🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Quebra da FTX

Ex-CEO da Alameda admite fraude e diz que ela e SBF sabiam sobre o uso de recursos de clientes da FTX em operações arriscadas

Em audiência na Justiça, Caroline Ellison disse que ela e o cofundador da FTX, Sam Bankman-Fried, conscientemente enganaram os credores sobre os empréstimos da corretora à empresa de investimentos do grupo

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
26 de dezembro de 2022
14:32 - atualizado às 13:10
Caroline Ellison, ex-CEO da Alameda Research, empresa de investimentos do grupo da exchange FTX
'Eu sabia que era errado', disse Caroline Ellison, ex-CEO da Alameda. Ela admitiu a elaboração de demonstrações financeiras falsas. - Imagem: Reprodução/YouTube

Caroline Ellison, ex-CEO da Alameda Research, empresa de investimentos do mesmo grupo da corretora de criptomoedas FTX, admitiu fraude e o uso de recursos dos clientes da exchange como garantia das suas apostas arriscadas no mercado.

Em audiência realizada no último dia 19 de dezembro no tribunal federal de Manhattan, em Nova York, Ellison disse que ela e o cofundador da FTX, Sam Bankman-Fried, conscientemente enganaram os credores sobre quanto a Alameda estava tomando emprestado da corretora.

Outro cofundador da FTX, Gary Wang, também fez uma declaração naquele dia. Ele e Ellison se declararam culpados das acusações de fraude e estão cooperando com os promotores federais de Manhattan. Segundo os depoimentos de ambos, SBF também sabia de tudo, ao contrário do que vem alegando para a Justiça.

'Eu sabia que era errado'

"Eu sabia que era errado", disse Ellison, de acordo com a transcrição da audiência. Ela explicou que, de 2019 a 2022, a Alameda tinha acesso a um mecanismo de empréstimo na FTX.

“Em termos práticos, esse acordo permitiu à Alameda ter acesso a uma linha de crédito ilimitada sem ser obrigada a depositar garantias, sem ter saldos negativos e sem estar sujeita a chamadas de margem nos protocolos de liquidação da FTX.com", disse a ex-CEO da Alameda.

De acordo com ela, "se as contas na FTX da Alameda tivessem saldos negativos significativos em qualquer moeda específica, isso significava que a Alameda estava pegando emprestado recursos que os clientes da FTX haviam depositado na corretora." Anteriormente, Ellison havia chegado a negar que a empresa recebesse qualquer tratamento especial da FTX.

A ex-CEO da Alameda admitiu ainda que ela e SBF concordaram em ocultar esse acordo dos credores e elaboraram demonstrações financeiras falsas para esconder o valor desses empréstimos, incluindo bilhões de dólares emprestados a executivos da FTX.

Em outras palavras, a ex-executiva admitiu que a Alameda utilizava recursos de clientes da exchange, sem o conhecimento ou anuência deles, para fazer operações alavancadas de alto risco no mercado e pagamento de despesas pessoais dos executivos, e o grupo empresarial ainda falsificou seu balanço de modo a ocultar a prática.

Já Gary Wang, que foi diretor de Tecnologia da FTX, disse, em sua audiência, que foi "orientado" a fazer alterações no código da plataforma da corretora, as quais ele sabia que dariam privilégios especiais à Alameda. Ele falou ainda que declarações falsas estavam sendo feitas a clientes e investidores. Assim como Ellison, Wang também disse que "sabia que o que estava fazendo era errado", de acordo com a transcrição da audiência.

Aventura da FTX custou caro para o mercado cripto

A FTX chegou a ser a segunda maior corretora de criptoativos do mundo, alçando Bankman-Fried, então CEO da exchange, à lista de bilionários da Forbes. Hoje, ele enfrenta acusações de diversos crimes, como fraude, lavagem de dinheiro e conspiração, pelos quais foi preso nas Bahamas e extraditado para os Estados Unidos. Na semana passada, SBF foi libertado, após pagar uma fiança de US$ 250 milhões.

O fundador da FTX nega que soubesse o que acontecia na Alameda, mas não comentou os depoimentos de Ellison e Wang, que claramente contradizem essa alegação.

Tanto a FTX quanto a Alameda agora enfrentam processos de recuperação judicial, e a derrocada das duas empresas deixou clientes e credores a ver navios, provocando uma quebradeira generalizada no mercado cripto, uma fuga de investidores em meio ao pânico e a queda generalizada das cotações das criptomoedas.

*Com informações da Bloomberg

Compartilhe

ESPERE E VERÁ

Bitcoin (BTC) em alta — e vai continuar: companhia de pesquisa em criptomoedas identifica possível “efeito FTX” no preço dos ativos digitais

16 de maio de 2024 - 11:46

Recentemente, a FTX anunciou que pagaria — com juros — os montantes devidos aos clientes, algo entre US$ 14,5 bilhões e US$ 16,3 bilhões

QUEDA DOS IMPÉRIOS

Os Faraós do Inverno Cripto: Como a prisão de três magnatas do mundo das criptomoedas influencia na regulação global do mercado?

16 de maio de 2024 - 6:15

Se, por um lado, muitas pessoas foram prejudicadas por esses eventos, por outro, ficou clara a necessidade de uma regulação mais dura em relação a esse mercado

ACELERANDO ALTA

Bitcoin (BTC) salta e busca US$ 65 mil após inflação dos EUA diminuir ritmo de alta — agora, quando os juros irão cair?

15 de maio de 2024 - 11:13

De acordo com as estimativas do CME Group, as chances de o primeiro corte de juros acontecer em setembro são de mais de 50%

SOBE E DESCE

Entenda como ‘efeito GameStop’ fez criptomoeda saltar mesmo com dia de queda nos preços do bitcoin (BTC)

14 de maio de 2024 - 16:33

A volta das “meme stocks” fez ressurgir o mercado das memecoins, as criptomoedas nascidas de piadas na internet

MAIOR ALTA DA SEMANA

Render (RNDR): quem é a criptomoeda que deixou o bitcoin (BTC) no chinelo com alta de mais de 40% na semana?

7 de maio de 2024 - 10:55

Em um relatório do começo deste ano, a Empiricus fez um relatório explicando o porquê de essa criptomoeda se destacar ante às demais

CRYPTO INSIGHTS

O embate mais importante do mundo das criptomoedas: Desafios regulatórios colocam SEC e empresas de cripto em lados opostos do tabuleiro

7 de maio de 2024 - 8:18

Na minha opinião esse nível de excesso regulatório destrói completamente a credibilidade da SEC e influencia diretamente nas eleições

É RECORDE

Bitcoin (BTC) ultrapassa 1 bilhão de transações e recupera patamares de preço; rali ajuda no desempenho das criptomoedas hoje

6 de maio de 2024 - 9:43

As atenções sempre se voltam para as maiores criptomoedas em valor de mercado, mas há uma disputa na parte de baixo da tabela para se manter entre os dez maiores do mundo

NÃO ENTENDI!

Alta do desemprego nos EUA impulsiona e bitcoin (BTC) toca os US$ 62 mil: entenda o porquê

3 de maio de 2024 - 14:43

A disparada do dia também liquidou cerca de US$ 100 milhões de posições short (apostando na queda dos preços, no jargão do mercado), de acordo com o CoinGlass

SD ENTREVISTA

Diretor da Coinbase diz que regulação brasileira de criptomoedas favorece inovação e vê mão pesada da SEC nos EUA

1 de maio de 2024 - 6:15

Fábio Plein, diretor regional da Coinbase para as Américas, falou com exclusividade ao Seu Dinheiro sobre o momento atual dos mercados

MAGNATA EM APUROS?

Fundador da Binance, CZ é condenado à prisão nos EUA; entenda as acusações contra o bilionário de criptomoedas 

30 de abril de 2024 - 18:33

O bilionário foi condenado a quatro meses de prisão depois de se declarar culpado das acusações de permitir lavagem de dinheiro na exchange de criptomoedas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar