Menu
2020-10-14T18:51:39-03:00
Estadão Conteúdo
marca histórica

Caixa atinge recorde de R$ 500 bi em crédito habitacional e anuncia corte de juro

Caixa também vai prorrogar até o fim do ano a possibilidade de carência para início do pagamento das parcelas dos novos contratos imobiliários

14 de outubro de 2020
18:51
Caixa Economica Federal
Imagem: Shutterstock

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta quarta-feira, 14, que atingiu em outubro a marca histórica de R$ 500 bilhões em crédito habitacional e novas medidas para estimular o setor e ajudar a amenizar o impacto que a pandemia tem criado na capacidade de pagamento das pessoas físicas. A Caixa informou ainda que o saldo da carteira de crédito habitacional do banco cresceu 13,4% desde janeiro de 2019, quando totalizava R$ 441 bilhões.

Entre essas medidas, a Caixa anunciou redução de 0,50 ponto porcentual nos empréstimos que têm recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e baseados na TR, sendo que a taxa mínima caiu para TR mais 6,25% ao ano e máxima para TR mais 8% ao ano. A nova taxa passa a valer no dia 22 de outubro.

A Caixa também vai prorrogar até o fim do ano a possibilidade de carência para início do pagamento das parcelas dos novos contratos imobiliários. Na aquisição de imóveis novos, para os clientes pessoas físicas, o pagamento do encargo mensal, composto de juros e amortização, incidirá após seis meses da contratação. Nesse período, serão cobrados seguros e taxa de administração do contrato. A Caixa estima alcançar mais de 30 mil clientes até o final do ano com essa medida.

O banco vai também permitir o pagamento parcial da prestação para mutuários que apresentarem dificuldade para retomar o pagamento integral da prestação habitacional. Nesse caso, conforme o perfil, o cliente poderá pagar 75% da prestação, por até seis meses, ou entre 50% a 75% da prestação, por até três meses. Com essa medida, a Caixa entende que beneficia mais de 620 mil clientes. O banco informou também promoverá feira online da Casa Própria e oferecerá a partir de 19 de outubro o crédito habitacional 100% digital.

De acordo com o banco público, desde o início do ano passado, foram concedidos R$ 172 bilhões em crédito imobiliário pela Caixa, beneficiando 887 mil famílias e 2,8 milhões de pessoas. No mesmo período, foram contratados 3,6 mil empreendimentos para a produção de 450 mil novas unidades habitacionais, gerando 1,2 milhão de empregos diretos e indiretos.

Segundo a Caixa, de janeiro de 2019 até agosto de 2020, a participação de mercado do banco na contratação de financiamentos imobiliários com recursos do SBPE evoluiu de 24,8% para 44,9%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

dragão à vista

Economistas voltam a piorar projeções para inflação e dólar em 2021

Possibilidade de dólar fechar o ano abaixo de R$ 5,00 ficou ainda mais remota, segundo mediana de projeções divulgada pelo BC

O melhor do Seu Dinheiro

Quem vai ganhar a corrida das varejistas?

Quem será o novo Magazine Luiza? Essa pergunta virou quase um clichê no mercado depois que a varejista se tornou um dos maiores casos de sucesso da bolsa, com uma valorização de quase 35.000% desde dezembro de 2015. Entre o antigo modelo de lojas de rua e o promissor varejo online, o segredo da empresa […]

alívio no caixa

Governo reabre programa para renegociação de dívidas das empresas

A ideia é proporcionar um alívio no caixa das empresas no momento em que governadores decretaram o fechamento de estabelecimentos não essenciais devido ao colapso em seus sistemas de saúde

briga de galo

IMC mantém, por ora, contrato de franquia com KFC

Juízo indefere pedido da KFC de revogação da exclusividade da IMC na administração das operações KFC no Brasil

Liberalismo sob medida

Ala liberal perde terreno e aponta falhas no governo

Após a interferência na Petrobras e rumores de que Guedes sairia do governo, pacote de medidas liberais está em cheque

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies