🔴 DÓLAR A R$5,38 E PODE SUBIR MAIS – VEJA COMO PROTEGER O SEU PATRIMÔNIO

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

31 de janeiro de 2023
18:57
Tela de cotações da as ações da bolsa Ibovespa mercados
Tela de cotações - Imagem: Envato

No último dia de janeiro, não se fala em outra coisa nas redes sociais — como o primeiro mês do ano parece desafiar as regras do espaço-tempo ou qualquer tipo de padronagem estabelecida pelas leis do calendário e se arrasta por um período que parece muito superior aos 31 dias de praxe.

A fama de mês interminável costuma ficar com agosto, o temido período sem feriados nacionais, mas é fácil entender a razão pela qual o cargo foi usurpado logo na largada do ano.

Um novo presidente tomou posse, uma invasão dos principais prédios da República colocou Brasília de pernas para o ar, o terceiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva deu os seus primeiros passos, os principais economistas e chefes de Estado do mundo se reuniram em Davos, e um escândalo bilionário envolvendo a Americanas (AMER3) e os homens mais ricos do país extrapolou a bolha e levou o mercado financeiro brasileiro a ser conversa em todos os cantos — até mesmo na mesa do bar. 

É, janeiro foi intenso, mas foi apenas o começo de 2023. Tendo em vista a sequência de surpresas que surgem incessantemente desde 2020, nada impede que fevereiro tenha, pelo menos, uns 30 dias. 

Amanhã (01), já na largada, teremos definição de política monetária tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Não são esperadas surpresas, mas estão todos atentos ao tom que os dois bancos centrais utilizarão em seus comunicados. 

No caso do Federal Reserve, os investidores querem saber até onde Jerome Powell e cia devem levar a taxa de juros, já que o teto do ajuste ainda parece distante, mesmo com a redução do ritmo do aperto monetário. 

Por aqui, o mercado fica atento ao que o BC tem a dizer sobre o quadro fiscal brasileiro — uma vez que uma nova âncora para os gastos públicos ainda não foi definida e o governo segue defendendo o crescimento das despesas sem uma contrapartida de arrecadação relevante. 

Toda a intensidade de janeiro, no entanto, minou o pregão de hoje. Com o mercado focado em recalibrar as carteiras para fevereiro e na melhora tímida da economia chinesa, um movimento de realização de lucros tomou conta dos negócios. 

O resultado foi uma alta de 1,03% do Ibovespa, aos 113.430 pontos. Com isso, o primeiro mês do governo Lula fica marcado por um avanço de 3,37% do principal índice da bolsa. Já o dólar à vista caiu 0,75% — um recuo de 3,85% no período.

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo e as ações com o melhor e o pior desempenho do Ibovespa.

Confira outras notícias que mexem com o seu dinheiro

DEFESA DE PESO
Depois do efeito Rial, o efeito Zanin? Americanas contrata advogado que defendeu Lula na Lava Jato; AMER3 dispara na bolsa. Ele vai atuar no processo no qual o banco BTG Pactual briga para seguir retendo R$ 1,2 bilhão do caixa da varejista.

A TENDÊNCIA É ROXO
Goldman Sachs eleva ação do Inter para compra, mas ainda prefere o Nubank; saiba por quê. O banco norte-americano estabeleceu o preço-alvo de US$ 4,20 para os papéis INTR negociados em Nova York, o que implica em um potencial de valorização de 70%; e de US$ 9,00 para o NU, o que representa alta de 105%.

OUTROS CAMINHOS
Em evento, CEO da Cosan (CSAN3) reforça a aposta da companhia em negócios de transição energética. Luis Henrique Guimarães ainda cobrou mudanças no licenciamento e liberação de projetos de exploração no Brasil.

NOVO GOVERNO
Abilio Diniz pede segurança política no Brasil e “nada de revanchismo”. Em evento do Credit Suisse, o executivo dividiu painel com Rubens Menin, dono da CNN Brasil e do Banco Inter.

AUXÍLIO AO TRADER
Domando o Leão: B3 anuncia parceria para declaração de ações e outros ativos da bolsa no Imposto de Renda. A nova parceria auxilia o investidor no cálculo das Darfs mensais e também emite informes no padrão da Receita, entre outras funções.

SAQUE-ANIVERSÁRIO COM OS DIAS CONTADOS? 
O governo Lula quer acabar com o benefício e os repórteres do Seu Dinheiro revelam em um vídeo exclusivo quando o período para você resgatar o dinheiro do FGTS pode chegar ao fim. Clique aqui e descubra

Compartilhe

Mande sua dúvida!

Meu imóvel foi invadido, e parece que os ocupantes obtiveram a usucapião; ainda consigo fazer a reintegração de posse?

15 de junho de 2024 - 8:00

É possível “reverter” ou “anular” um processo de usucapião? E invasor pode mesmo conseguir usucapir um imóvel?

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Mais um dia na bolsa de valores: barulheira fiscal no Brasil, eleições municipais, divulgação do IBC-Br e outros destaques que agitam os mercados

14 de junho de 2024 - 9:07

Contribuição da B3 para a forte queda do Ibovespa em maio, venda da Cetrel pela Braskem (BRKM5) e eleições no Reino Unido também agitam as bolsas nesta sexta-feira (14)

SEXTOU COM O RUY

Em plena semana dos namorados, chegou a hora de dar um “pé na bunda” na bolsa brasileira?

14 de junho de 2024 - 7:01

As notícias não têm sido muito animadoras, mas o Ibovespa negocia hoje com descontos que foram vistos pela última vez apenas na crise financeira de 2008; saiba qual ação ainda vale a pena

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Som e fúria na bolsa: Ibovespa parte do menor nível do ano com ruído sobre meta fiscal no Brasil e juros altos nos EUA

13 de junho de 2024 - 8:48

Disparada das ações do Méliuz, alteração do FGTS, autonomia do Banco Central e contas do governo Lula também ditam o tom do Ibovespa hoje; confira

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: O que nos separa, agora, é uma mera questão contratual

12 de junho de 2024 - 20:01

Não tem mais essa de experiências informais em relacionamentos, tudo agora é formalizado por um contrato entre as partes

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ligando os pontos na bolsa: em dia de dot plot do Fed, inflação e rumo dos juros nos EUA ganham destaque; confira essas e outras notícias que mexem com o seu bolso hoje

12 de junho de 2024 - 8:37

Enquanto investidores também aproveitam o Dia dos Namorados, perda da dominância do dólar, recompra de ações da Rede D’Or e MP do PIS/Cofins entram no rada

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O fundo do poço está próximo? Decisão do Fed sobre juros nos EUA, inflação no Brasil, fusão no setor de saúde e outros destaques do dia que indicam o tom do Ibovespa

11 de junho de 2024 - 8:42

Mercado aguarda posicionamento do Fed sobre inflação nos EUA nesta quarta-feira; nova marca de gestora de FII e compra milionária da Ultragaz também entram no radar dos investidores

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Semana de decisão: Postura do Fed sobre juros e inflação nos EUA vão definir rumo dos mercados no curto prazo

11 de junho de 2024 - 6:51

A quarta-feira será crucial para a narrativa macroeconômica global — e países emergentes como o Brasil podem estar prestes a receber uma má notícia

EXILE ON WALL STREET

Tony Volpon: Samba de uma nota só

10 de junho de 2024 - 20:01

A bolsa americana vem dançando junto com a Inteligência Artificial há um tempo, mas agora ela está focada em uma única empresa: a Nvidia

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa tenta preservar os dedos em meio ao tom negativo das bolsas internacionais, juros nos EUA, IPCA no Brasil e outras notícias que agitam os mercados

10 de junho de 2024 - 8:27

FIIs favoritos para junho, parceria do Brasil com a dona do AliExpress e ajuda ao RS também ganham destaque no radar dos investidores nesta segunda-feira

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar