🔴 HERANÇA EM VIDA? NOVO EPISÓDIO DE A DINHEIRISTA! VEJA AQUI

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
AÇÕES EM CURSO

Privatização da Eletrobras (ELET3) será revertida? Companhia reconhece que há riscos e faz alerta a investidores

A gigante do setor elétrico revelou que o processo que a transformou em uma corporação poder ser revertido por medidas judiciais ou pelo presidente da República

Larissa Vitória
Larissa Vitória
22 de abril de 2023
13:07 - atualizado às 18:51
Eletrobras
Eletrobras -

O primeiro aniversário da privatização da Eletrobras (ELET3), concluída em junho do ano passado, se aproxima a passos largos. Mas a companhia revelou que pode não assoprar as velinhas em um clima festivo.

A gigante do setor elétrico reconheceu que há riscos de que o processo que a transformou em uma corporação seja revertido por medidas judiciais ou pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que já atacou publicamente a privatização.

“O modelo e demais aspectos de nossa privatização poderão ser questionados por órgãos reguladores, grupos de consumidores ou outros, ou suspensos pela Justiça brasileira”, cita o formulário 20-F da ex-estatal, submetido ao regulador do mercado de capitais dos Estados Unidos na última semana.

O documento é um relatório padronizado apresentado anualmente por todas as empresas estrangeiras com ativos negociados nas bolsas de valores do país. O trecho em questão destaca todos os riscos de investir nas ADRs, ou recibos de ações, da Eletrobras.

“Se nossa privatização for contestada, podemos enfrentar dificuldades para levantar capital e manter nossos investimentos e participação de mercado atual. Além disso, tal contestação poderia ter efeitos negativos em nosso rating e no preço de nossas ações e ADRs”, alerta a companhia.

Mais de duas dezenas de processos questionam privatização

O formulário revela ainda que, até a data de sua publicação, há 23 ações em andamento que discutem judicialmente o modelo de desestatização utilizado pela companhia.

“A reorganização societária — especialmente a mudança de controle da Eletronuclear — também pode ser questionada”, acrescenta a empresa.

Além disso, a Eletrobras relembra que a privatização pode ser formalmente contestada pelo novo governo federal, cujos membros se opuseram ao processo finalizado durante a passagem de Jair Bolsonaro (PL) pelo Executivo.

  • Fiz dívidas em outro país e voltei para o Brasil; ainda posso ser cobrado? A resposta você confere abaixo, no último episódio da Dinheirista ou no canal do Seu Dinheiro no Youtube.

Lula já solicitou estudo para contestar estatuto da Eletrobras (ELET3)

De acordo com a ex-estatal, o presidente Lula já solicitou formalmente à Advocacia Geral da União (AGU) a realização de um estudo para avaliar os fundamentos legais de contestação de disposições do estatuto da companhia.

A principal delas é a regra que limita o exercício do direito de voto dos acionistas a até 10% do capital social, independentemente do número de ações ordinárias detidas individualmente pelos investidores.

Segundo a Eletrobras, o dispositivo foi incluído para garantir que ela seja uma “verdadeira corporação” — ou seja, uma empresa na qual nenhum acionista possua mais de 50% do controle.

“Se o presidente for bem-sucedido na contestação, o governo brasileiro pode tentar recuperar o controle sobre nós e reverter a privatização para voltarmos a ser uma empresa estatal para fins legais, com as implicações daí decorrentes”, afirma a companhia.

Compartilhe

DINHEIRO NO BOLSO

CCR (CCRO3) e Vibra (VBBR3) anunciam mais de R$ 1,2 bilhão em dividendos; confira o cronograma de pagamento de cada uma das companhias

18 de abril de 2024 - 18:32

O maior valor será distribuído pela Vibra, que pagará R$ 676 milhões em duas parcelas; já a CCR depositará R$ 536 milhões na conta dos acionistas

O 'X' DA QUESTÃO

Dividendos da Petrobras (PETR4): governo pode surpreender e levar proposta de pagamento direto à assembleia, admite presidente da estatal

18 de abril de 2024 - 18:03

Jean Paul Prates admitiu a possibilidade de que o governo leve uma proposta de pagamento diretamente à assembleia de acionistas

ROYALTIES MUSICAIS

Fundo que detém direitos de músicas de Beyoncé e Shakira anuncia venda de US$ 1,4 bilhão a investidor

18 de abril de 2024 - 17:04

A negociação será feita com apoio da Apollo Capital Management, parceira da Concord, gigante de private equity dos EUA

COMPRAR OU VENDER

A bolsa está valendo menos? Por que esse bancão cortou o preço-alvo das ações da B3 (B3SA3) — e você deveria estar de olho nisso

18 de abril de 2024 - 16:47

O BTG Pactual ajustou o modelo para a operadora da bolsa brasileira e reduziu o preço-alvo dos papéis de R$ 16 para R$ 13,50; entenda as razões para a nova avaliação e saiba se é hora de ter os ativos em carteira

NOVO & CLÁSSICO

Fusca elétrico e chinês: GWM tem vitória sobre da Volkswagen, que acusa modelo de ser “cópia” do clássico alemão

18 de abril de 2024 - 15:21

Em novembro de 2021 a montadora registrou o desenho industrial de dois modelos junto ao INPI: o Ora Punk Cat e o Ora Ballet Cat; nove meses depois, o sonho virou pesadelo

ATRAVESSOU O ENREDO

Goldman eleva recomendação para 3R Petroleum (RRRP3) e fusão com Enauta (ENAT3) é só um dos motivos

18 de abril de 2024 - 12:02

O que mais chamou a atenção dos analistas é a melhora da relação entre o risco e o retorno da empresa, em um cenário de alta do petróleo e depreciação do real frente ao dólar

NOVOS INVESTIMENTOS

Petrobras (PETR4) anuncia parceria com empresa chinesa para projetos de energias renováveis e transição energética

18 de abril de 2024 - 11:17

Apesar do destaque para energias renováveis, parceria da Petrobras com a China National Chemical Energy Company também inclui acordos comerciais para exploração de petróleo

FABRICANTE DE CHIPS

Mesmo com lucro quase 10% maior, por que investidores penalizam as ações da “rival” da Nvidia, a TSMC?

18 de abril de 2024 - 10:29

Os lucros da TSMC são vistos como um indicador para a demanda global por chips, devido ao seu papel fundamental na indústria de fabricação e à importância de seus clientes

OFERTA DE AÇÕES

Sabesp (SBSP3): governo Tarcísio define modelo de privatização e autoriza aumento de capital de até R$ 22 bilhões; saiba como vai funcionar

18 de abril de 2024 - 10:21

Venda do controle da Sabesp ocorrerá via oferta de ações, com seleção de acionista de referência pelo mercado a partir das duas melhores propostas

O TAL DO MULTIFAMILY

Dona de 5 mil apartamentos, Brookfield aposta no mercado residencial para a renda e diz o que falta para o segmento decolar no Brasil

18 de abril de 2024 - 6:05

Demanda não falta, mas o vice-presidente sênior da gestora lista duas grandes dificuldades que o multifamily enfrenta no país

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar