Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-27T08:11:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
decisão

Japão mantém taxa básica de juros em -0,10%

BoJ anunciou que vai quase triplicar as dívidas corporativas em seu balanço para 20 trilhões de ienes (US$ 186 bilhões)

27 de abril de 2020
7:54 - atualizado às 8:11
japão anúncio
Imagem: Shutterstock

Na mesma reunião nesta segunda-feira em que decidiu manter a sua taxa básica de juros, a de depósitos, em -0,10%, o Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) anunciou que vai quase triplicar as dívidas corporativas em seu balanço para 20 trilhões de ienes (US$ 186 bilhões) para facilitar o financiamento para companhias afetadas pelo novo coronavírus, e projetou uma contração acentuada da economia neste ano fiscal. A meta para o rendimento do JGB com vencimento de 10 anos foi mantida em torno de 0%.

A autoridade monetária estipulou esta nova meta para o portfólio de bônus corporativos e a dívida corporativa de prazo mais curto chamada commercial paper. Antes, a meta combinada total para esses títulos era de 7,4 trilhões de ienes. O BoJ também elevou o limite por emissor de 100 bilhões em ambos os casos para 500 bilhões de ienes em commercial papers e para 300 bilhões de ienes em bônus corporativos.

Na sua reunião de política monetária anterior, em março, o banco central havia elevado as suas metas para dívida corporativa no balanço a proporções menores.

O aumento dá continuidade a uma série de intervenções no mercado de crédito por parte dos grandes bancos centrais do mundo.

O BoJ, além disso, se desfez da sua meta anterior de comprar cerca de 80 trilhões de ienes em bônus do governo japonês (JGBs) anualmente. A sua nova promessa é de comprar tantos bônus quanto forem necessários para manter o rendimento do título de 10 anos em 0%.

As projeções do BoJ para a economia japonesa também sofreram alterações. Para o Produto Interno Bruto (PIB), a estimativa da instituição para o ano fiscal atual, que termina em março de 2021, passou de um crescimento modesto de 0,9% para um encolhimento na faixa entre 3% e 5%. Já no caso do núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI) que exclui componentes de alimentos frescos, a projeção passou de avanço de 0,9% para um recuo na faixa entre 0,4% e 0,8%.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Passo à frente

Rumo ao “outro patamar”: EQI, que trocou a XP pelo BTG, recebe autorização para abrir corretora

Depois de ser pivô de disputa entre os bancos, escritório de agentes autônomos dá um passo decisivo para ter “vida própria” no mercado

Estreia forte

Ações da ClearSale estreiam na bolsa com disparada de 20% após IPO

No 40º IPO na B3 no ano, empresa de soluções antifraude movimentou pouco mais de R$ 1 bilhão

Deu ruim, Jeff Bezos

Quando o bom não é suficiente: Amazon despenca e afunda o Nasdaq após trimestre frustrante

As ações da Amazon têm a maior queda desde março do ano passado, afetadas pela perspectiva de desaceleração no crescimento das receitas

Débito, crédito e bitcoin

Com “super app”, PayPal quer ajudar você a pagar as contas com bitcoin; veja detalhes

No início deste mês, a empresa aumentou o limite de compra de criptomoedas de US$ 20 mil para US$ 100 mil ao ano

Contas do governo

Dívida Bruta do governo fecha junho a R$ 6,729 trilhões, 84% do PIB, diz Banco Central

No melhor momento da série, em dezembro de 2013, a dívida bruta chegou a 51,5% do PIB

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies