Menu
2019-04-04T14:44:01-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Projeto ambicioso

Doria quer todos os aeroportos de São Paulo privatizados até 2020

Anúncio foi feito pelo governador paulista durante evento para anunciar o corte na alíquota de ICMS sobre o querosene de aviação

5 de fevereiro de 2019
14:33 - atualizado às 14:44
João Doria
Doria: "faremos a privatização de todos os aeroportos de São Paulo. Indistintamente"Imagem: Shutterstock

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que uma reunião nesta terça-feira, 5, com a equipe de Parcerias Público Privadas (PPP), definiu como meta que todos os Aeroportos de São Paulo sejam privatizados até o ano que vem.

"Faremos a privatização de todos os aeroportos de São Paulo. Indistintamente", reafirmou o governador. "O prazo para que as concessões sejam colocadas de pé é esse ano. Ano que vem, nossa estimativa é que todos os aeroportos já sejam controlados por Parcerias Público Privadas", disse.

A fala de Doria foi feita nesta terça-feira, durante evento para anunciar o corte na alíquota de ICMS sobre o querosene de aviação (QAV).

O evento contou com a presença de representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), além dos presidentes da Gol Latam, Azul, Avianca e Passaredo.

Meirelles e o "stopover"

Quem também estava presente no encontro do governo paulista com a Anac era o secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles. Em seu discurso, o ex-ministro de Temer falou sobre o "stopover", um modelo de visita de passageiros em conexão que o governo pretende implantar nos aeroportos do Estado.

Meirelles afirmou que São Paulo tem condições de ter um "stopover" médio de dois dias. "As pessoas podem ficar em São Paulo para uma atividade de lazer aqui ou no interior", disse. Esse tipo de projeto é largamente utilizado em países da Europa.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

pandemia

Covid-19: número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registradas mais 3.459 mortes no país

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies