Menu
2020-05-02T15:57:49-03:00
solução?

Cielo adapta maquininhas para auxílio emergencial de R$ 600 da Caixa

Novidade pode ajudar a diminuir as longas filas que têm se formado nas agências da Caixa

2 de maio de 2020
15:57
Maquininha Cielo
Imagem: Shutterstock

A Cielo, controlada por Bradesco e Banco do Brasil, adaptou uma de suas maquininhas para aceitar pagamentos com o cartão de débito virtual do auxílio emergencial, que está sendo pago pela Caixa Econômica Federal. O Carrefour Brasil será o primeiro varejista a oferecer a solução, que estará disponível em 480 pontos de venda a partir da próxima semana.

A novidade pode ajudar a diminuir as longas filas que têm se formado nas agências da Caixa por conta do pagamento do auxílio emergencial, no valor mensal de R$ 600. Dos mais de 50 milhões de brasileiros aprovados e que já estão recebendo a primeira parcela do benefício - serão ao menos três meses, 80% foram até o banco sacar os recursos. Somente 20% fizeram transferências eletrônicas ou pagamentos em compras virtuais.

O problema é que boa parte das pessoas que estão recebendo o benefício não tem conta em banco. Para viabilizar o acesso aos recursos, a Caixa desenvolveu contas poupanças digitais, uma espécie de carteira virtual, e tem creditado o pagamento nelas. Como não há um cartão físico para efetuar o pagamento de compras, para essas pessoas, a única alternativa é ir até uma agência. "A solução reduz a necessidade de os beneficiários enfrentarem longas filas para sacar os recursos nos bancos, diminuindo riscos de contaminação", afirma o presidente da Cielo, Paulo Caffarelli.

O pagamento de compras com o auxílio emergencial será feito em uma espécie de maquininha inteligente, a LIO. Lançada há alguns anos, ainda é pouco utilizada no varejo brasileiro. A Cielo tem cerca de 100 mil terminais inteligentes frente a um total de maquininhas de cerca de 1,5 milhão espalhados pelo Brasil.

Para adaptar a LIO, a Cielo desenvolveu um aplicativo que viabiliza a transação. Por meio dele, os vendedores inserem os dados do cartão de débito virtual da Caixa na maquininha tais como número, validade e código de segurança, e o pagamento é concluído em segundos. "Os brasileiros poderão usar o saldo do cartão diretamente em compras nos estabelecimentos comerciais", explica o presidente da Cielo.

A Cielo negocia a oferta das maquininhas para a captura de transações com o pagamento com recursos do auxílio emergencial em outras redes de varejo. Há conversas adiantadas para uma parceria com uma rede de drogarias. A companhia não abre, contudo, o nome de futuros parceiros.

Como usar

No Carrefour, primeiro a oferecer a maquininha no varejo, a solução da Cielo estará disponível a partir da próxima quarta-feira, dia 6, em seus hipermercados e supermercados. Em lojas de conveniência, drogarias e postos de combustíveis, chega na sexta-feira, dia 8.

O presidente do Carrefour Varejo no Brasil, Luis Moreno, diz que esta é mais uma iniciativa da companhia para atender à população em meio à pandemia e viabilizar o acesso a alimentos e itens essenciais. O grupo varejista adaptou um plano de emergência para reduzir riscos de contágio em sua rede, que é a maior do País, conforme o ranking da Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Além disso, o Carrefour Brasil contratou 5 mil funcionários para reforçar as equipes durante a pandemia e congelou o preço de 200 itens de sua marca própria por ao menos dois meses. "Estamos comprometidos a atender aos consumidores com toda a segurança e nossas lojas estão preparadas com rígidos protocolos de higiene", diz Moreno.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Covid no Brasil

Brasil chega a 465,1 mil casos por coronavírus e 27,8 mil mortes

Do total de casos confirmados, 189.476 pacientes foram recuperados

Agência de telecomunicações

Anatel acata decisão judicial e aprova regra que retira sigilo de ligações

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) regulamentou a questão ontem, 28, em cumprimento a uma decisão da Justiça Federal do Sergipe

seu dinheiro na sua noite

Adam Smith e o PIB da pandemia

A economia funciona desta forma: a produção de bens e serviços só existe em função do consumo. Essa conclusão não é minha, é claro, mas de Adam Smith. Citar o “pai” do liberalismo em um raro momento de consenso sobre a necessidade de maior atuação do Estado para conter os efeitos do coronavírus na economia […]

De novo

CVC adia mais uam vez entrega do balanço do quarto trimestre de 2019

A operadora e agência de viagens CVC informou nesta sexta-feira, 29, que as suas demonstrações financeiras referentes ao exercício de 2019 só devem ser apresentadas até 31 de julho

Auxílio emergencial

Caixa abre mais de 2 mil agências no sábado

Por enquanto, apenas quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril e nasceu em janeiro pode sacar o valor

Saldo positivo

Após muita volatilidade, dólar acumula queda de 1,83% em maio; Ibovespa sobe 8,57% no mês

Uma suavização nos fatores de risco domésticos e globais permitiu que o dólar se despressurizasse em maio e levou o Ibovespa de volta aos 87 mil pontos

Presidente da Câmara

Maia rechaça aumento de impostos para suprir queda na receita e defende reformas

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que considera difícil qualquer tipo de aumento na carga tributária para compensar a queda de receita pública por causa da pandemia de covid-19

Para dirigentes de instituições

CMN estende restrição de dividendos até dezembro de 2020

O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu estender até dezembro de 2020 a regra que proíbe o aumento na remuneração de dirigentes de instituições financeiras e a distribuição de dividendos acima do mínimo obrigatório

Campos Neto fala

Para BC, é possível que efeitos do isolamento persistam até metade de 2021

Para Campos Neto, o medo que as pessoas sentem de serem contaminadas fará com que muitos mantenham hábitos adquiridos durante o período de quarentena

Com pandemia

20 mil testes foram realizados em empregados para detectar covid-19, diz Petrobras

Os testes fazem parte das medidas de segurança utilizadas pela empresa para conter o avanço da doença

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements