Menu
2020-08-18T16:12:05-03:00
Estadão Conteúdo
PROJEÇÕES DO MERCADO

PIB do Brasil deve ter queda de 8% a 10% no 2º trimestre, projeta SPE

A última projeção divulgada pela SPE em julho apontava um recuo de 9,3% no PIB no segundo trimestre.

18 de agosto de 2020
16:05 - atualizado às 16:12
pib queda
Imagem: Shutterstock

A Secretaria de Política Econômica (SPE) da Economia divulgou nota nesta terça-feira, 18, em que destaca que o Produto Interno Bruto (PIB) do segundo trimestre deve ter contração em torno de 8% a 10%. A projeção se baseia em estimativas da Secretaria de Fazenda da pasta e no IBC-Br, espécie de prévia do PIB divulgada pelo Banco Central na semana passada e que apontou uma queda de 10,94% no segundo trimestre.

A última projeção divulgada pela SPE em julho apontava um recuo de 9,3% no PIB no segundo trimestre. Para o ano, a secretaria espera queda de 4,5% na atividade econômica.

"A evolução do PIB no primeiro semestre de 2020 reflete a crise causada pela interrupção do comércio e das atividades normais da sociedade. No primeiro trimestre, muitas das grandes economias registraram quedas expressivas do produto trimestral, mas inferiores a 10%. No segundo trimestre, as quedas foram ainda mais impactantes, com muitos países registrando valores acima de 10%", afirma a nota da secretaria.

Na nota informativa divulgada nesta sexta-feira, a SPE também ressaltou os esforços do Brasil para o enfrentamento da crise trazida pelo coronavírus.

Repetindo números já divulgados pela Economia, a secretaria lembrou que o esforço fiscal brasileiro atingiu 7,3% do PIB projetado para 2020, acima da média de 4,1% para 17 países em desenvolvimento e também acima da média de 30 países da OCDE (6,3%).

"Apesar do expressivo esforço fiscal deste ano, o governo federal mantém sua diretriz de responsabilidade fiscal e tanto mercado como governo antecipam esta postura em suas projeções", completa o texto.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

seu dinheiro na sua noite

A vingança das sardinhas

Podia ser o título de um filme de terror, mas está mais para uma história de superação. No jargão do mercado financeiro, sardinhas são os pequenos investidores — pessoas físicas como eu e você. No mar revolto da bolsa de valores, as sardinhas costumam virar presas fáceis para os grandes investidores — ou tubarões, como […]

balanço

Pix movimenta R$ 11,8 bilhões na primeira semana de operação

Volume considera as transações realizadas entre o dia 16 de novembro, início da ferramenta, até ontem, dia 22

ainda não é oficial

Biden deve nomear Janet Yellen como secretária do Tesouro, diz jornal

Se confirmada pelo Senado, Janet Yellen será a primeira mulher a assumir a função; bolsas subiram com a notícia

fim do dia

Tudo para cima: Ibovespa fecha em alta com vacina de Oxford 70% eficaz, enquanto risco fiscal pressiona dólar e juros

Principal índice da B3 fecha no maior patamar desde 21 de fevereiro e acumula ganhos de 14% em novembro. Paralisia com reformas e crescente dívida pública instigam alta da moeda americana

Corrida contra o tempo

Moody’s: vacinação em massa tem potencial significativo de melhora do PIB global

Hoje foi a vez da AstraZeneca, que seguiu as farmacêuticas Moderna e Pfizer nas semanas anteriores, todas com eficácia na casa dos 90%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies