🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
JÁ ERA PREVISTO

O que fez o bilionário Jeff Bezos vender US$ 2 bilhões em ações — e o fundador da Amazon não deve parar por aí 

O fundador da Amazon se desfez de 12 milhões de ações no preço médio de US$ 170,21 por papel; outras operações como essa devem ser feitas nos próximos 12 meses

Liliane de Lima
11 de fevereiro de 2024
13:05 - atualizado às 10:20
jeff bezos; dono da amazon e blue origin
Imagem: Shutterstock/Unsplash/Montagem Brenda Silva

A Meta, dona do Facebook, Instagram e WhatsApp, anunciou a recompra de ações bilionária na semana passada, quando apresentou os resultados do quarto trimestre. Mas, a Amazon parece seguir o movimento contrário.

O fundador da gigante de tecnologia, Jeff Bezos, vendeu US$ 2,04 bilhões em ações da companhia pela primeira vez em mais de dois anos. A operação foi divulgada na última sexta-feira (9). 

Sendo assim, o bilionário se desfez de 12 milhões de ações no preço médio de US$ 170,21 por papel. 

A transação ocorreu entre quarta-feira (7) e quinta-feira (8), segundo o documento registrado na Securities and Exchange Comission (SEC) — equivalente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) do Brasil.

A venda faz parte dos planos da companhia, que foram apresentados no balanço do quarto trimestre. Entre eles, a Amazon afirmou que Bezos deve se desfazer de até 50 milhões de ações da gigante de tecnologia ao longo dos próximos 12 meses. 

Os planos de negociação da companhia, que está sujeita a determinadas condições, foi adotada em 8 de novembro de 2023 e tem a previsão de ser concluída até 31 de janeiro de 2025, de acordo com o último relatório anual da empresa.

A Amazon acumula ganhos de 15% neste ano na bolsa de Nova York. Com a venda de papéis nesta semana, Bezos passou a deter 976 milhões de ações da Amazon.

O que Jeff Bezos quer daqui a frente

Apesar da ‘surpresa’ da venda de mais de US$ 2 bilhões em ações, o bilionário Jeff Bezos já tinha dado pistas do seu plano. 

O plano de vendas de ações foi anunciado em 2 de fevereiro. E, a tendência é de que o Bezos continue a fazer isso daqui para frente. Isso porque não é algo inédito entre os bilionários — muito menos quando falamos do fundador da Amazon. 

Desde 2002, Jeff Bezos vendeu mais de US$ 30 bilhões em ações, sendo que cerca de US$ 20 bilhões apenas entre 2020 e 2021. 

Desse montante, aproximadamente US$ 230 milhões foram doados a organizações sem fins lucrativos em novembro do ano passado

Há dois anos, Bezos afirmou que parte do patrimônio, será destinado ao combate da crise climática, enquanto outra fatia irá apoiar iniciativas para "unificar a humanidade".

Hoje, Bezos é a segunda pessoa mais rica do mundo, com mais de US$ 200 bilhões de patrimônio, segundo o índice de bilionários em tempo real da Bloomberg no último sábado (10). 

Ainda de acordo com o levantamento, a fortuna do fundador da Amazon cresceu mais de US$ 23 bilhões desde janeiro deste ano.

*Com informações de Dow Jones, Bloomberg e Reuters

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies