Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-03T14:46:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Relatório aumenta temores

Livro Bege: Fed espera aumento contínuo nas pressões inflacionárias nos próximos meses

O documento, que é um sumário das condições econômicas dos Estados Unidos, aponta que a alta nos preços deve seguir sendo uma ameaça

2 de junho de 2021
17:11 - atualizado às 14:46
Livro Bege Fed
Imagem: Shutterstock

As pressões inflacionárias cresceram nos Estados Unidos em abril e maio e devem continuar aumentando nos próximos meses. Essa é a expectativa do Federal Reserve (Fed), revelada no Livro Bege desta quarta-feira (2).

Segundo o documento, que é um sumário das condições econômicas elaborado pelo banco central norte-americano e embasa as decisões de política monetária no país, as empresas esperam contínuo aumento dos custos e dos preços nos próximos meses.

Produção mais cara

O relatório destaca que os preços de venda avançaram de forma moderada, enquanto os de produção tiveram alta mais acentuada. "Os custos de insumos continuaram a aumentar em toda a linha, com muitos contatos notando aumentos acentuados nos preços das matérias-primas de construção e manufatura", destaca.

Aumentos nos custos com frete, embalagem e produtos petroquímicos também foram relatados e, de acordo com Fed, as companhias atribuíram o movimento a problemas na cadeia produtiva.

"O fortalecimento da demanda, no entanto, permitiu que algumas empresas, principalmente fabricantes, construtoras e empresas de transporte, repassassem grande parte dos aumentos de custos para seus clientes", conclui.

Expansão econômica

No cenário mais aberto, a economia dos Estados Unidos cresceu moderadamente entre o início de abril e o fim de maio, a um ritmo "um pouco mais rápido" do que no período imediatamente anterior.

De acordo com a publicação, vários distritos reportaram efeitos positivos na economia com o aumento nas taxas de vacinação contra a covid-19 e o relaxamento de medidas de distanciamento social.

"Os efeitos das taxas de vacinação expandidas foram talvez mais notados nos gastos dos consumidores, nos quais altas em gastos em lazer e restaurantes ampliaram a força já vista em outras categorias", diz.

O documento aponta ainda que as vendas de veículos leves seguem "sólidas", mas muitas vezes contidas por um aperto em estoques.

Produção de fábricas

Já a produção nas fábricas dos Estados Unidos aumentou, mesmo com os "desafios na cadeia de produção" continuando a causar dores de cabeça.

As fábricas reportaram problemas disseminados com falta de materiais e pessoal, bem como de atrasos em entregas, dificultando que seus produtos chegassem aos consumidores.

O Livro Bege diz ainda que houve "desafios similares" no setor de construção. As empreiteiras têm registrado demanda forte, impulsionada pelos juros baixos para hipotecas e superando a capacidade de construção, o que leva a alguns limites nas vendas.

A demanda por serviços profissionais e de negócios aumentou moderadamente, enquanto a busca por serviços de transportes, inclusive em portos, foi "excepcionalmente forte".

Além disso, o volume de empréstimos "cresceu modestamente", com ganhos tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. "No geral, as expectativas mudaram pouco, com os contatos otimistas de que o crescimento econômico continuará sólido", afirma ainda o Livro Bege.

Emprego e salários

Por fim, a publicação do Fed indica que dois terços dos distritos consultados reportaram "crescimento modesto" das vagas de trabalho, com os demais indicando que "os ganhos no emprego eram moderados".

"Conforme a disseminação da covid-19 continua a desacelerar, o crescimento no emprego foi mais forte em serviços de alimentação, hospitalidade e varejo", diz o documento.

As fábricas também contrataram trabalhadores em vários distritos. Continuou, ainda houve dificuldades para muitas empresas na contratação de novos trabalhadores, sobretudo daqueles com salários mais baixos, motoristas de caminhão e também funcionários treinados no comércio.

"A falta de candidatos ao trabalho evitou que algumas empresas aumentassem a produção e, menos comumente, levou algumas empresas a reduzir suas horas de operação", nota o relatório.

Sobre o avanço nos salários, o levantamento considera que ele foi no geral "moderado", mas com um crescente número de companhias oferecendo bônus e começando a aumentar salários para atrair e reter pessoal. "Os contatos esperam que a demanda por trabalho siga forte, mas com a oferta contida, nos próximos meses", aponta o Livro Bege.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda e acompanha Nova York, enquanto dólar sobe para R$ 5,44

Com agenda esvaziada, tanto por aqui quanto no exterior, investidores devem ficar de olho no último dia do Fórum Econômico Mundial, enquanto aguardam reunião do Fed, agendada para a semana que vem

semana em cripto

Investidores de bitcoin e criptomoedas liquidam mais de meio bilhão de dólares em contratos futuros em menos de 24h; BTC já cai 16% em 2022

Com queda de quase 8% nas últimas 24 horas, bitcoin perde o patamar de US$ 39 mil; confira o que mexe com o mercado de criptomoedas

O melhor do Seu Dinheiro

A Tentação de nadar com a maré, dividendos bilionários da Intermédica, NFTs da Meta e outros destaques do dia

Apesar de ser difícil decidir ir contra a maioria, no longo prazo, é a estratégia que dá resultados; entenda como ganhar dinheiro com esta abordagem

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas seguem sob pressão, bitcoin (BTC) cai abaixo dos US$ 40 mil e PEC dos combustíveis liga alerta antes da abertura da B3

As atenções se voltam para a próxima quarta-feira (26), quando ocorrerá a próxima reunião do Federal Reserve sobre a alta nos juros este ano

SEXTOU COM O RUY

O novo nem sempre é melhor: como ganhar dinheiro com os ensinamentos clássicos na bolsa

Se você aproveitou a queda das ações nos últimos meses para comprar um pouco mais delas, deve estar colhendo frutos interessantes com a alta dos últimos dias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies