Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-04T14:44:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Projeto ambicioso

Doria quer todos os aeroportos de São Paulo privatizados até 2020

Anúncio foi feito pelo governador paulista durante evento para anunciar o corte na alíquota de ICMS sobre o querosene de aviação

5 de fevereiro de 2019
14:33 - atualizado às 14:44
João Doria
Doria: "faremos a privatização de todos os aeroportos de São Paulo. Indistintamente"Imagem: Shutterstock

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que uma reunião nesta terça-feira, 5, com a equipe de Parcerias Público Privadas (PPP), definiu como meta que todos os Aeroportos de São Paulo sejam privatizados até o ano que vem.

"Faremos a privatização de todos os aeroportos de São Paulo. Indistintamente", reafirmou o governador. "O prazo para que as concessões sejam colocadas de pé é esse ano. Ano que vem, nossa estimativa é que todos os aeroportos já sejam controlados por Parcerias Público Privadas", disse.

A fala de Doria foi feita nesta terça-feira, durante evento para anunciar o corte na alíquota de ICMS sobre o querosene de aviação (QAV).

O evento contou com a presença de representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), além dos presidentes da Gol Latam, Azul, Avianca e Passaredo.

Meirelles e o "stopover"

Quem também estava presente no encontro do governo paulista com a Anac era o secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles. Em seu discurso, o ex-ministro de Temer falou sobre o "stopover", um modelo de visita de passageiros em conexão que o governo pretende implantar nos aeroportos do Estado.

Meirelles afirmou que São Paulo tem condições de ter um "stopover" médio de dois dias. "As pessoas podem ficar em São Paulo para uma atividade de lazer aqui ou no interior", disse. Esse tipo de projeto é largamente utilizado em países da Europa.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies