🔴 DESCUBRA O ‘SEGREDO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 14 MIL POR MÊS EXTRA – SAIBA MAIS

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
OFERTA DE BONDS

Jack Ma em apuros? Ação da dona do AliExpress cai forte em meio a rumores de que gigante do e-commerce precisaria levantar US$ 5 bilhões

Segundo a Bloomberg, a varejista estaria cogitando uma emissão bilionária de títulos de dívida (bonds) para levantar capital; entenda

Camille Lima
Camille Lima
23 de maio de 2024
12:19 - atualizado às 11:30
Jack Ma, fundador do Alibaba
Jack Ma, fundador do Alibaba - Imagem: Divulgação

Um gigante do e-commerce chinês iniciou a manhã desta quinta-feira (23) no vermelho. As ações do Alibaba, dono do AliExpress, recuaram mais de 5% na bolsa de valores de Hong Kong após notícias de que a varejista está cogitando a venda de títulos de dívida (bonds) para levantar US$ 5 bilhões.

Com o recuo, a empresa levou a medalha de bronze no ranking dos piores desempenhos do índice de ações Hang Seng no dia, segundo dados do LSEG, um dos maiores fornecedores de dados e infraestrutura para mercados financeiros do mundo.

Nas negociações de pré-mercado em Wall Street, os papéis listados na bolsa de  Nova York (NYSE) registraram perdas de cerca de 2,03% pela manhã.

De acordo com a Bloomberg, uma nova oferta de títulos de dívida externa (bonds) no mercado internacional poderá acontecer ainda nesta semana.

Segundo o jornal, o objetivo da emissão é financiar recompras de ações e crescimento — já que a companhia precisa de capital para investir nos seus principais negócios de e-commerce e serviços de nuvem.

No início deste ano, o CEO Eddie Wu prometeu “reacender” o crescimento da empresa com mais investimentos.

Mais capital poderia impulsionar as atividades do Alibaba no e-commerce — onde enfrenta dificuldades, especialmente na China, diante do menor apetite por consumo e uma verdadeira guerra de preços entre os rivais asiáticos.

No começo desta semana, outra empresa chinesa do varejo digital trilhou um caminho semelhante. A JD.com — também chamada de Jingdong — anunciou uma emissão de US$ 1,75 bilhão de notas seniores conversíveis, com vencimento em cinco anos e cupom de 0,25%.

AliExpress em xeque? Entenda a dura situação do Alibaba

O Alibaba teve um ano tumultuado em 2023. A empresa não só realizou a maior reforma de sua estrutura corporativa de todos os tempos, como também implementou várias mudanças de gestão de alto escalão.

Na época, o CEO e presidente do conselho de administração do gigante asiático, Daniel Zhang, renunciou às posições. Com a saída de Zhang, Eddie Wu assumiu o cargo de diretor executivo, enquanto Joe Tsai entrou como chairman.

Não bastasse a série de mudanças na estrutura da empresa, os resultados corporativos do Alibaba também enfrentaram turbulências no ano passado.

O lucro líquido da companhia encolheu 86% no quarto trimestre em relação ao ano anterior, em meio a um ambiente macroeconômico difícil na China, com consumo fraco e maior concorrência no varejo, com crescimento de plataformas de descontos na região, como a Pinduoduo.

Em uma tentativa de atrair investidores, a gigante do comércio eletrônico anunciou em fevereiro um aumento do programa de recompra de ações em US$ 25 bilhões. A cifra será adicionada ao programa até o final de março de 2027, elevando o total disponível sob o esquema para US$ 35,3 bilhões.

Ao anunciar a recompra multibilionária, o Alibaba disse que o aumento do programa mostrava a “confiança nas perspectivas de nossos negócios e fluxo de caixa”.

*Com informações de CNBC e Bloomberg.

Compartilhe

APERTO DE MÃOS

AliExpress começará a vender no Magazine Luiza (MGLU3) — mas varejista não vai escapar do ‘imposto das blusinhas’; ação dispara no Ibovespa

24 de junho de 2024 - 10:47

Como explicou Fred Trajano, os pedidos realizados serão enviados por meio do programa Remessa Conforme, do governo federal

Concorrência desleal

De novo? Apple teria violado regras e entra na mira dos reguladores da União Europeia

24 de junho de 2024 - 10:13

Companhia já é investigada desde março por supostamente violar a Lei dos Mercados Digitais (DMA)

EM BUSCA DO ‘SHAPE’

Em busca do “treino perfeito”, Smart Fit (SMFT3) confirma negociações para aquisição da Velocity

24 de junho de 2024 - 9:04

O anúncio foi feito ao mercado após uma matéria do Brazil Journal anunciar que a rede de academias estaria disposta a pagar algo em torno de R$ 180 milhões pela Velocity

POSSÍVEL PARCERIA

Apple e Mark Zuckerberg vão unir forças? Fabricante do iPhone e Meta discutem investida conjunta em inteligência artificial, diz agência

23 de junho de 2024 - 15:21

A empresa da maçã tenta acordar a integração da IA generativa utilizada pela Meta ao Apple Intelligence, lançado pela empresa neste mês

AUXÍLIO DO GOVERNO

R$ 1.412 por funcionário: empresas do Rio Grande do Sul já podem aderir a programa de apoio financeiro do governo

23 de junho de 2024 - 14:08

Serão duas parcelas por empregado, com o pagamento da primeira marcado para 8 de julho e a segunda programada para 5 de agosto

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos e JCP: Localiza (RENT3) vai pagar mais de R$ 400 milhões aos investidores e anuncia aumento de capital milionário

22 de junho de 2024 - 16:37

Terá direito ao pagamento quem estiver na base acionária da companhia de locação de automóveis na próxima quarta-feira (26)

MAIOR OFERTA DO ANO

Privatização da Sabesp (SBSP3) pode movimentar mais de R$ 15 bilhões e ações terão “desconto”; confira os detalhes da oferta

22 de junho de 2024 - 9:58

Se efetivada nesse patamar, essa será a maior operação da bolsa brasileira nos últimos três anos

CHUVA DE PROVENTOS

BB Seguridade (BBSE3) e Multiplan (MULT3) anunciam quase R$ 3 bilhões em dividendos e JCP aos acionistas; veja as condições

21 de junho de 2024 - 19:54

Seguradora do Banco do Brasil (BBAS3) vai distribuir a maior fatia dos proventos: R$ 2,7 bilhões; já a Multiplan anunciou também um novo programa de recompra de ações

TENTATIVA FRUSTRADA

Nada de IPO? Por que oferta de ações da Shein nos Estados Unidos está cada vez mais longe de acontecer

21 de junho de 2024 - 15:50

Varejista de moda chinesa também entrou com um pedido de listagem em Londres

DESTAQUES DA BOLSA

Movida (MOVI3) está andando bem e ação pode se valorizar mais. Vale a pena pegar essa carona? O Citi responde

21 de junho de 2024 - 13:45

Banco norte-americano voltou a cobrir a companhia, mas ainda vê desafios no futuro; saiba o que fazer com os papéis agora

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar