Menu
2019-04-04T13:49:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
PDE

Caixa anuncia nova etapa de programa de demissão e espera economia de até R$ 324 milhões

Limite de desligamento dessa edição do Programa de Desligamento está fixado em 1,6 mil empregados, conforme orçamento aprovado para o ano

23 de novembro de 2018
13:44 - atualizado às 13:49
Caixa Econômica Federal
Agência da Caixa Econômica Federal em São Paulo - Imagem: Itaci Batista/Estadão Conteúdo

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta sexta-feira, 23, uma nova etapa do Programa de Desligamento de Empregado (PDE), cujo período de adesão será de 26 a 30 de novembro. Podem aderir ao PDE os empregados aposentados ou aptos a se aposentar até o último dia do ano; empregados com mais de 15 anos de trabalho na instituição; ou ainda aqueles que possuem adicional de incorporação de função de confiança.

O limite de desligamento dessa edição do Programa de Desligamento está fixado em 1,6 mil empregados, conforme orçamento aprovado para o ano. Caso o banco atinja o número máximo de desligamentos, a expectativa é economizar mais de R$ 324 milhões ao ano.

Segundo o banco público, cerca de 12,5 mil empregados se desligaram da banco desde 2016, sendo 8,6 mil por adesão aos programas de demissão voluntária.

O lucro de R$ 11,5 bilhões acumulado nos nove primeiros meses deste ano, divulgado no último dia 14, foi impactado de forma direta, de acordo com a instituição, pela redução de 7,1% nas despesas de pessoal em relação ao mesmo período de 2017.

O objetivo do programa é dar continuidade aos ajustes de estrutura do banco diante do cenário competitivo e econômico atual, buscando mais eficiência. O índice de eficiência operacional da Caixa no terceiro trimestre alcançou o patamar de 45,8%, melhor marca da instituição.

Novos rumos

Na quinta-feira, 22, a assessoria do futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que ele recomendou ao presidente eleito Jair Bolsonaro a indicação de economista Pedro Guimarães para presidir a Caixa.

O escolhido é PhD em Economia pela Universidade de Rochester, com especialização em privatizações, tendo mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, com passagem por instituições como Banco Bozano, Simonsen, banco BTG Pactual e Banco Brasil Plural.

De acordo com matéria publicada na quinta pelo Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), o novo comando do banco público deve se debruçar na venda de ativos e redução de despesas. O foco de desinvestimento na Caixa inclui o balcão de seguros e as loterias.

*Com Estadão Conteúdo
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Indústria em expansão

Brasil vive ‘boom’ de gestoras de recursos

De janeiro a março, Anbima registrou 27 novas gestoras

Pandemia

Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia

Restrição vale também para Reino Unido, Irlanda do Norte e África do Sul

Imposto de renda

Cerca de 12 milhões de pessoas ainda não enviaram declaração

Balanço foi divulgado pela Receita Federal na sexta-feira; prazo termina em 31 de maio

COLUNA DO JOJO

Como Jojo Wachsmann investiria o prêmio de R$ 1,5 milhão de Juliette, campeã do BBB21

CIO da Vitreo conta como alocaria uma carteira diversificada, segura e rentável com o prêmio do maior reality show do Brasil

Vai e vém

Demanda por crédito no Brasil cai 11% em abril, mas sobe 231% em 12 meses

Oscilação do índice medido pela Neurotech é atribuída a sazonalidade

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies