Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-08T16:19:06-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
BANCOS DIGITAIS

Número de bancos digitais no Brasil cresce 147% entre os anos de 2017 e 2018

Apesar de o crescimento, as instituições financeiras tradicionais ainda são vistas como mais confiáveis pelos brasileiros

8 de janeiro de 2020
16:19
shutterstock_1552988954
Imagem: Shutterstock

Não é de hoje que o número de bancos digitais vem crescendo no País. Apenas entre os anos de 2017 e 2018, esse valor saltou 147%. É isso o que mostra a pesquisa "A revolução dos bancos digitais 2020", divulgada hoje (8) e que foi encomendada pelo boostLAB, o hub de negócios do BTG Pactual para empresas tech.

E um dos principais atrativos dos bancos digitais está no crédito. Para 54% dos entrevistados, a isenção de anuidade e juros, além de taxas mais baixas em relação aos bancos tradicionais é vista como um dos principais atrativos para usuários de cartões de crédito de fintechs e bancos digitais.

Na sequência, 49% dos participantes apontaram a vantagem de resolver tudo pelo celular sem burocracias como um dos pontos mais positivos dos bancos digitais.

Já a aprovação mais rápida e menos burocrática de crédito foi vista como uma vantagem para 41% das pessoas ouvidas pela pesquisa.

Maior espaço

E os principais players digitais vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado. O Nubank, por exemplo, já tem possui quase 20 milhões de clientes e consegue fazer com que a sua base cresça a um ritmo médio de 50 mil novos cadastros por dia.

E ele quer crescer ainda mais. Não é à toa que anunciou no começo desta semana um acordo para contratar a equipe de projetos da consultoria PlataformaTec e reforçar seu time de engenharia de software e especialista em metologias ágeis.

O Inter, por sua vez, também está a todo vapor. No fim de dezembro do ano passado, a companhia anunciou que atingiu a marca de 4 milhões de clientes de sua conta digital sem tarifas.

Hoje, o banco abre 13 mil novas contas por dia útil, cerca de mil a mais do que no terceiro trimestre do ano passado.

A instituição espera crescer ainda mais depois de ter lançado um super app no fim do ano passado. Ele funciona como um marketplace que vai além dos serviços financeiros e que pode representar uma nova fonte de receita para o banco.

E os bons ventos têm animado os investidores. Em um ano, os papéis do banco (BIDI4) subiram mais de 165%. Apenas em janeiro, as ações apresentam valorização de 11,54%.

Quesito confiança

Apesar de o crescimento dos bancos digitais no Brasil, as instituições financeiras tradicionais ainda dominam o mercado e são vistas como mais confiáveis pelos brasileiros, segundo constatou a pesquisa.

Para 63% dos entrevistados, a primeira opção na hora de confiar seus dados financeiros está nos bancos tradicionais. Apenas 12% dos participantes disseram que preferem os bancos digitais.

E quando o assunto são as fintechs, o percentual de confiança é ainda menor. Somente 6% dos entrevistados responderam que dão preferência a esses tipo de empresas.

Mas o problema não está no uso de meios digitais para efetuar as operações. A pesquisa mostrou que as transações digitais têm ganhado cada vez mais adeptos até mesmo nos bancos tradicionais.

Entre os anos de 2017 e 2018, as transações digitais aumentaram 32,69%, no total. Hoje, 60% das operações são feitas on-line, sendo que 40% via celular e 60% via internet banking

Porém, o número de transações via celular vem crescendo. O estudo apontou ainda que o valor saltou de 1,7 milhão para 3 milhões no mesmo período - o que representa uma expansão de 76%. 

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

FINAL DE ANO TURBINADO

Cosan (CSAN3) vai pagar R$ 700 milhões em dividendos e você tem apenas mais uma semana para garantir a bolada; entenda

O pagamento deverá cair na conta dos acionistas até o dia 28 de novembro; veja o que é preciso fazer para ter direito ao montante

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa emplaca mais um dia de alta, Brasil se destaca entre os países mais desiguais do mundo e surge uma nova estrela no mundo cripto; confira os principais destaques do dia

Depois de livrar o Ibovespa de muitos apuros no primeiro semestre e sustentar o índice no azul mesmo diante dos problemas político-fiscais e econômicos enfrentados pelo país, a alta histórica do minério de ferro se transformou em um movimento de queda livre. Não por acaso, nos últimos meses a bolsa brasileira renovou as mínimas do […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa aproveita alta das commodities e do mercado internacional para emplacar quarto pregão de alta; dólar recua mais de 1%

O alívio com a variante ômicron e a calmaria no noticiário político ajudam o Ibovespa a buscar recuperação na reta final de 2021

Oportunidade animal

Seu bichinho de estimação pode render na bolsa: Petz (PETZ3) vai acelerar aquisições após oferta de ações

Depois de colocar R$ 700 milhões no bolso, a empresa tem uma série de ativos sendo analisados, segundo o fundador e presidente da empresa, Sergio Zimerman

EXPORTAÇÕES MAIS CARAS

Gasolina mais barata? Projeto de lei quer estabilizar preço dos combustíveis; medida não assusta e ações da Petrobras (PETR4) sobem

Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou, nesta terça-feira, projeto de lei estabelecendo alíquotas mínimas para o imposto de exportação que incide sobre o petróleo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies