Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-05T09:53:47-03:00
Estadão Conteúdo
Após queda na inflação

Banco Central da Turquia mantém taxa de juros em 24%, mas fala em ‘aperto adicional’

Mercado se preocupava com a possibilidade de a instituição cortar a taxa após queda de 1,44% na inflação

13 de dezembro de 2018
10:20 - atualizado às 9:53

O Banco Central da República da Turquia (CBRT, na sigla em inglês) anunciou nesta quinta-feira que decidiu manter a sua taxa básica de juros, a de recompra, em 24% ao ano, mas deixou a porta aberta para um "aperto monetário adicional, se necessário".

Nos últimos dias, agentes de mercado mostravam preocupação com a possibilidade de a instituição enxergar uma justificativa para abandonar o ciclo de aperto e até cortar a taxa de juros após a mais recente leitura de inflação ao consumidor, que encolheu 1,44% na passagem de outubro para novembro - e, assim, desacelerou na comparação anual do mês passado para 21,62%.

A linguagem relativamente "hawkish" do comunicado teve reflexos no câmbio, levando o dólar a reverter a alta que apresentava sobre a lira turca instantes antes da decisão do CBRT.

Às 9h17, a moeda americana recuava de 5,3502 liras turcas perto do horário de fechamento de ontem em Nova York para 5,3455.

Em nota à imprensa, o BC presidido por Murat Çetinkaya aponta que a "tendência de reequilíbrio na economia se tornou mais notável", mas pondera que "a desaceleração da atividade econômica continua, parcialmente devido a condições financeiras mais apertadas".

"As expectativas de inflação, o comportamento dos preços, o impacto retardado de decisões recentes de política monetária, a contribuição da política fiscal [do governo] ao processo de reequilíbrio e outros fatores afetando a inflação serão monitorados de perto e, se necessário, um aperto monetário adicional pode ser promovido", diz o comunicado.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Movimentando o mercado

Fleury (FLRY3) compra Laboratório Marcelo Magalhães; saiba mais sobre aquisição, a segunda maior na história do grupo

O grupo pagará R$ 384,5 milhões pela empresa, que, com 64 anos de história, é referência em medicina diagnóstica no estado de Pernambuco

DIA DE ESTREIA

Getnet (GETT11) ganha vida própria e estreia na B3 com o pé direito; ações ordinárias e preferenciais disparam mais de 100%

As units (GETT11), papéis com maior liquidez, subiam cerca de 59,45%, cotadas a R$ 7,51. Como parte da cisão de SANB11, integrante do Ibovespa, as ações já integram o principal índice da bolsa brasileira

Venda de ativos

A Oi (OIBR3 e OIBR4) está mais perto da virada com um sinal verde do Cade

As ações da Oi (OIBR3 e OIBR4) sobem nesta manhã, reagindo ao sinal verde dado pelo Cade para a venda de parte da V.tal/InfraCo ao BTG

Exile on Wall Street

Escolhas de mercado, fusões e aquisições são quatro vezes mais importantes do que desempenho de uma empresa — e eu te provo isso aqui

No artigo “The granularity of growth”, elaborado pela firma de consultoria McKinsey em 2007, os autores descrevem um estudo feito no período 1999-2005 com mais de cem grandes empresas norte-americanas de 17 setores, com o intuito de desvendar os fatores de crescimento de uma companhia. De bate-pronto, fica clara a motivação dos pesquisadores, visto que […]

bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) tem correção após atingir US$ 62 mil com aprovação de ETF nos EUA

Na corrida para a aprovação do primeiro ETF de criptomoedas dos Estados Unidos, uma surpresa animou os mercados na última sexta-feira (15)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies