Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-08T17:59:00-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Plataformas de investimento

BTG Pactual consegue derrubar liminar que proibia abordagem a agentes autônomos da XP

XP obteve a decisão em dezembro, sob a alegação de que a estratégia do BTG para atrair os agentes autônomos vinculados a ela inclui a troca de informações confidenciais dos clientes

8 de abril de 2019
14:53 - atualizado às 17:59
XP e BTG disputam mercado de plataformas de investimento
XP e BTG disputam mercado de plataformas de investimento - Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Depois de mais de três meses, o BTG Pactual conseguiu derrubar hoje no Tribunal de Justiça a liminar que proibia o banco de abordar os agentes autônomos vinculados à XP Investimentos.

A corretora obteve a decisão contra o banco em dezembro, sob a alegação de que a estratégia do BTG para atrair os agentes autônomos vinculados a ela inclui a troca de informações confidenciais dos clientes.

A liminar obtida pela XP também impedia o banco de fazer pagamentos antecipados (luvas) para os agentes autônomos que decidissem sair da XP para trabalhar com a plataforma de investimentos do banco, o BTG Pactual Digital.

O banco também derrubou a proibição para o uso dos chamados "dados anonimizados" dos clientes atendidos pelos agentes autônomos. Em outras palavras, os profissionais poderão informar ao BTG o total de recursos e o número de clientes aos quais prestam assessoria financeira, mas não podem revelar o quanto nem que tipo de investimento cada um deles possui.

Vale lembrar que a XP ainda pode recorrer da decisão ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Embora a liminar tenha sido derrubada, o mérito da ação contra o banco ainda será julgado em primeira instância pelo juiz Luis Felipe Ferrari Benendi.

Contra-ataque

O BTG nega as acusações da XP e decidiu contra-atacar ao entrar com a chamada reconvenção, que no jargão jurídico acontece quando o réu de uma ação decide contestar e acusar o autor do processo de algo que julga lhe prejudicar. O valor indicado da causa é de pelo menos R$ 50 milhões.

Em outra frente, o banco denunciou a XP no Cade, órgão de defesa da concorrência, por um suposto descumprimento do acordo firmado para aprovar a venda de 49,9% do capital para o Itaú Unibanco. Mais especificamente, o compromisso da corretora de não firmar contratos de exclusividade com escritórios de agentes autônomos.

Eu procurei o banco e a corretora, mas ambos informaram que não comentariam o assunto.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Líder do setor

Grupo FSB compra Giusti Comunicação e amplia seu portfólio de agências

Com a chegada da nova empresa, a FSB integra as contas de Aegea, Ame, Alpargatas, EDP, Grupo SBF, Centauro, SBT, Estadão, Protege, Centro Paula Souza e mais em sua lista de clientes

Reforma ministerial

Ciro Nogueira aceita convite de Bolsonaro para chefiar Casa Civil

No último dia 22, Bolsonaro confirmou o convite a Nogueira e a recriação do Ministério do Trabalho e Previdência que antes fazia parte da pasta de Paulo Guedes

Mais novidade

Unifique (FIQE3) estreia na bolsa em queda de 1%

Mesmo com o IPO saindo próximo do piso, a Unifique tem uma estreia no vermelho, em dia negativo para a bolsa brasileira

Decisão unânime

Conselho do Magazine Luiza aprova aquisição da Kabum! por R$ 1 bilhão

A decisão inclui também o pagamento de R$ 2,5 bilhões por meio da emissão de 75 milhões de ações ordinárias da varejista em favor dos acionistas da empresa comprada

De olho em diversificação

De cabeça no mundo cripto: Goldman Sachs pretende lançar ETF focado em blockchain e finanças descentralizadas

O ETF Goldman Sachs Innovate DeFi e Blockchain Equity vai seguir um índice ainda em desenvolvimento da Solactive, uma empresa alemã especializada nesse setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies