Menu
2020-08-12T13:10:05-03:00
Leticia Camargo
Leticia Camargo
É repórter do Seu Dinheiro. Está cursando jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou por agência de marketing digital, onde trabalhou com estratégias de SEO e marketing de conteúdo.
No preço

BTG rebaixa recomendação para ações da Linx após confirmação de negócio com Stone

Analistas consideram que preço atual das ações da Linx já reflete as condições propostas pelo acordo de fusão

12 de agosto de 2020
13:10
Linx
Imagem: Shutterstok

O BTG Pactual decidiu rebaixar a recomendação para as ações da Linx de "compra" para "neutro" depois de acordo com a Stone, pois avalia que o preço atual das ações já reflete as condições propostas pelo negócio. Assim, indicam certa desvantagem na oferta.

Ontem, a Stone confirmou que assinou um acordo de fusão com a Linx em negociação de R$ 6,04 bilhões. A notícia fez com que os papéis da Linx (LINX3) disparassem 31,5% na última terça-feira na B3, chegando a R$ 34,40. Hoje, os papéis recuavam 5,76% perto das 12h30, para R$ 32,42, mas o preço-alvo do BTG para 12 meses é de R$ 28. Acompanhe nossa cobertura completa de mercados.

O BTG avaliou que essa seria uma estratégia perfeita e que, a princípio, faria muito sentido. Afinal, a Stone irá receber 45,6% do setor de varejo do Brasil, que é a participação de mercado da Linx em software de gestão de varejo.

O que está em jogo

A transação da Linx com a Stone irá envolver uma incorporação de ações, com cada ação ordinária da Linx sendo convertida para uma ação preferencial classe A da Stone. Feito isso, cada ação preferencial da Stone será resgatada com pagamento em dinheiro de R$ 30,39.

Com base no fechamento de preço da Stone de US$ 52,39, cada ação da Linx será avaliada em R$ 33,98. E, como a maior parte do pagamento (89,4%) será feito em dinheiro, os acionistas da Linx não estarão expostos ao desempenho das ações da Stone, segundo o BTG.

Sendo assim, o movimento de 20% das ações da Stone poderia acrescentar apenas 2% extras aos acionistas da Linx. O que, portanto, não é vantajoso no ponto de vista dos analistas.

A chance de uma virada

A chance de ter riscos positivos nessa negociação, de acordo com o BTG, existiria somente se houvesse uma guerra de lances para as ações da Linx. Assim, o investidor poderia sair ganhando se mais alguém se lançasse à disputa pela empresa de tecnologia.

Embora improvável, os analistas ressaltam que não se deve descartar a possibilidade de que isso se concretize. Ainda, afirmam que a Rede pode ser um dos fortes concorrentes da Stone nessa jogada.

A Rede fica com 40% (R$ 35,6 bilhões) dos R$ 89 bilhões de TPV (índice que avalia a participação de uma empresa no mercado) processados no TEF da Linx. Assim, cerca de 7,3% do TPV total da Rede poderia cair nas mãos da Stone.

Apesar do risco da perda, o movimento estratégico e ousado da Stone poderia dar à Rede alguma vantagem no mercado de adquirentes.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Números da pandemia

Número de óbitos por covid-19 passa de 435 mil; casos passam de 15,6 milhões

Mais de mil mortes e 40 mil novos casos foram registrados nas últimas 24 horas

Cripto

Musk dá a entender que Tesla pode se desfazer de Bitcoins que já recebeu

Comentário sobre a criptomeda foi feito em interação em rede social.

Trilhões em jogo

Ao defender pacote, Biden diz que EUA precisam de infraestrutura confiável

O projeto sofre oposição, entretanto, até mesmo de alguns meses do partido do presidente

Força-maior

Com morte de Covas, Ricardo Nunes assume definitivamente a prefeitura de São Paulo

Vice estava no cargo desde que Covas licenciou-se no início de maio; ele decretou luto oficial de 7 dias pela morte do prefeito

Ainda no papel

Queiroga diz que ministério estuda campanha de testagem contra covid-19

Botucatu abriu hoje vacinação em massa da população para pesquisa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies