Menu
2020-03-19T13:36:14-03:00
Estadão Conteúdo

Fitch revisa previsão de crescimento global de 2,5% para 1,3%

Na avaliação da agência, as respostas de emergência na política macroeconômica “são puramente redução de danos neste estágio

19 de março de 2020
13:32 - atualizado às 13:36
crescimento pib projeção
Imagem: Shutterstock

A Fitch revisou nesta quinta-feira, 19, sua projeção para o crescimento econômico global, de 2,5% esperados em dezembro de 2019 para "apenas 1,3%" agora, afirma a agência em relatório. "A crise do coronavírus está esmagando o PIB global", diz o título do documento, que traz declaração de Brian Coulton, economista-chefe da Fitch, segundo a qual "para todas as intenções e propósitos, estamos em território de recessão global".

A agência aponta que sua revisão deixa o PIB global US$ 850 bilhões menor do que na projeção anterior. Além disso, destaca que pode haver inclusive recessão global neste ano, se forem tomadas medida de restrição de circulação ("lockdown") mais abrangentes em todas as economias do G-7.

Na avaliação dela, as respostas de emergência na política macroeconômica "são puramente redução de danos neste estágio, mas devem ajudar a assegurar uma recuperação em formato de 'V' no segundo semestre de 2020, embora isso parta do pressuposto de que a crise de saúde diminuirá".

A Fitch projeta que o PIB da China recue mais de 5%, em números não anualizados, no primeiro trimestre, com queda de 1,0% na comparação anual.

A boa notícia, lembra, é que o número diário de novos casos de coronavírus no país tem recuado, o que pode abrir espaço para uma recuperação forte no segundo trimestre. O impacto dos problemas nas cadeias de produção e na demanda menor da China, contudo, continuará a ser sentido por algum tempo, sobretudo no restante da Ásia e na zona do euro, diz.

A agência prevê ainda que o preço do barril do petróleo tipo Brent fique em média em US$ 41 em 2020, quando em dezembro projetava US$ 62,50. Em 2021, projeta em média US$ 48 para o barril do Brent (de US$ 60 anteriormente).

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Desmatamento em foco

Varejistas europeus ameaçam boicote a produtos do Brasil por risco à Amazônia

O movimento foi visto como “precipitação” por empresários brasileiros que acompanham dois projetos de lei que tramitam no Congresso sobre o tema

CÉU DE BRIGADEIRO

No pós-Copom, Ibovespa tem tudo para amanhecer com céu azul e sol brilhante

Com o Banco Central fora da cena principal, bolsa brasileira tem tudo para acompanhar o apetite por risco no exterior

Troca de presidência

Carlos Brito vai deixar o comando da AB InBev em 1º de julho

O substituto de Brito no comando da AB InBev também é brasileiro: o engenheiro catarinense Michel Dukeris, que ingressou na AmBev em 1996

primeiro trimestre

TIM anuncia alta de 57,9% do lucro e venda de controle da FiberCo

Receita líquida somou R$ 4,340 bilhões, ligeira alta de 3% sobre igual período do ano anterior

recuperação

Lucro líquido da Copel soma R$ 795 milhões no 1º trimestre, alta de 55,6%

Já a receita operacional líquida acumulada até março de 2021 somou R$ 4,985 bilhões, alta de 22,6% sobre o mesmo período do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies