Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-06-23T10:52:19-03:00
Estadão Conteúdo
efeitos da crise

Comércio mundial deve registrar tombo anual de 18,5% no segundo trimestre, diz OMC

Entidade ressalta que as medidas anunciadas por diferentes autoridades para amortecer os efeitos econômicos da covid-19 têm surtido efeito

23 de junho de 2020
10:52
Sede da Organização Mundial do Comércio (OMC)
Sede da Organização Mundial do Comércio (OMC) - Imagem: Shutterstock

O comércio mundial deve registrar um tombo de 18,5% no segundo trimestre deste ano, na comparação anual, apontam estimativas preliminares da Organização Mundial do Comércio (OMC), evidenciando o forte impacto da pandemia do novo coronavírus na economia do globo.

No primeiro trimestre de 2020, o volume de trocas recuou a ritmo bem menos acentuado, de 3%, na mesma base comparativa.

Por outro lado, a OMC ressalta que as medidas anunciadas por diferentes autoridades para amortecer os efeitos econômicos da covid-19 têm surtido efeito e, por isso, é improvável que o comércio global atinja o cenário pessimista projetado em abril, de tombo de 32% em 2020. "Atualmente, o comércio só precisa crescer 2,5% por trimestre no restante do ano para atender à projeção otimista de abril, de contração de 13%", informa nota da organização multilateral.

A OMC entende que o segundo semestre já representa o "fundo do poço" para o comércio global, mas pondera que uma eventual segunda onda de infecções pelo novo coronavírus pode oferecer um cenário adverso e alterar as estimativas.

"A queda no comércio que estamos vendo agora é historicamente grande. Mas poderia ter sido muito pior", destaca o diretor-geral da entidade, Roberto Azevêdo.

"As decisões políticas têm sido cruciais para amenizar o golpe contínuo na atividade e no comércio, e continuarão a desempenhar um papel importante na determinação do ritmo da recuperação econômica. Para que a produção e o comércio se recuperem fortemente em 2021, todas as políticas fiscais, monetárias e comerciais precisarão continuar seguindo na mesma direção", alerta o dirigente.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ampliação dos negócios

Cosan (CSAN3) paga R$ 1,5 bilhão por fatia na Radar, gestora de propriedades agrícolas

Companhia já detinha uma participação na Radar; após a conclusão da operação e uma reorganização societária, a Cosan será dona de mais de 50% do capital social

o melhor do seu dinheiro

Caso Lehman Brothers: não vale a pena ver de novo

Se tem um roteiro que o mercado financeiro não quer ver se repetindo, é o de uma crise financeira desencadeada pela quebra de uma grande empresa, como foi o caso da falência do banco Lehman Brothers em 2008, que marcou o início da grave crise dos subprime. Nem mesmo em uma escala menor, como é […]

força do esg

Environmental ESG, da Ambipar, busca IPO de R$ 3 bilhões para dar gás às aquisições

Preço da faixa indicativa está entre R$ 15,50 e R$ 20,50; após IPO, 43,8% do capital social estará em circulação no mercado com as ações

MERCADOS HOJE

Evergrande injeta temor no mercado global e bolsas têm dia de fortes perdas; Ibovespa fecha no menor nível desde novembro

Temor de que os problemas da incorporadora chinesa gerem uma reação em cadeia no mercado global afundou as bolsas nesta segunda-feira (20)

Ruído político

Congresso não participou de debate sobre aumento no IOF, revela presidente da Câmara

Arthur Lira também declarou que quer avançar com a reforma administrativa e uma solução para a questão dos precatórios ainda nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies