Menu
2020-01-02T15:11:11-03:00
Estadão Conteúdo
MERCADO IMOBILIÁRIO

Caixa lançará em março crédito imobiliário com juro prefixado, diz Guimarães

Hoje o banco oferece linhas de crédito corrigidas pela Taxa Referencial (TR) ou pelo índice oficial de inflação, o IPCA.

2 de janeiro de 2020
14:58 - atualizado às 15:11
Caixa Econômica Federal
Caixa Econômica Federal - Imagem: Shutterstock

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse nesta quinta-feira, 2, que o banco deve lançar em março linha de crédito com juro prefixado. "Você vai poder contratar crédito de 30 a 35 anos e saber quanto vai pagar neste período", afirmou.

Hoje o banco oferece linhas de crédito corrigidas pela Taxa Referencial (TR) ou pelo índice oficial de inflação, o IPCA. Guimarães disse esperar que a migração entre linhas de crédito imobiliário se multipliquem com o lançamento da terceira opção de financiamento.

"Vale lembrar que, quando a Caixa lançou, há alguns meses, criticava-se muito, mas hoje 16 bancos oferecem crédito imobiliário pelo IPCA", disse o presidente do banco. As declarações foram feitas após Guimarães se reunir com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto.

Saque do FGTS

O presidente da Caixa disse que o Banco Central divulgou números desatualizados sobre saques do FGTS. Segundo Guimarães, foram sacados até 60% dos recursos disponibilizados pelo fundo. A ideia, disse ele, é que o porcentual chegue 70% ao final das operações.

Em 20 de dezembro, o Banco Central divulgou que somente 44% dos recursos liberados foram efetivamente sacados pelos beneficiários. "Eles tinham dados desatualizados", alegou Guimarães.

O presidente da Caixa disse que 1 milhão já pediram acesso a recursos do "saque-aniversário" da parcela do FGTS.

Devolução do IHCD

Guimarães disse que a Caixa deve fazer nova devolução dos chamados Instrumentos Híbridos de Capital e Dívida (IHCD) neste ano. "A cada trimestre a gente pode devolver mais um valor porque vai tendo mais lucro", afirmou.

Segundo ele, o banco está preparado para a operação, mas depende de decisões de órgãos reguladores, como CVM e B3. "Por nós, o mais rápido (sobre prazo). São etapas que tem todos os órgãos reguladores, mas a gente está muito preparado para essas operações", afirmou.

A Caixa devolveu ao governo um total de R$ 11,350 bilhões de IHCD em 2019. O valor trata de empréstimos feitos durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

desafio dos 21 dias

Lição #14: De olho na sua reserva de emergência

Na lição #14 do Desafio dos 21 dias do Felipe, ele chamou a atenção dos investidores para a reserva de emergência, aquele dinheirinho destinado para o seu ‘colchão’ de liquidez… Na sua visão, antes mesmo de começar a aplicar dinheiro, é preciso pensar bem onde alocar a sua reserva. E, depois do que aconteceu em […]

Produto Interno Bruto

PIB pode cair em torno de 4% em 2020, diz Guedes

Ministro afirma que o o Brasil gastou 10% do Produto Interno Bruto na ‘operação de resgate na pandemia’; projeções de mercado estão em recuo de 5,5% a 5,0%

DEVAGAR COM O ANDOR

‘Há grande trabalho a fazer antes de decisão sobre moedas digitais’, diz presidente do Fed

Powell diz que é preciso ter certeza que divisas digitais podem melhorar a efetividade e segurança do sistema de pagamentos

Facilitação do comércio

Bolsonaro cita pacote de acordos comerciais e anticorrupção com os EUA

Presidente afirma que o Brasil vai continuar sua ‘ambiciosa agenda de reformas’, após a aprovação da reforma da previdência

DE SAÍDA?

C&A sobe mais de 8% após notícia sobre controlador querendo vender sua fatia na empresa

Família controladora já se desfez de participações no México e na China para se concentrar na Europa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements