Menu
2019-01-31T15:47:55-02:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Plataformas de investimento

Cade firma acordo com Correios em caso similar à briga entre BTG e XP

Estatal concorda em pagar R$ 21,9 milhões em processo no qual era acusada de acionar os concorrentes na Justiça para tirá-los do mercado. A denúncia é parecida com a feita pelo banco contra a corretora no órgão antitruste

31 de janeiro de 2019
15:47
Caminhões dos Correios
Imagem: Correios

Os Correios firmaram ontem um acordo com o Cade, órgão de defesa da concorrência, em um caso similar à disputa entre a XP Investimentos e o BTG Pactual no mercado de plataformas de investimento.

O Cade abriu processo contra os Correios em 2013 para apurar a denúncia de que a estatal estaria excluindo concorrentes do mercado de serviços postais por meio de ações judiciais repetidas e sem fundamento objetivo. Essa prática é conhecida no meio jurídico como sham litigation.

Os Correios concordaram em pagar R$ 21,9 milhões e cessar as práticas anticompetitivas para encerrar o processo no Cade.

A denúncia contra os Correios, que foi aberta pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região (Setcesp), é parecida com a que o BTG fez no órgão antitruste contra a XP.

O banco acusa a corretora de ingressar com ações judiciais "infundadas" para causar danos de imagem e impedir a migração de escritórios de agentes autônomos para a concorrência.

Uma das ações foi aberta contra o próprio banco, que desde o mês passado está impedido de abordar agentes autônomos ligados à corretora por uma liminar concedida pela Justiça. A corretora também processou os escritórios One e Cordier, que decidiram migrar para o rival.

A corretora diz que a denuncia é infundada e que se trata apenas de uma medida para ser usada na ação judicial depois que o banco não teve sucesso em derrubar a liminar. A corretora também alega que entrou na Justiça para impedir que o banco e os agentes autônomos usem dados confidenciais de clientes.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

BANCÕES EM ALTA

Lucro do Banco do Brasil sobe 44,7% no 1º trimestre e atinge R$ 4,9 bilhões

O Banco do Brasil (BB) registrou lucro líquido ajustado de R$ 4,9 bilhões no primeiro trimestre deste ano, 44,7% maior que os R$ 3,4 bilhões reportados em igual período de 2020 e 32,9% superior ao resultado obtido nos últimos três meses do ano passado. “O lucro recorde para um trimestre é resultado de uma estratégia […]

Vol é vida?

Lucro líquido da B3 cresce 22,5% e atinge R$ 1,25 bi no 1º trimestre

O lucro líquido recorrente atingiu R$ 1,4 bilhão, alta de 15,5% frente ao mesmo período do ano passado e de 15,2% na comparação com o trimestre anterior

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Carnaval fora de época da Ambev e mais…

O varejo tem várias datas importantes: dia das mães, dia dos pais, dia das crianças, dia dos namorados, Black Friday, Natal… Há uma data comemorativa em quase todos os meses, e todas são aguardadas com ansiedade pelo setor — afinal, qualquer impulso nas vendas é bem vindo. Pois para a Ambev, a coisa funciona um […]

FECHAMENTO DO DIA

Balanços e commodities metálicas ditam o ritmo e Ibovespa fecha em alta; dólar volta à casa dos R$ 5,20

Com a agenda de indicadores fracas e um Copom sem grandes surpresas, os investidores se debruçaram nos números do trimestre e no novo recorde do minério de ferro.

Queda no apetite

Fed sinaliza risco de tombo nos preços de ativos em relatório de estabilidade

O banco central dos EUA demonstrou preocupação com um possível declínio no apetito ao risco dos investidores norte-americanos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies