🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
FUTURO DO TRABALHO

Ameaça de extinção: veja 10 profissões que devem (quase) desaparecer até 2027, segundo o Fórum Econômico Mundial

O avanço da tecnologia, o aumento do custo de vida e o crescimento econômico global mais lento devem ditar as novas tendências do mercado de trabalho

Liliane de Lima
4 de maio de 2023
18:29 - atualizado às 17:49
mulher escreve em papel com computador portátil em frente; profissão do futuro
Imagem: Tranmautritam/Pexels

A transição verde e o avanço tecnológico têm transformado o mundo dos negócios nos últimos anos — e devem ditar tendências no mercado de trabalho daqui para frente.

Segundo o relatório sobre o futuro do trabalho do Fórum Econômico Mundial, a adoção de tecnologia novas e de ponta e a ampliação do acesso ao ambiente digital em todo o mundo são os principais fatores de mudanças nas organizações e, consequentemente, nos postos de trabalho nos próximos cinco anos. 

E, isso vale tanto para a criação de novas funções quanto para a extinção de algumas profissões. 

“Espera-se que análises de big data, mudanças climáticas e tecnologias de gerenciamento ambiental e criptografia e segurança cibernética sejam os maiores impulsionadores do crescimento do emprego”, aponta o relatório. 

Por outro lado, o aumento do custo de vida, o crescimento econômico global mais lento e a escassez de suprimentos podem resultar na redução gradual da oferta de empregos nos setores de agricultura e recursos naturais, manufatura e transportes até 2027. 

Em linhas gerais, a expectativa é que 69 milhões de empregos sejam criados, enquanto 83 milhões de postos de trabalhos deixarão de existir nos próximos cinco anos. 

O Relatório sobre o Futuro do Trabalho 2023 foi realizado no final de 2022 e início de 2023, reunindo a perspectiva de 803 empresas, que empregam coletivamente mais de 11,3 milhões de trabalhadores em todo o mundo. O relatório foi divulgado pelo Fórum Econômico Mundial nesta semana. 

LEIA TAMBÉM: Cargos iguais, mesma remuneração: Câmara aprova projeto que prevê igualdade salarial entre homens e mulheres

10 profissões que vão (quase) desaparecer

Com a previsão de que 83 milhões de empregos sejam eliminados até 2027, o relatório aponta que as funções que devem ficar na berlinda pertencem ao setor de serviços — mais especificamente as atuações relacionadas ao secretariado.

São elas: 

  • Caixas de bancos e funcionários relacionados 
  • Atendentes de serviços postais
  • Operador de caixa de supermercado e outros tipos de varejo 
  • Digitador de dados 
  • Secretário executivo e administrativo 
  • Estoquistas e funcionários de controle de estoques e mercadorias
  • Escriturários de contabilidade
  • Trabalhadores de venda porta a porta 
  • Seguranças 
  • Gerentes de relacionamento. 

Vendedores de lojas e zeladores de condomínios também estão entre as profissões em declínio.

Profissões em alta até 2027

Ainda de acordo com o relatório sobre o futuro do trabalho, as profissões em alta, e com maior oferta de vagas, nos próximos cinco anos são as relacionadas à tecnologia. 

São elas: 

  • Especialista em machine learning e inteligência artificial 
  • Especialista em sustentabilidade
  • Analista de business intelligence (BI)
  • Analista de segurança da informação 
  • Engenheiro de fintech
  • Analista e cientista de dados
  • Especialista em Big Data
  • Operadores de equipamentos agrícolas; 
  • Especialistas em transformação digital
  • Desenvolvedores de blockchain

VEJA TAMBÉM - Adeus, Serasa: “se eu deixar de pagar minhas dívidas por 5 anos, elas simplesmente somem e meu nome volta a ficar limpo?”

Descubra a resposta para este e outros problemas envolvendo dinheiro no novo episódio de A Dinheirista, que resolve suas aflições financeiras com bom humor:

Áreas com maior rotatividade de emprego 

Com a expectativa de redução de 14 milhões de postos de trabalho em todo o mundo, a saída para muitos trabalhadores será a transição de carreira — em busca de uma recolocação no mercado.

Segundo o levantamento do Fórum Econômico Mundial, as dez áreas que sofrerão com a rotatividade dos empregos são: 

  • Mídia, entretenimento e esportes; 
  • Governo e setor público; 
  • Tecnologia da informação e comunicação digital; 
  • Imobiliária;
  • Serviços financeiro; 
  • Cadeira de suprimentos e transporte; 
  • Organizações não governamentais; 
  • Educação; 
  • Cuidados e serviços pessoais e bem-estar; 
  • Agricultura e recursos naturais.

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar