Menu
2019-07-18T10:58:45-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mundo digital

É preciso esforço internacional para tributação justa de techs, diz secretário do Tesouro dos EUA

Mnuchin disse que departamento irá policiar as criptomoedas para que elas não representem “um risco para o sistema financeiro”.

18 de julho de 2019
10:54 - atualizado às 10:58
Steven Mnuchin, Estados Unidos
Steven Mnuchin - Imagem: Shutterstock

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, afirmou nesta quinta-feira, 18, que a Casa Branca irá avançar com a investigação sobre o imposto digital da França destinado a empresas de tecnologia como uma possível medida comercial injusta e que poderia gerar retaliação por parte de Washington.

Segundo ele, é preciso um esforço internacional para que as empresas de tecnologia paguem impostos de forma justa. Em entrevista à rede de TV americana CNBC, o secretário americano também fez comentários sobre a Libra, criptomoeda que o Facebook pretende lançar em 2020.

Mnuchin disse compartilhar as opiniões do presidente Donald Trump sobre moedas virtuais e apontou que o Departamento do Tesouro irá policiar tanto o bitcoin quanto outras criptomoedas com regulações "muito, muito fortes" para que elas não representem "um risco para o sistema financeiro".

"Eu quero ter cuidado com o fato de que qualquer pessoa que esteja usando bitcoin - independentemente de qual seja o preço - está usando o bitcoin para propósitos apropriados, e não para fins ilícitos. E há bilhões de dólares em transações em bitcoin e outras criptomoedas para fins ilícitos", afirmou.

Questionado sobre se o uso de bitcoins em transações ilegais o desqualifica como moeda legítima, Mnuchin disse que o Tesouro "combate os maus atores do dólar todos os dias para proteger o sistema financeiro dos EUA".

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Fechando o cerco

Bitcoin cai 6% após Banco da China ameaçar encerrar contas envolvidas com criptomoeda

Além disso, a retirada de mineradores do país está afetando a taxa de mineração, que valida e dá segurança para a rede do bitcoin

Interesse estrangeiro

IPOs de grandes empresas devem trazer mais investidor estrangeiro para a Bolsa

Desde janeiro, o saldo de dinheiro estrangeiro na B3, a bolsa de valores de São Paulo, já chega a R$ 44 bilhões – número que contrasta fortemente com o primeiro semestre do ano passado

De volta no mercado

Brasil ‘reestreia’ no mercado de fabricação de TV

Agora o movimento de volta das nacionais é capitaneado por três indústrias com tradição na fabricação de eletroportáteis e eletrônicos: Mondial, Britânia e Multilaser.

Perspectiva de crescimento

Pandemia reaquece setor de terrenos e total de lotes disponíveis despenca

De 2018 para cá, o total de lotes disponíveis recuou à metade: de 125,4 mil para 67,4 mil. Só no ano passado, a queda foi de 33%, de acordo com a Aelo

segredos da bolsa

Semana deve ser marcada por fim do prazo da MP da Eletrobas e briga entre BCs e inflação

A semana deve ser marcada por cautela, envolvendo temores em relação à inflação e as movimentações dos BCs pelo mundo. No Brasil, ata do Copom e RTI ficam no radar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies