Menu
SD Branding
CONTEÚDO PATROCINADO POR Inversa

A privatização da Eletrobras e a chance de uma vida

Em mensagem ao Congresso, o presidente Jair Bolsonaro colocou a privatização da empresa de energia como uma das prioridades do governo. No passado, onda de privatizações fez investidores lucrarem milhões

6 de fevereiro de 2020
16:10 - atualizado às 16:11
Eletrobras
Imagem: Shutterstock

Desde que Jair Bolsonaro venceu as eleições presidenciais de 2018, os olhos dos investidores acompanham de perto o noticiário envolvendo a Eletrobras.

A estatal foi criada em 1962 com o objetivo de coordenar as demais empresas do setor elétrico. Mas, se depender dos planos do governo federal, não por muito tempo.

Muito se fala sobre os planos de privatização da companhia. E nesta semana novos fatores aumentam a expectativa do mercado. 

O presidente Jair Bolsonaro enviou uma mensagem ao Congresso Nacional onde disse esperar a aprovação de diversos marcos históricos para o país. Dentre eles, a privatização da Eletrobras.

O próprio presidente da companhia, Wilson Ferreira Jr, tem feito declarações sobre o plano. Em evento recente, ele disse que a meta para o primeiro semestre é aprofundar a conversa com o Senado, onde a proposta encontra certa resistência, e aprovar a capitalização no Congresso. O objetivo é abrir portas para a realização de uma oferta subsequente (follow on), que diluiria a participação da União por meio de uma oferta de ações na bolsa.

Com a pauta sendo tratada como prioridade pelo governo federal, os boatos e movimentações dos bastidores impactam diretamente nas ações da companhia na bolsa, que se valorizam desde as eleições presidenciais de 2018.

Muito se fala sobre a Eletrobras, mas ela  não é a única empresa estatal que pode se beneficiar com uma possível privatização. O governo tem grandes planos de se desfazer de uma quantia considerável de ativos.  

Como um toque de Midas, a tendência liberal influencia uma série de outra empresas federais e estaduais. Muitas delas já atingiram suas máximas após anos só com os boatos.

Observando de perto e com cuidado esse movimento e o andamento das pautas, as privatizações podem fazer de você o próximo milionário.

Já existe precedente para isso. A onda de privatizações patrocinada pelo governo de Fernando Henrique Cardoso transformou pequenos investidores em milionários.

A antiga Companhia Vale do Rio Doce subiu mais de 230% só com rumores, que, depois de confirmados e com a venda aprovada, trouxe aos seus investidores mais de 3.200% de valorização.

A Companhia Siderúrgica Nacional é mais uma do clube, com uma alta de 5.644%. São R$ 20 mil transformados em mais de um milhão de reais.

E a lista continua: Usiminas, Embratel, Telebrás e até mesmo a Petrobras pegaram carona nas privatizações e multiplicaram o patrimônio de seus investidores.

Gatilho para a valorização

No Brasil, ondas de privatização como essas são raras. E essa Nova Era tem tudo para ser pelo menos 3 vezes maior do que o que vimos no governo FHC.

As medidas de privatização surgem em momentos de necessidade de aceleração da economia. Mas, além de beneficiar os cofres públicos, elas também transformam essas empresas recém-privatizadas em companhias mais eficientes. O preço das ações, claro, decola com o aumento de confiança nas novas gestões.

Esse é um daqueles raros momentos de oportunidade para se dar bem com pouco dinheiro. Para isso, é essencial ter um acompanhamento preciso. Encontrar a próxima joia da coroa não é uma tarefa tão simples quanto parece.

A Inversa tem uma equipe que acompanha de perto o mercado e mantém as empresas que podem te fazer lucrar muito com as privatizações no radar. E você pode conferir a lista das ações essenciais para lucrar neste cenário.

É preciso estar muito atento ao que pode acontecer. As coisas mudam muito rapidamente e estar preparado é a diferença entre ser o mais novo milionário ou só ver a oportunidade de uma vida passar.

Quer um exemplo? Uma simples nota do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações fez com a ação da Telebras se valorizasse 90% em apenas um dia, após 5 anos adormecida.

Quem estava de olho no potencial da companhia se deu bem e embolsou uma valorização de 150% em dois dia. 

ADQUIRIR ACESSO PARA LUCRAR COM AS PRIVATIZAÇÕES

O momento também é oportuno para um crescimento nas ofertas de ações na bolsa brasileiras, os chamados IPOs. Além de se preparar para lucrar com as privatizações, você também pode ter um panorama completo das empresas novatas na bolsa e que podem te oferecer o empurrão que faltava no seu caminho até o primeiro milhão.

ACESSAR CONTEÚDO EXCLUSIVO

Fechar
Menu