🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView

IRB Brasil (IRBR3): Será que Luiz Barsi perdeu a mão nos investimentos?

Quando investidores que não sabem o que estão fazendo copiam operações de um investidor de sucesso e veem seu patrimônio encolher, a tendência é ceder ao pânico e vender tudo

8 de setembro de 2022
8:55 - atualizado às 9:47
Luiz Barsi
Luiz Barsi - Imagem: Facebook/Reprodução

Bizu é uma corruptela de bisbilhotar, e consiste na ação de copiar uma operação que um investidor de sucesso e/ou profissional está fazendo. É pegar uma carona com alguém que entende mais que você.

O investidor do bizu conduz seus investimentos abrindo o Twitter, colhendo uma informação e investindo no que algum profissional fez. 

Como costuma ser um investidor ganancioso e que quer mudar de patamar logo, ele geralmente busca bizus em empresas em "turnaround" ou com chances de multiplicar muitas vezes o capital e quase sempre investe mais que o que seria prudente investir em ativos desse tipo.

  • Enquanto IRB (IRBR3) desaba, essa seguradora consolidada com forte crescimento de lucro está barata e pode pagar bons dividendos daqui em diante. Acesse o relatório completo

Luiz Barsi e as ações do IRB

Ele pode ter visto nos últimos meses, por exemplo, que Luiz Barsi, o lendário bilionário da Bolsa brasileira, acredita e está comprado nas ações de IRB, em movimento dissonante do mercado, que vem punindo o papel furiosamente desde 2020, quando a Squadra apontou inconsistências nos balanços da resseguradora. 

Hoje, IRBR3 vale 3,5% do que valia quando a carta foi publicada (caiu de R$ 34 para R$ 1,19).

A lógica do bisbilhoteiro parece sólida: “O Luiz Barsi sabe ganhar dinheiro na Bolsa, portanto ele está certo sobre IRB e basta que eu o copie, pois o que quer que aconteça com os IRBR3s dele também vai acontecer com os meus. Para que gastar meu tempo com uma análise se o alguém mais competente que eu já fez a dele?”

Barsi perdeu a mão?

Barsi revelou que tinha comprado ações da IRB em julho de 2021, mais de um ano depois da fatídica carta da Squadra. Na ocasião, o papel já havia caído para algo em torno de R$ 5,50, um sexto do que já havia custado, mas ainda o quádruplo do que vale hoje.

O problema principal está aí. 

Quando investidores que não sabem o que estão fazendo nem por que o estão fazendo veem seu patrimônio encolher dessa maneira, a tendência é ceder ao pânico, vender tudo, exercer o prejuízo, e, na mesa do bar, ainda dizer que o bilionário da bolsa perdeu a mão e que é melhor não prestar atenção nele (se for um cara mal-educado, coisa ainda pior).

Investimentos, contexto e diversificação

Mas é claro que não é isso.

O que o investidor do bizu não levou em conta foi o contexto.

Barsi (que não precisa mais provar nada para ninguém, diga-se) tem um patrimônio que gira em torno de R$ 4 bilhões e teria investido cerca de 3% da carteira em IRB. Uma fatia pequena em um ativo arriscado, como deve ser.

Sim, ele pode perder R$ 120 milhões, mas não vai deixar de ser bilionário nem um investidor de sucesso por causa disso.

Em segundo lugar, IRB não é seu único investimento dele. Segundo o próprio Barsi, apenas sua participação em Unipar (UNIP6) rendeu R$ 170 milhões em dividendos em 2021, mais que o próprio investimento em IRB — o que também não costuma ser o caso do investidor do bizu.

As lições dos grandes bilionários

A lição aqui não é a de ignorar o que bilionários e investidores de sucesso estão fazendo. 

Você pode e deve se inspirar e aprender no que homens como Luiz Barsi fazem o no que eles pensam, mas não seja irresponsável e preguiçoso. 

  • Enquanto IRB (IRBR3) desaba, essa seguradora consolidada com forte crescimento de lucro está barata e pode pagar bons dividendos daqui em diante. Acesse o relatório completo

Troque uma bisbilhotada por um estudo de lupa, uma reflexão profunda e uma adaptação ao seu contexto. 

Vai tomar mais tempo e esforço, mas assim você tem mais chances de ser um Barsi que apenas copiando suas apostas.

Na semana passada o IRB fez um um follow-on para cumprir as regras de capital da Susep. 

Louise Barsi, filha de Luiz, investidora e membro do conselho de auditoria da empresa, anunciou que subscreveu à oferta, colocando mais R$ 10 milhões em ações da companhia em um claro sinal de que a família não desistiu da empresa.

Um abraço,
Renato Santiago

Compartilhe

MARKET MAKERS

Não deixe a próxima Amazon passar: Entenda por que não basta analisar apenas o lucro de uma empresa

13 de setembro de 2022 - 10:06

O caso da Amazon é emblemático e mostra que aquele que apenas olhou para o lucro e o P/L como estimativa de valor certamente deixou a oportunidade passar

MARKET MAKERS

Não compre uma ação só porque ela está barata! Descubra 10 atributos de uma empresa de qualidade

6 de setembro de 2022 - 9:54

Comprar uma ação simplesmente porque ela está barata é um argumento tão frágil quanto deixar de comprar uma empresa porque ela está “cara”; entenda

MARKET MAKERS

Precisamos falar sobre indicadores antecedentes: Saiba como analisar os índices antes de investir

1 de setembro de 2022 - 14:09

Com o avanço da tecnologia, cada vez mais fundos de investimentos estão utilizando esses indicadores em seus modelos — e talvez a correlação esteja caindo

MARKET MAKERS

Entenda por que você não deve acompanhar só quem possui teses de investimento iguais às suas

30 de agosto de 2022 - 9:17

Parte fundamental do estudo de uma ação é entender não só a cabeça de quem tem uma tese que vá em linha com a sua, mas também a de quem pensa o contrário

MARKET MAKERS

O efeito Dunning-Kruger no mercado financeiro

25 de agosto de 2022 - 12:37

Quando comecei a investir no mercado financeiro, vivi o efeito Dunning-Kruger até entender que as coisas não eram tão simples e óbvias como pareciam

MARKET MAKERS

Chegou a hora de ser ganancioso: Saiba por que você deve aproveitar para comprar ações agora

23 de agosto de 2022 - 9:44

O medo de perder dinheiro e a ganância são forças que guiam a maior parte das decisões de investimento, e é preciso disciplina para não cair na narrativa dos que ganham dinheiro vendendo o caos em tempos difíceis

MARKET MAKERS

Quer vender um fundo? Confira dicas e novidades úteis para investimentos nesta indústria

18 de agosto de 2022 - 9:21

Testarei um formato de “Colunista dos Fundos”, trazendo algumas novidades úteis (para mim, pelo menos) sobre a indústria de fundos, só que contadas quase como pílulas

MARKET MAKERS

O dilema da empresa XYZ: Entenda como o Magazine Luiza e a Via competem com novos concorrentes no e-commerce

16 de agosto de 2022 - 9:12

Barreiras de entrada são a força competitiva mais importante em um negócio. Na busca pela criação de barreiras, empresas como Magazine Luiza, Via Varejo, Americanas e Mercado Livre têm acirrado a disputa no setor

MARKET MAKERS — CRIPTOVERSO

Mercado de DeFis caiu mais do que as criptomoedas, mas este especialista vê oportunidade de mais de US$ 15 trilhões daqui para frente; entenda

11 de agosto de 2022 - 13:45

As DeFis chegaram para abalar o universo digital e chegaram a animar bancos centenários como o Société Générale

MARKET MAKERS

Os princípios: Conheça Ray Dalio, gestor do maior hedge fund do mundo, e seu manual para conseguir o que deseja na vida

11 de agosto de 2022 - 10:47

O livro Princípios se propõe a ser um manual sobre vida e trabalho que Dalio resolveu escrever contendo seus critérios de tomada de decisão que colecionou ao longo da sua vida

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies