elizabeth II enfrentava problemas de mobilidade episódicos e passou a depender de uma bengala.

Em outubro de 2021, Sua Majestade usou uma bengala pela primeira vez em um grande compromisso na Abadia de Westminster.

Em maio, a ausência da rainha na abertura estadual do parlamento deu outro indício de que a saúde da monarca poderia estar comprometida. Pela primeira vez em 59 anos ela não participou da cerimônia, sendo substituída por seu filho e sucessor Charles, que leu seu discurso.

Elizabeth II também foi forçada a perder algumas celebrações de seu Jubileu de Platina em junho, incluindo uma celebração na Catedral de Saint Paul, depois de sentir desconforto no dia anterior.

Em julho, o papel da rainha foi formalmente reescrito pelo Palácio de Buckingham para reduzir seus deveres oficiais, também pela primeira vez em mais de uma década.

Ela chegou a Balmoral para suas tradicionais férias de verão em 21 de julho. Uma semana depois, Charles participou da cerimônia de abertura dos Jogos da Commonwealth em seu nome, lendo uma mensagem da rainha.

No último sábado (03), o Palácio de Buckingham anunciou que a rainha não participaria do encontro anual de Braemar dos Jogos das Terras Altas, na Escócia.

Elizabeth II, em sua máquina humana

Não é só pela longevidade de Elizabeth II que ela, assim como na canção “God save the queen”, era considerada uma “human machine”, ou máquina humana. 

A rainha escapou de algumas tentativas de assassinato, como em 1981, quando um adolescente chamado Marcus Simon Sarjeant, disparou seis tiros de festim contra a monarca enquanto ela cavalga por Londres. Ele foi preso e acusado de traição.

Em 2018, documentos são divulgados confirmando e descrevendo uma tentativa de assassinato da rainha por um adolescente da Nova Zelândia em 1981.

Em 1982, um homem passa pela segurança do Palácio de Buckingham e encontra Elizabeth em seu quarto.

A rainha também esteve às voltas com problemas algumas vezes também. Em 2003, por exemplo, ela foi submetida a uma cirurgia de joelho. Dez anos depois, ela passou por outra intervenção, por conta de uma gastroenterite. 

Em 2018, Elizabeth fez uma operação de catarata em um dos olhos. Mais recentemente, em outubro de 2021, ela passou a noite em um hospital para investigações preliminares e em fevereiro de 2022, a rainha contraiu covid-19. 

Deus salve a história: a linha do tempo da rainha

1936 - Elizabeth torna-se herdeira presuntiva quando seu pai se torna o rei George VI, após a abdicação de seu irmão, o rei Edward VIII.

1939 - Começa a Segunda Guerra Mundial. Elizabeth se muda, com sua irmã, para o Royal Lodge no Castelo de Windsor. Acredita-se que este seja o período em que Elizabeth conhece o príncipe Philip da Grécia.

1944 - Elizabeth torna-se membro do Conselho Privado e do Conselho de Estado. Ela agora é capaz de atuar para o rei durante sua ausência do país.

1947 - O rei George VI e a rainha Elizabeth anunciam o noivado de Elizabeth com o príncipe Philip da Grécia, um tenente da Marinha britânica. Eles se casam em novembro do mesmo ano e ela se torna a Duquesa de Edimburgo.

1952 - O rei George VI morre de câncer de pulmão e Elizabeth sobe ao trono.

1953 - A coroação ocorre na Abadia de Westminster.

1957 - A rainha Elizabeth II e o príncipe Philip fazem sua primeira visita de Estado aos EUA, e ela se dirige à Assembleia Geral das Nações Unidas.

1991 - A rainha fala em uma sessão conjunta do Congresso dos EUA, o primeiro monarca britânico a fazê-lo.

1995 - Depois de uma grande cobertura da mídia sobre o afastamento e os assuntos do príncipe Charles e Diana, princesa de Gales, a rainha os insta ao divórcio.

1997 - Discursa à nação via televisão ao vivo para expressar pesar pela morte da princesa Diana.

2002 - A Rainha celebra seu Jubileu de Ouro, ou 50º aniversário, no trono.

2006 - A rainha emite sua transmissão anual de Natal ao vivo pela primeira vez desde 1960.

2010 - Discurso pela segunda vez na Assembléia Geral das Nações Unidas.

2011 - Faz a primeira visita de Estado à República da Irlanda por um monarca britânico.

2012 - A rainha e o príncipe Philip comemoram seu 65º aniversário de casamento.

2015 - Torna-se a monarca com o reinado mais longo da história britânica.

2020 - O Palácio de Buckingham anuncia que Harry e Meghan, o duque e a duquesa de Sussex, não são mais membros ativos da família real. Como parte do acordo, o casal será obrigado a se afastar de seus deveres reais, incluindo compromissos militares, e não mais representar a rainha. 

2022 - A rainha Elizabeth II se torna a primeira monarca britânica a reinar por 70 anos, estendendo seu recorde como a monarca com o reinado mais longo da história britânica. As celebrações do Jubileu de Platina ocorrerão durante todo o ano.

*Com informações da Sky News e da BBC

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SEXTOU COM O RUY

A ação da 3R Petroleum (RRRP3) disparou mais de 20% em uma semana. E pode ser apenas o começo

7 de outubro de 2022 - 6:09

Apesar dos maiores riscos, o potencial de valorização das ações da 3R Petroleum (RRRP3) também é enorme com a expectativa de demanda forte pelo petróleo por mais algumas décadas

A FORÇA DO VENTO

Copel (CPLE6) desembolsa R$ 1,8 bilhão por complexos eólicos no Rio Grande do Norte; veja detalhes

6 de outubro de 2022 - 19:49

A companhia destaca que os dois complexos estão um região que é considerada como “uma das melhores do mundo para a geração de energia de fonte eólica”

ELEIÇÕES 2022

Lula cede espaço para Bolsonaro no Nordeste e perde 9 pontos, segundo pesquisa Genial/Quaest

6 de outubro de 2022 - 19:25

O petista ainda segue liderando as intenções de voto na região onde sempre foi líder absoluto nas pesquisas, mas avanço do rival é um movimento significativo

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa emplaca mais uma alta, a disparada da Mobly (MBLY3) e o Nobel de Literatura; confira os destaques do dia

6 de outubro de 2022 - 18:51

Ao longo desta semana, o Ibovespa e os principais índices de Wall Street estão seguindo caminhos distintos.  Enquanto na B3 a alta do petróleo e a repercussão positiva do primeiro turno das eleições seguem levando a bolsa a patamares cada vez mais próximos dos 120 mil pontos, Nova York continua de olho na inflação e […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa pega carona com o petróleo mais uma vez e vai na contramão de NY; dólar também avança

6 de outubro de 2022 - 18:35

Embora o dólar tenha acompanhado a tensão internacional, o Ibovespa voltou a ir na contramão de Nova York com a ajuda do petróleo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies