🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Defesa do colchão

Para Guardia, reduzir reservas internacionais só será possível quando a casa estiver em ordem

Pela métrica do FMI, Guardia disse que as reservas poderiam ser de US$ 260 bilhões a US$ 280 bilhões

Eduardo Campos
Eduardo Campos
22 de novembro de 2018
17:11 - atualizado às 14:51
Eduardo Guardia, ministro da Fazenda
Guardia: "enquanto não tiver a questão fiscal em ordem, é bom ter reservas internacionais” - Imagem: Antonio Cruz/Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, defendeu a manutenção das reservas internacionais. Para ele, a discussão sobre eventual redução das reservas ou não, pode ser feita apenas quando o fiscal estiver em ordem, com retomada do crescimento. “Enquanto isso é bom ter reservas internacionais”, disse Guardia.

O ministro respondia a um questionamento sobre o tema em evento promovido pelo BTG Pactual. Recentemente o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, falou em eventual venda das reservas em caso de ataque especulativo.

Guardia disse que nos últimos anos o custo fiscal das reservas foi positivo, o que ajudou o governo a postergar os problemas com o cumprimento da “regra de ouro” das finanças públicas.

Pela métrica do Fundo Monetário Internacional (FMI), Guardia disse que as reservas poderiam ser de US$ 260 bilhões a US$ 280 bilhões. “Mas sabemos, também, que o Brasil é um país complexo” e que muito recentemente vimos a utilidade dessas reservas e do colchão de liquidez do Tesouro.

Em 2002, lembrou o ministro, não tinham reservas internacionais nem colchão de liquidez, por isso a transição de governo foi mais difícil naquele ano em termos de política cambial e de dívida pública.

Compartilhe

entrevista

‘As ações do governo têm de ser temporárias’, diz Eduardo Guardia

7 de abril de 2020 - 13:07

Ex-ministro da diz que é hora de deixar de lado diferenças políticas para acelerar medidas no combate aos efeitos da covid-19

Ex-ministro da Fazenda

BTG Pactual terá Eduardo Guardia como sócio e CEO da Asset

15 de fevereiro de 2019 - 8:38

Guardia chegará ao banco de investimento em julho deste ano para capitanear sua gestora de recursos, a BTG Pactual Asset Management, que tem R$ 184 bilhões em ativos sob gestão

Órgãos de desenvolvimento regional

Projeto que amplia benefícios da Sudene e Sudam terão impacto de R$ 3,5 bilhões por ano

12 de dezembro de 2018 - 13:51

Ministro da Fazenda afirmou que esse aumento deverá ser compensado pela criação ou aumento de impostos ou redução de benefícios fiscais

Toma-lá-dá-cá

Eduardo Guardia e Paulo Guedes decidem deixar cessão onerosa para 2019

5 de dezembro de 2018 - 7:34

Segundo fontes do “Broadcast Político”, Guedes quer trazer assunto à tona no começo do ano que vem junto a um pacote de outras medidas econômicas

Socorro financeiro

Estados e municípios podem garantir fatia da arrecadação do megaleilão do pré-sal

21 de novembro de 2018 - 6:51

Divisão dos recursos arrecadados com o leilão é visto como socorro emergencial para os Estados que passam por grave crise financeira

Entrevista

‘Não podemos ignorar tamanho do desafio fiscal’, diz Guardia

17 de novembro de 2018 - 12:36

Ministro da Fazenda fez um alerta de que não adianta repassar mais dinheiro para os Estados sem ter a contrapartida do ajuste fiscal

Bolsa caminhoneiro

Os dias contados do subsídio ao diesel

19 de setembro de 2018 - 8:23

Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, estuda saída ao subsídio de R$ 9,5 bilhões ao diesel, utilizado para encerrar a greve dos caminhoneiros

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies