Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-06-16T07:47:49-03:00
Estadão Conteúdo
integrante de secretaria especial

Substituto de Mansueto, Bruno Funchal assumirá Tesouro em 31 de julho

O economista Bruno Funchal vai assumir o cargo de secretário do Tesouro Nacional em 31 de julho, confirmou no período da tarde desta segunda-feira, 15, o Ministério da Economia

15 de junho de 2020
18:18 - atualizado às 7:47
Bruno Funchal
Imagem: TV Educativa ES/ Reprodução

O economista Bruno Funchal vai assumir o cargo de secretário do Tesouro Nacional em 31 de julho, confirmou no período da tarde desta segunda-feira, 15, o Ministério da Economia. O jornalista de O Estado de S. Paulo José Fucs antecipou mais cedo que Funchal havia sido o escolhido para substituir Mansueto Almeida, que anunciou estar deixando o cargo.

Em nota, a pasta comunicou que iniciou o transição do comando, ocupado desde abril de 2018 por Mansueto Almeida.

Funchal é bacharel pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e doutor em Economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), com pós-doutorado pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). É professor titular da FUCAPE Business School e foi pesquisador visitante na Universidade da Pensilvânia.

Em 2017 e 2018, Funchal foi Secretário de Fazenda do Espírito Santo e atuou como um dos responsáveis pelo processo de ajuste das contas estaduais.

Na nota, o Ministério da Economia destacou que ele estava no cargo quando o Estado foi "o único que recebeu nota A" na classificação de risco do Tesouro Nacional.

Desde o início do governo Jair Bolsonaro, o futuro secretário do Tesouro integra a equipe da Secretaria Especial de Fazenda como diretor de programa e "trabalha pelo ajuste fiscal do País", diz a nota. Ele foi um dos técnicos responsáveis para elaboração do projeto do Pacto Federativo.

"O Ministério da Economia agradece a Mansueto Almeida pelo compromisso com a equipe que chegou com o novo governo e por todo trabalho realizado à frente do Tesouro Nacional em prol do reequilíbrio das contas do País", diz o comunicado.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

DINHEIRO NA CONTA

Dividendos: Vibra (VBBR3) distribui R$ 148,5 milhões em JCP

Valor refere-se à segunda parcela de pagamento aos acionistas anunciado quando a Vibra ainda atendia como BR Distribuidora

Rumo aos dois dígitos

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 9,25%

Aumento da taxa básica dispara gatilho de mudança na forma de remuneração da poupança. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies