🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-05-16T15:44:44-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1

Com Terra (LUNA) em foco mais um dia, desenvolvedores movimentam cerca de US$ 3,5 bilhões em criptomoedas para salvar TerraUSD (UST)

Visando manter o lastro da stablecoin, a Luna Foundation Guard (LFG) anunciou um rebalanceamento das reservas

16 de maio de 2022
15:44
Terra (LUNA) se desfaz de US$ 3,5 bilhões em criptomoedas
Terra (LUNA) se desfaz de US$ 3,5 bilhões em criptomoedas. Imagem: Shutterstock

A Terra (LUNA) ganhou destaque na última semana por perder cerca de 98% do seu valor em 24h. Agora, os desenvolvedores da criptomoeda, a Luna Foundation Guard (LFG), anunciaram um rebalanceamento dos fundos que mantém a Terra Network, a rede (blockchain) dessas moedas digitais.

Boa parte das criptomoedas deve ter sido enviada para as exchanges Gemini e Binance, como mostra um estudo da Elliptic. Por se tratarem de negociações on-chain (dentro da rede blockchain), fica difícil estimar os valores de venda e conversão, mas o montante pode chegar a até R$ 3,5 bilhões.

Panos quentes na situação

Há pouco menos de uma semana, as reservas do protocolo somavam pouco mais de US$ 4 bilhões. Após o período de perda de credibilidade e algumas movimentações, o total caiu para US$ 90 milhões, de acordo com a publicação da fundação.

“Em linha com sua missão de ser uma fundação sem fins lucrativos, a LFG passou a converter seus fundos em [TerraUSD] UST”, afirma a conta oficial do Twitter da instituição.

A TerraUSD (UST) é a stablecoin da Terra Network que perdeu paridade com o dólar devido a problemas no protocolo (relembre a história mais abaixo). Essa rede também engloba a criptomoeda Terra (LUNA), que chegou a ser uma das maiores moedas digitais do mundo.

Os números da reserva da Luna Foundation

Boa parte das reservas, que estavam distribuídas entre criptomoedas diferentes, foi convertida em UST, visando sustentar a stablecoin na faixa de US$ 1. A ideia não deu certo, tendo em vista que a Terra USD vale hoje cerca de US$ 0,09981, de acordo com o Coin Market Cap.

No mesmo horário, a própria Terra (LUNA) era negociada em queda de 10,50%, aos US$ 0,0002252, praticamente 100% de queda em relação à cotação mais alta já atingida pela criptomoeda — cerca de US$ 119.

Levando em conta o preço do bitcoin entre os dias 8 e 10 de maio, quando a LFG afirmou ter vendido as criptomoedas, o valor embolsado para o lastro da UST foi de cerca de US$ 1,5 bilhão, com um preço médio de US$ 32 mil por BTC.

Além disso, a fundação também converteu todas as suas outras stablecoinsTether (USDT) e USD Coin (USDC) — em UST. No total, o valor das transações em criptomoedas se aproxima dos US$ 3,5 bilhões.

CriptomoedaQuantidade (em 7 de maio)Quantidade (16 de maio)
Bitcoin (BTC)80.394313
Binance Coin (BNB)39.91439.914
Tether (USDT)26.281,6710
USD Coin (USDC)23.555,5900
Avalanche (AVAX)1.973,5541.973,554
TerraUSD (UST)697.3441.847,079,725
Terra (LUNA)1.691,261222.713,007*
CriptomoedaQuantidade (em 7 de maio)Quantidade (16 de maio)
*dos quais 221.021,746 estão com os validadores da rede. Fonte: Luna Foundation Guard Reserve

Agora, as reservas se dividem majoritariamente em Avalanche (AVAX) e Binance Coin (BNB), com pouco mais de US$ 9 milhões em BTC:

CriptomoedaPreço médioTotal
Avalanche (AVAX)US$ 32,33US$ 64 milhões
Binance Coin (BNB)US$ 293,46US$ 11 milhões
Bitcoin (BTC)US$ 29.423US$ 9 milhões
TerraUSD (UST)US$ 0,095US$ 4,8 milhões
Terra (LUNA)US$ 0,00US$ 242 mil
Fonte: Luna Foundation Guard Reserve

Por que isso é importante?

Entender o balanço de criptomoedas em uma fundação ou grande empresa pode dar um direcionamento sobre para onde vai o mercado. 

Por exemplo, a regra da morte da Microstrategy, empresa que mais possui bitcoins em caixa do mundo, diz que, a partir de um patamar de preço, a companhia é obrigada a vender suas criptomoedas.

Isso se converte em uma liquidação generalizada por outras empresas e investidores do varejo. Em outras palavras, as cotações tendem a despencar nesse cenário. 

Entendendo a história da Terra

Durante a pior fase do mercado, quando o bitcoin (BTC) derreteu e fez o mercado desabar, a Terra (LUNA) começou a perder patamares de preço. Acontece que essa cripotomoeda era o lastro da TerraUSD (UST) que, em teoria, deveria valer US$ 1.

Para manter a paridade com o dólar, o protocolo começou a emitir mais criptomoedas LUNA — a partir daí, impera a lei do mercado: quanto maior a oferta, menor o preço.

Essa “espiral da morte” desestabilizou o protocolo e ambas as criptomoedas entraram em queda livre. Alguns especialistas do mercado entendem que houve um ataque coordenado contra a Terra Network, mas alguns atribuem esse movimento a um FUD (sigla em inglês para rumor).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

UÉ, NÃO VAI ROLAR?

Michael Saylor salvando o mercado? Com bitcoin abaixo de US$ 21 mil, MicroStrategy ignora ‘Regra da Morte’ e aumenta a aposta em BTC

Na tentativa de diminuir o preço do gatilho da Regra da Morte, a empresa comprou 480 bitcoins por cerca de US$ 10 milhões, a um preço médio de US$ 20.817 por BTC

PROPOSTA

Aumento no Auxílio Brasil e mais: entenda os principais pontos da PEC dos Combustíveis, que deve custar R$ 38,7 bilhões fora do teto de gastos

Texto do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) inclui aumento de R$ 200 no Auxílio Brasil e R$ 1 mil para caminhoneiros

SECO COMO O DESERTO

Falta de liquidez pressiona e bitcoin (BTC) tenta sustentar US$ 20 mil; calote da Three Arrow pode despejar milhões em criptomoedas no mercado

A falta de liquidez gerou um aumento da volatilidade no mercado, após a crise da plataforma Celsius e do calote fundo 3AR — e a história está longe de acabar

RECALCULANDO A ROTA

Oi (OIBR3) sobe forte após balanço; para a Genial, o desconto ainda é bom e ações podem saltar mais 100% neste ano

A empresa de telecomunicações revelou ter saído de um prejuízo de R$ 3 bilhões para um lucro de R$ 1,9 bilhão no primeiro trimestre

EXILE ON WALL STREET

Por que é importante focar nos fundamentos de longo prazo de empresas antes de comprar ações na bolsa

O distanciamento do ruído de curto prazo e o aprofundamento dos conceitos e fundamentos das teses de investimento tendem a trazer muito mais valor no longo prazo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies