O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-01T17:07:05-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Correção nas moedas digitais

Bitcoin (BTC) cai mais de 1% e perde os US$ 38 mil; ethereum (ETH), solana (SOL) e outras criptomoedas também recuam

O bitcoin (BTC) já acumula perdas de mais de 4% em 7 dias; outras criptomoedas importantes, como ethereum (ETH) e solana (SOL), também recuam

1 de maio de 2022
17:07
Bitcoin em uma luz vermelha sinalizando a parada do mercado de criptomoedas
Imagem: Shutterstock

O mês de maio começou com o pé esquerdo para as principais criptomoedas do mundo: o bitcoin (BTC) recua mais de 1% neste domingo (7) e, com isso, já é negociado abaixo do patamar de US$ 38 mil; outras moedas digitais importantes, como o ethereum (ETH) e a solana (SOL), também aparecem na ponta negativa.

Segundo dados do CoinMarketCap, o bitcoin acumula baixa de 1,58% nas últimas 24 horas, sendo negociado a US$ 37.867,37 (pouco mais de R$ 188 mil); o patamar dos US$ 40 mil tem sido uma barreira importante a principal criptomoeda do mundo. Em sete dias, a desvalorização em dólares já chega a 4,62%.

CriptomoedaCódigoPreço (em US$)Variação em 24hVariação em 7 dias
BitcoinBTC37.867,37-1,58%-4,62%
EthereumETH2.767,40-1,40%-6,47%
TetherUSDT1,00+0,01%-0,01%
BNBBNB384,75-1,67%-4,44%
USD CoinUSDC0,99-0,04%-0,06%
SolanaSOL88,08-3,76%-12,42%
XRPXRP0,59-2,14%-14,81%
TerraLUNA80,02-1,44%-12,94%
CardanoADA0,77-2,13%-13,43%
TerraUSDUST1,00+0,11%-0,17%
Fonte: CoinMarketCap

Bitcoin (BTC), criptomoedas e Fed

No radar dos investidores para esta semana, destaque absoluto para a decisão de juros do Federal Reserve (Fed, o BC americano). Na última reunião, em março, a autoridade monetária dos EUA promoveu um aumento de 0,25 ponto na taxa do país, indo à faixa de 0,25% a 0,50% ao ano — e é esperado que esse processo continue, talvez de maneira mais agressiva.

No mercado, fala-se numa elevação de 0,50 ponto nesta quarta-feira (4), mas alguns dirigentes da autarquia já sinalizaram que uma eventual alta de 0,75 ponto não está fora dos planos; a inflação recorde nos EUA e a continuidade da guerra entre Rússia e Ucrânia têm trazido dores de cabeça ao Fed.

Para o mercado de criptomoedas — e outras classes de ativo —, o tema dos juros nos EUA é importante porque pode redirecionar o fluxo de recursos ao redor do mundo: com as taxas dos títulos americanos cada vez mais elevadas, investimentos considerados arriscados, como as moedas digitais ou ações, perdem atratividade. Sendo assim, juros mais altos podem derrubar a cotação desses ativos.

No podcast Touros e Ursos desta semana, a equipe do Seu Dinheiro comenta a aquisição do Twitter por Elon Musk — e as consequências desse movimento para a rede social e para o bilionário. É só dar play!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

'PERGUNTA PRO SACHSIDA'

Bolsonaro se pronuncia sobre ‘fritura’ e possível substituição do presidente da Petrobras (PETR4)

Bolsonaro voltou a dizer que “ninguém vai tabelar preço de combustível”, mas afirmou que a “finalidade social” da Petrobras não está sendo cumprida

BAIXOU A PREVISÃO

Magazine Luiza (MGLU3) rebaixado: JP Morgan corta previsão para ações antes do balanço de amanhã, mas projeção ainda é de alta de quase 50%; entenda motivos

O cenário de alta dos juros deve pressionar o varejo, mas o JP Morgan entende que a empresa está bem posicionada no setor

ESFRIOU

Ano deve ter queda de fusões e aquisições, mas 2022 conta com negócios de grante porte até o momento; relembre algumas delas

Entre os fatores que causaram essa freada, estão a guerra entre Rússia e Ucrânia e a expectativa de desaceleração na China, após lockdowns para conterdos casos de covid

SEU DIA EM CRIPTO

Terra (LUNA) não acompanha recuperação do bitcoin (BTC) neste domingo; criptomoedas tentam começar semana com pé direito

Mesmo com a retomada de hoje, as criptomoedas acumulam perdas de mais de dois dígitos nos últimos sete dias

A COISA VAI ESQUENTAR

Novo capítulo da guerra? Vizinhos da Rússia, Finlândia e Suécia devem se juntar à Otan e tensão na região aumenta

Vladimir Putin, presidente russo, já havia dito que a entrada dos países na Organização exigiria retaliações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies