Menu
2021-02-12T19:04:05-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
superou expectativas

‘Prévia do PIB’, IBC-Br mostra situação melhor que o esperado em dezembro

Indicador elaborado pelo BC aponta que país contraiu menos que o projetado pela maioria dos economistas em 2020

12 de fevereiro de 2021
9:43 - atualizado às 19:04
indústria dados ibge
Imagem: Shutterstock

Enquanto indicadores sobre o varejo e o setor de serviços indicaram uma desaceleração da atividade em dezembro, o IBC-Br mostrou um avanço da economia acima do esperado pela maioria dos economistas, o que fez com que a contração em 2020 não tenha sido tão ruim quanto o esperado.

Segundo os dados divulgados pelo Banco Central (BC) nesta sexta-feira (12), o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma espécie de prévia do PIB, registrou crescimento de 0,64% em dezembro, na comparação com novembro.

O desempenho veio acima da mediana das estimativas de economistas coletadas pelo Projeções Broadcast, de 0,30%. As expectativas variavam de contração de 1,25% a crescimento de 0,70%.

O BC também realizou uma revisão dos dados de novembro. Anteriormente, ele havia informado que o IBC-Br havia crescido 0,59%. Agora, os dados apontam para uma expansão de 0,68%.

Na comparação com dezembro de 2019, o IBC-Br registrou alta de 1,34%, também acima da mediana das projeções dos economistas (0,80%).

O IBC-Br considera a trajetória das variáveis da agropecuária, indústria e serviços, além de impostos sobre produtos, e é utilizado para avaliar ao ritmo da economia ao longo dos meses.

2020 menos ruim que o esperado

O IBC-Br mostrou ainda que a atividade econômica fechou 2020 com uma queda de 4,05%.

O resultado também surpreendeu, uma vez que a maioria dos economistas projetava uma queda de 4,20% do índice no ano passado.

O desempenho no quarto trimestre também pode ser considerado positivo, porque o IBC-Br mostrou uma alta de 3,14% em relação aos três meses anteriores. As estimativas coletadas pela Projeções Broadcast indicavam avanço de 2,90%.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Em clima de disputa

Dez empresas brigam por usinas da EDP Brasil

Segundo analistas, faz sentido a EDP Brasil vender suas hidrelétricas, uma vez que sua prioridade no País será a geração distribuída e a transmissão de energia

O melhor do seu dinheiro

Freud, Itaú e o ETF dos millennials, o que esperar da Super Quarta, o preço da passagem espacial e outros destaques

Freud dedicou parte de seus estudos a tentar desvendar a tal “alma feminina”. Até que um dia jogou a toalha e reconheceu estar longe de responder o que, afinal, querem as mulheres. Se o pai da psicanálise vivesse hoje, imagino que o objeto de curiosidade talvez fosse outro: os chamados millennials. A expressão surgiu para […]

O tempo fechou

Crise hídrica piora clima da votação sobre privatização da Eletrobras

Na semana passada, líderes do Senado aumentaram a reação à MP e ameaçaram derrubar a proposta, pedindo até que o texto não fosse pautado

Esquenta dos Mercados

Indicadores econômicos dos EUA devem movimentar o dia, com aumento da cautela antes da ‘Super Quarta’

Depois de um pregão ignorando a Super Quarta, Ibovespa deve sentir o peso da cautela antes da decisão de política monetária no Brasil e nos EUA

E a fila aumenta

BR Partners faz registro de IPO que pode movimentar até R$ 620 milhões

Banco de investimentos fundado por Ricardo Lacerda pretende fazer uma oferta pública de Units, com faixa de preço entre R$ 16 e R$ 19

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies