Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-18T18:42:48-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Pílulas do mercado

Novo ‘crash’ das criptos? Entenda por que Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e outras criptomoedas estão em queda hoje

Queda tem a ver com políticas dos Estados Unidos; dados da blockchain do bitcoin mostram o efeito que essa recente desvalorização pode ter no criptomercado

17 de novembro de 2021
11:53 - atualizado às 18:42
Montagem bitcoin
Bitcoin. - Imagem: Shutterstock

Desde o feriado, o mercado cripto segue no vermelho. O bitcoin, maior criptomoeda do mundo, saiu da sua máxima histórica de US$ 69 mil e chegou aos US$ 60 mil. Já o Ethereum, segunda maior, bateu a máxima histórica de US$ 4,8 mil e depois desceu para o patamar de US$ 4,2 mil.

A queda das duas gigantes derrubou o restante do mercado. O que levanta a seguinte questão...

... será que o rali de fim de ano acabou? Por que o bitcoin e as outras criptomoedas caíram?

O pacote de infraestrutura do presidente norte-americano, Joe Biden, animou os mercados tradicionais, com uma cifra de US$ 1 trilhão destinado à construção de estradas, portos e melhorias da infraestrutura. Entretanto...

De acordo com o plano de Biden, cerca de US$ 550 bilhões devem vir da nova legislação sobre ativos digitais nos Estados Unidos. O que acabou pesando para o bitcoin hoje, a cotação do ethereum e as demais criptomoedas.

LEIA TAMBÉM: Siga nosso Instagram e receba todo dia por lá os destaques do mercado e oportunidades para você ficar de olho

Os detalhes da proposta de taxação por lá ainda precisam da aprovação do Tesouro americano, encabeçado por Janet Yellen, mas alguns pontos apresentados já desagradam o mercado.

Os mineradores e traders passariam a ser tratados como corretores de criptomoedas, semelhantes aos assessores de investimento no mercado tradicional. Ou seja, precisariam fornecer mais informações sobre transações criptográficas e identificação, o que iria contra o princípio do anonimato da rede.

Abaixo explicamos como a blockchain do bitcoin mostra os efeitos da atual queda no mercado, mas, antes, se preferir, você pode ler esse material também pelo nosso Instagram.

Confira abaixo e aproveite para nos seguir no Instagram (basta clicar aqui). Lá entregamos aos leitores análises de investimentos, notícias relevantes para o seu patrimônio, oportunidades de compra na bolsa, insights sobre carreira, empreendedorismo e muito mais.

 
 
 
 
 
Ver esta publicación en Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Una publicación compartida por Seu Dinheiro (@seudinheiro)

Estamos diante de um novo crash das criptos?

Após despencar cerca de 50% do começo do semestre até o mês passado, o bitcoin engatou altas e renovou as máximas históricas. Agora, porém, nada indica que a queda generalizada do mundo cripto repita o crash que presenciamos.

Segundo dados retirados diretamente da blockchain do bitcoin hoje, as atuais notícias podem ter um efeito limitado no mercado. O aumento de usuários e novos recursos disponíveis em rede mostram que esse momento é só de um forte ajuste.

Além disso, a nova atualização Taproot deve trazer um novo ânimo ao mercado nos próximos meses, permitindo o desenvolvimento de novos projetos dentro da blockchain do bitcoin.

A legislação deve ser debatida com os entes do mercado e pode vir a afrouxar algumas regras mais rígidas. Os próprios investidores em cripto são a favor de uma regulamentação, desde que adequada às necessidades e exigências específicas do mundo das criptomoedas.

Esta publicação faz parte do projeto "Pílulas do Mercado", com um resumo do que você precisa saber sobre determinados temas. A ideia é para você que está sem tempo e precisa da informação de bate-pronto. A matéria completa você pode ler neste link.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa,

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9 por ação; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima quinta-feira (09), saem valendo R$ 8,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies