Menu
2019-07-19T16:33:36-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Novo negócio

BTG Pactual reforça atuação no varejo com compra de 80% da plataforma de investimento da Ourinvest

Banco manterá a Ourinvest como empresa independente do BTG Pactual digital, plataforma de investimentos voltada para o público de varejo

19 de julho de 2019
15:25 - atualizado às 16:33
Tela do aplicativo da plataforma de investimentos do BTG Pactual
Tela do aplicativo da plataforma de investimentos do BTG Pactual - Imagem: Divulgação

Começou a consolidação no mercado de plataformas de investimento? O BTG Pactual anunciou nesta sexta-feira a compra da 80% da Ourinvest DTVM, que tem como carro-chefe a distribuição de produtos estruturados e imobiliários. O valor do negócio não foi revelado.

O banco manterá a Ourinvest como empresa independente do BTG Pactual digital, a plataforma de investimentos voltada para o público de varejo.

O novo negócio ficará sob o chapéu de Amos Genish, novo sócio trazido pelo banco para comandar sua unidade digital de varejo.

O fechamento da aquisição está sujeito à aprovação do Banco Central e do Cade. O negócio não envolve o Banco Ourinvest nem as operações ligadas a câmbio para empresas e clientes institucionais.

Ralph Bigio, sócio do banco Ourinvest, continuará responsável pelas operações da Ourinvest DTVM, que fechou o ano passado com lucro líquido de R$ 5,2 milhões e R$ 33,1 milhões em ativos.

Como tudo relacionado ao BTG Pactual, os planos de atuação no varejo são ousados. Além da plataforma de investimentos, o banco prepara o lançamento de uma conta digital completa para competir com as fintechs que começam a ganhar corpo nesse mercado.

Dentro da estrutura desenhada para o varejo, o BTG ficará responsável pelos clientes da classe A e B, enquanto que o Banco Pan atenderá os correntistas das classes C e D.

Em uma entrevista concedida ao Seu Dinheiro em outubro passado, Marcelo Flora, sócio do banco responsável pela plataforma de investimentos, disse que o projeto tinha potencial de triplicar o valor de mercado do BTG.

Ao que parece, os investidores embarcaram nessa tese. Apenas neste ano, o banco acumula uma valorização de quase 150% na bolsa.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

mercado de ações

A B3 vai ter concorrência, mas não hoje: os riscos e oportunidades dos desafiantes ao monopólio da bolsa brasileira

Autorização para a empresa Mark2Market operar como central depositária de títulos volta a esquentar debate sobre atuação da B3, mas mercado vê quebra de monopólio improvável no curto prazo

Triste marca

Brasil registra mais de 500 mil mortos por covid-19

Em 24 horas foram 2.301 óbitos e 82.288 novos casos. Em nota, Conass ressalta que o Brasil tem 2,7% da população mundial, e é responsável por 12,8% das mortes

Here comes the sun

Energia solar ruma para liderança no País até 2050

O sol será responsável por 32% da geração, ao mesmo tempo em que a participação das hidrelétricas deve cair para cerca de 30%

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies