A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-03-19T15:46:58-03:00
Estadão Conteúdo
Primeiros passos

Mourão diz que reforma da Previdência não é “solução de todos os males”

Presidente em exercício também afirmou que, enquanto as reformas não forem concluídas, será “um massacre” para os cidadãos

19 de março de 2019
15:11 - atualizado às 15:46
Hamilton Mourão, vice-presidente da República
Mourão defendeu que é preciso primeiro organizar o sistema tributário no país - Imagem: Flickr/Palácio do Planalto

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, afirmou nesta terça-feira, 19, que a reforma da Previdência não é a solução de todos os males, mas sim um passo inicial. Em palestra a empresários do Distrito Federal, Mourão disse que a aprovação da reforma criará um ambiente de confiança. "Os investidores verão que o governo estará cumprindo promessas de campanha", disse o presidente em exercício.

Mourão enfatizou que a reforma não irá solucionar da noite para o dia a crise fiscal do País, mas, reforçou, é "o passo inicial". Na avaliação dele, o início do segundo semestre seria o prazo ideal para aprovação da reforma. "Isso é o ótimo. Mas o ótimo é inimigo do bom."

O presidente em exercício também defendeu uma reestruturação do sistema tributário para "dar condições para que o País possa voltar a crescer".

Para ele, enquanto todas as reformas não forem concluídas, será "um massacre" para os cidadãos. "Vamos reformar a Previdência, o sistema tributário, privatizar tudo o que tiver que ser privatizado e reformar o sistema educacional. Vamos também tirar o peso das costas de quem produz", disse.

Questionado por empresários, Mourão defendeu que é preciso primeiro organizar o sistema tributário, reduzir o peso de cada imposto e incluir todos na base de pagamento.

"Precisamos organizar o sistema, ele é caótico. Não sabemos o que temos que pagar. O passo seguinte será a redução do peso de cada um desses impostos. Todo mundo tem que estar na base pagadora. Todo mundo vai pagar, mas vai pagar menos", disse. Mourão, no entanto, afirmou que os detalhes de uma proposta que pode ser apresentada pelo governo no futuro está nas mãos do secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra.

Mourão disse que há um preço que o País terá que pagar no curto prazo para que no longo prazo "a nação sorria para todos". O presidente em exercício destacou que o problema estrutural do País é "o pequeno crescimento econômico e a deterioração das contas públicas".

A fala do vice de Bolsonaro também contemplou a defesa de uma abertura da economia, porém de forma "lenta, gradual e segura". "Temos que abrir a economia para o comércio mundial. Mas essa abertura tem que ser lenta, gradual e segura. Porque, enquanto não reformarmos o sistema tributário, será um massacre para nossa produção local", disse.

Defesa de Bolsonaro

Em seu discurso, Mourão saiu em defesa do presidente Jair Bolsonaro ao dizer que ele "não é uma ameaça à democracia". "Bolsonaro é um estadista, ele está pensando no futuro do País", disse. Mourão também afirmou que o governo atual "resgatou a confiança do povo brasileiro" e a primeira demonstração para isso foi a formação de um ministério menor e composto por indicações técnicas.

Durante a abertura do evento, o empresário Paulo Octávio destacou que o setor produtivo de Brasília espera do governo "muita eficiência" para atender às necessidades da população e dos empresários. Ele também afirmou que o grupo apoia a reforma da Previdência e defende a reestruturação do sistema tributário do País.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Foi tudo graças à peak inflation

11 de agosto de 2022 - 11:07

Imagine dois financistas sentados em um bar. Um desses sujeitos é religioso, enquanto o outro é ateu. Eles discutem sobre a eventual existência de bull markets

MARKET MAKERS

Os princípios: Conheça Ray Dalio, gestor do maior hedge fund do mundo, e seu manual para conseguir o que deseja na vida

11 de agosto de 2022 - 10:47

O livro Princípios se propõe a ser um manual sobre vida e trabalho que Dalio resolveu escrever contendo seus critérios de tomada de decisão que colecionou ao longo da sua vida

Cadê o retorno?

XP (XPBR31) na berlinda: JP Morgan corta recomendação para neutro e diz que o mercado quer ver lucro

11 de agosto de 2022 - 10:33

O JP Morgan mostrou-se preocupado com o salto nos custos e despesas da XP (XPBR31) no trimestre, o que pressionou as margens da empresa

ACELERANDO NA RETA

Bitcoin (BTC) busca os US$ 25 mil, mas alta é ofuscada por disparada de 12% do ethereum (ETH); confira que movimenta as criptomoedas hoje

11 de agosto de 2022 - 10:09

Os investidores estão otimistas com a atualização do ethereum: em julho deste ano, o ETH acumulou alta de 57,7% e sobe 14,9% nos primeiros dias de agosto

NADA DIPLOMÁTICO

Paulo Guedes fala em “ligar o foda-se” para França, maior empregador estrangeiro no Brasil

11 de agosto de 2022 - 9:36

O país europeu é terceiro que mais investe no Brasil; as exportações para a França vêm crescendo 18% neste ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies