Menu
2021-02-02T19:15:13-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
melhor que esperado

Produção industrial cresce pelo 8º mês seguido, mas fecha 2020 com queda de 4,5%

Setor fecha mais um ano com retração e com o segundo pior resultado desde 2016, segundo dados do IBGE

2 de fevereiro de 2021
9:56 - atualizado às 19:15
indústria dados ibge
Imagem: Shutterstock

A produção industrial cresceu pelo oitavo mês consecutivo em dezembro, demonstrando que o setor se recuperou dos piores momentos da pandemia, mas ainda não foi capaz de fechar 2020 no azul.

Segundo dados divulgados nesta terça-feira (2) pelo IBGE, a produção industrial cresceu 0,9% em relação a novembro, superando o teto das estimativas coletadas pelo Projeções Broadcast, que iam de uma queda de 1,50% a avanço de 0,70%. A mediana das projeções apontava para uma contração de 0,50%.

Com oito meses consecutivos de alta, o setor acumulou crescimento de 41,8%, eliminando a perda de 27,1% registrada entre março e abril, que havia levado a produção ao nível mais baixo da série.  

Mesmo assim, a produção industrial fechou 2020 com queda de 4,50%, o segundo resultado negativo seguido após a perda registrada em 2019 (-1,1%). O desempenho também ficou na ponta mais alta do intervalo de projeções, que ia de recuos de 4,50% a 4,80%, com mediana negativa de 4,70%.

Esse foi o pior resultado anual para a produção industrial desde 2016, quando houve queda de 6,4%, segundo o IBGE.

Em relação a dezembro de 2019, a produção industrial subiu 8,2%, mais uma vez ficando no teto das estimativas, que variavam de alta de 3,80% a 8,20%, com mediana positiva de 5,30%.

Por setor em dezembro e 2020

O avanço de 0,9% da produção industrial de novembro para dezembro alcançou três das quatro grandes categorias econômicas e 17 dos 26 ramos pesquisados, de acordo com o IBGE.

Para o gerente da pesquisa, André Macedo, esse resultado mostra uma regularidade de crescimento na produção industrial nos últimos meses. "Esse perfil generalizado de expansão está presente neste período", disse, em nota.

As influências positivas mais relevantes foram das atividades de:

  • Metalurgia (19,0%);
  • Veículos automotores, reboques e carrocerias (6,5%) e;
  • Indústrias extrativas (3,7%).

No índice acumulado em 2020, porém, a produção industrial sofreu com os resultados negativos em todas as quatro grandes categorias econômicas, 20 dos 26 ramos, 53 dos 79 grupos e 60,6% dos 805 produtos pesquisados.

Veículos automotores, reboques e carrocerias (-28,1%) exerceu a influência negativa mais intensa sobre a produção industrial em 2020, pressionada, em grande medida, pelos itens automóveis, caminhão-trator para reboques e semirreboques, caminhões e autopeças.

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

o futuro já começou

Em breve, BRF vai vender carne cultivada em laboratório

Empresa assina memorando de entendimentos com startup israelense que desenvolve e produz carne a partir de células de boi

Exile on Wall Street

Uma dica de leitura e um pedido de ajuda

Conforme falei no Puro Malte, tenho muita dificuldade de ler livros de não ficção, especialmente em se tratando de Economia e Finanças. Boa parte desses livros caberia em dez páginas, sem qualquer demérito. As melhores ideias – simples e impactantes – conseguem se fazer entender em dez páginas. No entanto, por pressão do editor ou vaidade do […]

MERCADOS HOJE

Ibovespa sobe mais de 2% com avanço da PEC emergencial e votação do 2º turno ainda hoje; dólar recua

A queda no rendimento dos Treasuries no exterior também provoca uma reação positiva nos mercados emergentes. Lá fora, o mercado aguarda a fala de Jerome Powell na parte da tarde

óleo quente

Na frigideira, André Brandão deve deixar comando do Banco do Brasil

Notícias na mídia apontam nomes que podem substituir atual presidente do banco, que entrou em rota de colisão com Bolsonaro

BOA NOTÍCIA

Saúde assina intenção de compra de vacinas da Pfizer e da Janssen

Governo quer comprar sem licitação 100 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer e de 38 milhões da vacina da Janssen

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies