🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Crise na empresa

Grupo Petrópolis ‘vai de Americanas’ e entra oficialmente em recuperação judicial

Dona da Itaipava tem um prazo de 60 dias para apresentar um plano de reestruturação

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
14 de abril de 2023
13:24 - atualizado às 15:13
Cerveja Itaipava, do Grupo Petrópolis
Cerveja Itaipava, do Grupo Petrópolis - Imagem: Divulgação

O Grupo Petrópolis, dono das marcas de cerveja Itaipava, Crystal, Petra, entre outras, entrou, oficialmente, na lista de empresas em recuperação judicial. O pedido, feito em 27 de março, foi aceito pela Justiça do Rio de Janeiro na quinta-feira (13) e inaugura um novo capítulo na história da cervejaria.

Com dívidas estimadas em R$ 4,2 bilhões, o Grupo Petrópolis explicou no pedido que o “aumento incessante” da taxa Selic gera um impacto de aproximadamente R$ 395 milhões por ano no fluxo de caixa.

Assim, a juíza Elisabete Longobard, da 5ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, decidiu aceitar o pedido e determinou a suspensão de todas as ações ou execuções de dívida contra o grupo.

Agora, a empresa tem um prazo de 60 dias para apresentar um plano de reestruturação que precisa elencar todas as medidas principais a serem tomadas para recuperar a companhia. Entre elas, deverá constar um plano para levantar capital, seja por meio de aportes, seja por venda de ativos.

A Petrópolis é responsável por 13% das cervejas vendidas no Brasil, mas também atua no segmento de bebidas não alcoólicas, como águas e energéticos. 

Concorrência afetou Petrópolis

No pedido, além de mencionar a Selic, o Grupo Petrópolis também cita ações de suas concorrentes que levaram ao pedido de recuperação.

Segundo o grupo, a ampliação da fatia de mercado em 2020 suscitou resposta da concorrência, que manteve seus preços mesmo com o aumento da inflação e dos preços dos insumos.

De acordo com o Petrópolis, os concorrentes só conseguiram segurar os preços graças aos incentivos fiscais na Zona Franca de Manaus. Esse argumento também foi citado numa matéria publicada no site da revista Veja que levantou suspeitas sobre um possível rombo bilionário envolvendo a Ambev (ABEV3), concorrente da Petrópolis.

Segundo a reportagem da Veja, a suspeita foi levantada pela Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil) - uma entidade encabeçada pelo próprio Grupo Petrópolis.

Segundo a CervBrasil, ao comprarem componentes para a produção de refrigerantes que são feitos na Zona Franca, as empresas podem reconhecer créditos fiscais, com base na taxa nominal de IPI. Neste caso, a Petrópolis sairia prejudicada por não fazer a mesma prática.

Compartilhe

VITÓRIA!

Prio (PRIO3) fica com 100% de Wahoo: como a vitória deve aumentar a produção da petroleira; ações sobem na bolsa

12 de abril de 2024 - 13:05

A empresa recebeu uma decisão favorável da Câmara de Comércio Internacional em um processo arbitral relacionado à concessão BM-C-30, no campo de Wahoo

REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

Light (LIGT3) assina acordos com credores, em novo passo em direção ao fim da recuperação judicial; ações caem na B3

12 de abril de 2024 - 11:46

Foram celebrados dois acordos com credores e debenturistas envolvendo as subsidiárias Light Sesa e Light Energia; entenda o que vem pela frente

ENGORDOU O PATRIMÔNIO

CEO da Nvidia fica quase R$ 3 bilhões mais rico em um dia. Conheça o bilionário que quase dobrou de fortuna em 2024

11 de abril de 2024 - 18:03

Jensen Huang é a 19º pessoa mais rica do planeta, de acordo com a revista Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 79,5 bilhões (R$ 404 bilhões)

ENTENDA O CASO

Justiça embarga obras de complexo bilionário da JHSF (JHSF3) no interior de São Paulo

11 de abril de 2024 - 16:01

A decisão aconteceu após pedido do Ministério Público, que afirma que a JHSF e outras duas companhias burlaram regras de licenciamento ambiental

DESISTIU DA BATALHA?

Gafisa (GFSA3): Esh Capital diminui participação após perder disputa sobre assembleia; ações caem 6% na B3

11 de abril de 2024 - 11:24

A gestora de Vladimir Timerman reduziu a participação na Gafisa de 20% para 4% do capital

FOI DADA A LARGADA

Oferta de ações da Boa Safra (SOJA3): companhia pretende levantar até R$ 388 milhões com nova emissão

11 de abril de 2024 - 9:48

Empresa pretende usar os recursos para expandir o negócio de armazenamento; controladores se comprometeram a colocar dinheiro novo na oferta

VOO DE FRANGO?

BRF (BRFS3) volta a ser empresa “de dono” e mais que dobra de valor na B3. O que está por trás da disparada — e o que esperar das ações

11 de abril de 2024 - 6:13

Agora “oficialmente” sob controle da Marfrig, BRF acumula alta de mais de 170% em 12 meses na B3; saiba o que os analistas pensam da empresa de proteínas

DINHEIRO NO BOLSO

Santander (SANB11) vai depositar R$ 1,5 bilhão na conta dos acionistas; saiba mais sobre os proventos anunciados pelo banco

10 de abril de 2024 - 18:37

Terá direito ao provento quem estiver na base de investidores do banco ao final do pregão de 19 de abril

PISOU NO ACELERADOR

Cury (CURY3) inicia o ano lançando quase R$ 2 bilhões e executivo diz por que a construtora foi na contramão do mercado

10 de abril de 2024 - 18:24

De acordo com Leonardo Mesquita, vice-presidente comercial da construtora, a decisão de lançar mais no início do ano já é adotada há alguns anos e tem um propósito

CHIPS DE IA

Após prejuízo bilionário, Intel promete lançamento de chip “mais rápido que o da Nvidia” para acirrar disputa em inteligência artificial

10 de abril de 2024 - 18:17

A companhia lançou nesta semana um novo semicondutor voltado para IA que promete oferecer “melhorias significativas de desempenho para tarefas de treinamento”

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies