Menu
2019-10-16T15:45:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
dinheiro no bolso

36,9 milhões de correntistas da Caixa já sacaram recurso do FGTS

Saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do fundo tem sido feito de forma escalonada, dependendo da data de aniversário de trabalhador

16 de outubro de 2019
13:52 - atualizado às 15:45
FGTS
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, disse nesta quarta-feira (16), que 36,9 milhões de trabalhadores com conta no banco já sacaram recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) .

Segundo Guimarães, a instituição está preparada para iniciar os pagamentos para os não correntistas do banco nessa semana. "Agora temos o desafio maior de garantir a operação para os trabalhadores que não têm conta na Caixa", afirmou.

O saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do FGTS tem sido feito de forma escalonada, dependendo da data de aniversário de trabalhador. Os correntistas da Caixa já podem sacar os recursos desde 13 de setembro - a estimativa do banco é de que R$ 15 bilhões já foram liberados nessa primeira fase.

Fora da Caixa

A partir dessa sexta feira (18) serão liberados os pagamentos para os aniversariantes de janeiro que não possuem conta na Caixa. No total, 4,1 milhões de trabalhadores nascidos no primeiro mês do ano poderão sacar até R$ 1,8 bilhão, e diversas agência do banco abrirão até mesmo no sábado, 19, para facilitar os saques.

Uma semana depois, em 25 de outubro, recebem os não-correntistas da Caixa que nasceram em fevereiro, e assim por diante: março (8/11), abril (22/11), maio (6/12), junho (18/12), julho (10/01), agosto (17/1), setembro (24/1), outubro (7/2), novembro (14/1) e dezembro (6/3).

Os valores devem ser sacados até 31 de março de 2020. Quem não quiser retirar os valores deve comunicar a Caixa até 20 de abril de 2020.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

COLUNA DO PAI RICO PAI POBRE

3 passos para sobreviver à crise atual no mercado

Um investidor inteligente com educação financeira se concentra menos no que não pode ser controlado — o preço, por exemplo — e mais no que pode ser controlado, como as taxas de juros fixas e as taxas de retorno.

Acabou a crise?

A maldição de maio não pegou de novo: bolsa foi o melhor investimento do mês, e dólar foi o pior

Pelo segundo ano consecutivo, a máxima “sell in may and go away” não se fez valer. Ativos de risco se saíram bem em maio, mas títulos públicos de longo prazo e o dólar tiveram desempenho negativo

Covid no Brasil

Brasil chega a 465,1 mil casos por coronavírus e 27,8 mil mortes

Do total de casos confirmados, 189.476 pacientes foram recuperados

Agência de telecomunicações

Anatel acata decisão judicial e aprova regra que retira sigilo de ligações

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) regulamentou a questão ontem, 28, em cumprimento a uma decisão da Justiça Federal do Sergipe

seu dinheiro na sua noite

Adam Smith e o PIB da pandemia

A economia funciona desta forma: a produção de bens e serviços só existe em função do consumo. Essa conclusão não é minha, é claro, mas de Adam Smith. Citar o “pai” do liberalismo em um raro momento de consenso sobre a necessidade de maior atuação do Estado para conter os efeitos do coronavírus na economia […]

De novo

CVC adia mais uam vez entrega do balanço do quarto trimestre de 2019

A operadora e agência de viagens CVC informou nesta sexta-feira, 29, que as suas demonstrações financeiras referentes ao exercício de 2019 só devem ser apresentadas até 31 de julho

Auxílio emergencial

Caixa abre mais de 2 mil agências no sábado

Por enquanto, apenas quem recebeu a primeira parcela até 30 de abril e nasceu em janeiro pode sacar o valor

Saldo positivo

Após muita volatilidade, dólar acumula queda de 1,83% em maio; Ibovespa sobe 8,57% no mês

Uma suavização nos fatores de risco domésticos e globais permitiu que o dólar se despressurizasse em maio e levou o Ibovespa de volta aos 87 mil pontos

Presidente da Câmara

Maia rechaça aumento de impostos para suprir queda na receita e defende reformas

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que considera difícil qualquer tipo de aumento na carga tributária para compensar a queda de receita pública por causa da pandemia de covid-19

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements