Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-25T19:33:55-03:00
Estadão Conteúdo
agora vai?

Vamos fazer reforma tributária muito simples, a que dá para fazer, diz Guedes

Ministro voltou a falar em reduzir o IPI sobre produtos de linha branca – medida adotada em governos petistas para estimular o consumo

25 de maio de 2021
19:32 - atualizado às 19:33
51149091206_ffa9f5c0bb_c
30/04/2021 Leilão de Concessão dos Serviços de Saneamento em 35 Municípios do estado do Rio de Janeiro (São Paulo - SP, 30/04/2021) Ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Alan Santos/PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que a reforma tributária será "muito simples" e que é a que "dá para fazer". Em evento do BTG Pactual, o ministro voltou a falar em reduzir o IPI sobre produtos de linha branca - medida adotada em governos petistas para estimular o consumo.

O ministro disse ainda que o governo e o Congresso lançarão o "passaporte tributário", uma medida nos moldes de um Refis para renegociar dívidas tributárias com descontos significativos.

"Dá desconto de 70%, o cara paga", exemplificou Guedes. O tema foi tratado ontem em reunião na residência oficial do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG)."(Com o passaporte) Os pequenininhos você alivia, deixa seguir a vida", disse Guedes.

O ministro ainda adotou uma espécie de vacina contra eventuais críticas. A própria Receita Federal costuma ser contra a adoção de programas como o Refis porque incentivam o devedor contumaz, que fica no aguardo de oportunidades como essa para quitar débitos com descontos.

"Vai ser simples, vai ser difícil ficar contra", afirmou o ministro, ressaltando que a medida busca dar alívio às empresas em dificuldade.

Guedes disse ainda que o valor das desonerações e do contencioso tributário no Brasil, que juntos passam dos trilhões de reais, é uma evidência de que o "imposto está fora do lugar". "É tão alto que quem tem poder político consegue desoneração. O cara prefere pagar um escritório de advocacia (a pagar imposto)", disse.

O ministro voltou a falar ainda na criação de um fundo com recursos de privatizações para ser destinado aos mais pobres. "Quem sabe com esse argumento conseguimos acelerar as privatizações e melhorar o problema da desigualdade social", completou.

Investimento estrangeiro

Guedes falou que o Brasil está barato para investidores estrangeiros e afirmou que os "gringos" que entrarem no Brasil neste momento, com o dólar cotado perto de R$ 5,50, poderão sair com a moeda a R$ 3 em "dois ou três anos".

O ministro disse que participa de menos road shows com investidores do que ministros anteriores, mas disse que o País "incontornavelmente" terá de ir em direção aos mercados. "Primeiro tem de trabalhar para depois vender o Brasil", completou, se referindo às reformas pretendidas por sua administração.

O ministro voltou a dizer que a conta da pandemia do coronavírus não pode ficar para as próximas gerações. "Não vamos jogar dívida da pandemia para 100% do PIB", completou.

No início de sua fala, Guedes disse que queria "parabenizar todos os economistas que já integraram o governo". "Antes de entrar no governo, eu achava tudo muito fácil, não é bem assim", brincou o ministro, que está há dois anos e cinco meses no cargo e já travou negociações duras com o Congresso Nacional.

Arrecadação e projeção de déficit

Guedes disse ainda que, com os sucessivos resultados positivos na arrecadação de tributos, o governo está revendo para baixo a projeção de déficit público neste ano.

"Estava em R$ 280 bilhões a previsão de déficit há duas semanas. A arrecadação veio tão formidável que já estamos revendo para R$ 180 bilhões", comentou.

Ele afirmou ainda que são necessários investimentos em infraestrutura para que o Brasil se integre à América Latina, mas voltou a dizer que o País não pode ficar preso ao Mercosul.

"O Brasil tem que ser a âncora dos grandes investimentos e transbordar a produção para a América Latina. Não vamos ficar presos à região, foi um erro, o Mercosul nos aprisionou", completou o ministro.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro avança mais de 1% puxado pelo exterior e dólar abre estável

Os investidores permanecem de olho na votação da PEC dos precatórios, marcada para esta terça-feira (30)

O melhor do Seu Dinheiro

Onde investir o décimo terceiro, o avanço da ômicron, a disputa pela Latam e outros destaques do dia

A tão aguardada gratificação criada no governo de João Goulart cai na conta em duas parcelas, sendo a primeira até amanhã

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: mundo monitora avanço da variante ômicron da covid-19 em semana de Livro Bege e PIB brasileiro

Além disso, os contornos da disputa política de 2022 começam a ficar mais claros com a entrada de mais candidatos ao pleito

OMS ALERTA

Variante Ômicron representa risco global ‘muito elevado’ e é provável que se espalhe

OMS emitiu hoje um informe técnico sobre a cepa do coronavírus causador da covid-19 recentemente descoberta na África do Sul

MULTIFACETADO

‘Genial e visionário’: Virgil Abloh, diretor artístico da Louis Vuitton, morre aos 41 anos depois de luta contra forma rara de câncer

Estilista norte-americano ganhou notoriedade como diretor criativo do rapper Kanye West e fez história na LVMH

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies