O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-04-18T11:32:13-03:00
Camille Lima
SEU DIA EM CRIPTO

Ressaca pós-feriado? Bitcoin (BTC) cai além dos US$ 40 mil e outras criptomoedas aprofundam quedas do fim de semana

Sem as bolsas na Europa funcionando devido ao recesso de Páscoa, o mercado de criptomoedas segue em queda; BTC e ethereum (ETH) perdem patamares de suporte

18 de abril de 2022
11:32
Bitcoin em uma luz vermelha sinalizando a parada do mercado de criptomoedas
Imagem: Shutterstock

Voltar à rotina depois de um feriado prolongado não é fácil, mas, para quem investe em criptomoedas, essa segunda-feira (18) veio para nocautear qualquer ânimo que tivesse sobrado do investidor depois do fim de semana. Se, para os mercados tradicionais, o dia amanhece sem muitas surpresas, no mundo cripto, a situação é bem diferente, com queda dos principais ativos digitais — incluindo o bitcoin (BTC) e o ethereum (ETH).

O BTC e o ETH perderam seus patamares de US$ 40 mil e US$ 3 mil nas últimas 24 horas, respectivamente, e deram continuidade às perdas nesta manhã.

O bitcoin recuava 2,16% por volta das 11h26, a US$ 39.485,93. Em uma semana, a queda chegou a 3,49%. Já o ethereum caía 4,02% no mesmo horário, a US$ 2.939,14. Em sete dias, a criptomoeda acumulou baixa de 3,07%.

Confira a seguir as cotações atualizadas das principais criptomoedas do mercado:

#NomePreço24h %7d %
1Bitcoin (BTC)US$ 39.340,41-2,55%-4,38%
2Ethereum (ETH)US$ 2.926,06-4,59%-4,00%
3Tether (USDT)US$ 1,000,00%-0,02%
4BNB (BNB)US$ 404,58-2,78%-0,09%
5USD Coin (USDC)US$ 0,99970,00%0,02%
6XRP (XRP)US$ 0,7447-4,40%4,76%
7Solana (SOL)US$ 98,29-5,31%4,86%
8Cardano (ADA)US$ 0,9028-5,85%-5,28%
9Terra (LUNA)US$ 83,953,16%-3,47%
10Avalanche (AVAX)US$ 74,53-4,77%-2,31%
Fonte: CoinMarketCap

A aversão ao risco é o principal fator para a queda do mercado cripto hoje, mas não existe só uma razão que prejudicou o apetite dos investidores pelos ativos digitais.

De acordo com o “índice de medo e ganância” do mercado do site Alternative.me, o sentimento dos investidores em relação às criptomoedas piorou em relação aos últimos dias e é de “medo extremo” nesta segunda-feira. 

Foto: Alternative.me

Como funciona o índice do medo e ganância

O indicador do sentimento dos investidores é calculado a partir de variáveis como a volatilidade das criptomoedas, volume negociado e análise de redes sociais.

Com base nesses dados, o índice apresenta um número de 0 a 100, sendo que, quanto maior, mais "gananciosos" estão os investidores para comprar bitcoin.

O medo extremo indica que os investidores estão muito preocupados, o que pode abrir uma oportunidade de compra, segundo o Alternative.me.

Já a ganância extrema significaria que, quando os investidores estão muito gananciosos, o mercado precisaria de uma correção.

O que está fazendo o bitcoin e outras criptomoedas caírem tanto?

Como já falamos, não existe só um culpado para a queda do bitcoin e das outras criptomoedas conhecidas no mercado. Os motivos podem ir desde a mineração dos ativos digitais até, pasmem, o próprio feriado de Páscoa. 

Como a Páscoa derrubaria o mercado cripto?

A Páscoa é muito esperada pelas crianças, mas não tanto para os investidores de criptomoedas. Todo ano em abril, o “coelhinho” traz uma cesta recheada — porém, sem qualquer bitcoin ou outro ativo digital. 

Deixe-me explicar melhor. Com os mercados tradicionais fechados, são quatro dias de negociação “fora de expediente” e as bolsas internacionais para gerar qualquer influência no mundo cripto. Por consequência , a liquidez fica mais estreita do que normalmente é.

Desse modo, as repercussões no mercado ficam muito mais intensas, e qualquer movimentação nos preços pode causar um estrago muito pior do que causaria em dias normais.

Conforme os preços das criptomoedas caem e elas perdem os seus patamares de suporte, o medo ganha palco de modo muito mais fácil, como vimos no índice do medo e ganância lá em cima. É aí que a alegria do feriado de quatro dias para as crianças se transforma em um período de pânico lá no universo cripto.

Mineração de bitcoin (BTC) e outras criptomoedas

Para outros analistas, a sequência de quedas no mercado de criptomoedas pode estar relacionada à indústria de mineração dos ativos digitais, que vem passando por situações que podem ter colocado ainda mais pressão sobre os preços. 

Os mineradores de bitcoin (BTC) viram a dificuldade para minerar o criptoativo aumentar mais de 1% na semana passada, de acordo com dados do Blockchain.com. 

Esse indicador notoriamente possui um forte impacto sobre os preços da moeda. Em julho do ano passado, pouco tempo depois da China ir contra a indústria de criptomoedas, o índice chegou a cair 28%. Nesse período, o bitcoin chegou a despencar para além do patamar de US$ 30 mil.

A correlação do bitcoin (btc) e ações pesando sobre as criptomoedas

Há outros que ligam a baixa das criptomoedas ao aumento da correlação do preço do bitcoin com os de ações de empresas e a um cenário macroeconômico mais complicado.

Ao contrário do que dizem alguns analistas do mercado, para George Liu, chefe de contratos derivativos da Babel Finance (uma provedora líder global de serviços financeiros de criptoativos), a queda dos ativos digitais não estão ligados ao ambiente fiscal dos Estados Unidos.

"A questão tributária já é conhecida e antecipada nos mercados, então não vemos isso como um fator decisivo para a atual queda de preços. Basicamente, a correlação de curto prazo entre bitcoin e ações dos EUA atingiu um novo pico”, disse George Liu.

A Amber Group, que trabalha no mesmo segmento, segue a mesma tese da Babel Finance. "Muito tem a ver com as más condições do cenário macroeconômico... veja as ações e o Nasdaq".

*Com informações de Decrypt e Coindesk

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

DISTRIBUINDO MAIS DO QUE COMBUSTÍVEIS

Dividendos e JPC: Vibra Energia (VBBR3) anuncia o pagamento de R$ 131 milhões em proventos; confira prazos

Ao todo, a distribuidora de combustíveis já pagou R$ 663 milhões em dividendos e juros sobre capital próprio no exercício de 2021

CSN (CSNA3) e CSN Mineração (CSNA3) vão recomprar até 164 milhões de ações; veja o que muda para os acionistas

As duas companhias aproveitam o momento descontado na B3 para encerrar os programas atuais e iniciar novas operações com duração de um ano

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Inflação derruba bolsas, Hapvida vai às compras e a varejista que ameaça o Magalu; confira os destaques do dia

Depois de um dia de animação, preocupações com o movimento dos preços e a atividade econômica pelo mundo estragaram o humor dos investidores

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana come margem de grandes empresas e derruba bolsas globais; Ibovespa cai mais de 2% e dólar cola em R$ 5

Com inflação pressionando e China voltando a fechar cidades, o Ibovespa caiu menos que as bolsas em Wall Street, mas ainda assim amargou fortes perdas

BR Properties (BRPR3) vende 80% do portfólio para fundo canadense, em transação de quase R$ 6 bilhões

Além de representar um movimento importante no atual cenário macroeconômico brasileiro, a transação marca a saída de boa parte do capital do fundo soberano de Abu Dhabi (ADIA) da empresa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies