🔴 NOVA META: RENDA EXTRA DE ATÉ R$ 2 MIL POR DIA – SAIBA COMO

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Bolsas hoje

Bolsas de NY derretem na volta do feriado; projeções fracas do varejo e temores com juros altos fazem EWZ cair 1,67%

Projeções para o ano divulgadas por varejistas americanas não agradaram; mercado aguarda divulgação da ata do Fed amanhã

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
21 de fevereiro de 2023
12:18 - atualizado às 18:06
Jerome Powell caindo como um cometa nas bolsas americanas e do bitcoin (BTC) e das criptomoedas
Imagem: Montagem / Shutterstock

As bolsas de Nova York fecharam em forte queda nesta terça-feira (21), após a pausa de ontem por conta do feriado do Dia do Presidente. Por aqui, a B3 continua sem operar por conta do Carnaval e reabrirá somente amanhã (22) às 13 horas.

Os investidores americanos reagem negativamente às projeções de um ano mais fraco feitas por empresas do varejo local e permanecem temerosos quanto a um prolongamento da fase de juros altos pelo Federal Reserve, o banco central dos EUA.

Confira o fechamento das bolsas por lá:

  • Dow Jones: -2,06%
  • S&P 500: -2,00%
  • Nasdaq: -2,50%

Quem acompanhou de perto o desempenho das bolsas de Nova York foi o EWZ, fundo de índice (ETF) de ações brasileiras, que recuou 1,67%.

Mais cedo, o Walmart divulgou um balanço trimestral melhor do que o esperado, mas a projeção de lucro para 2023 decepcionou. Já a Home Depot, outra grande varejista americana, desagradou tanto no resultado trimestral de vendas quanto nas projeções para o ano e recua 6,79%.

Os investidores aguardam a divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve, prevista para amanhã (22), e permanecem temerosos de que o aperto monetário se prolongue, depois da divulgação de uma inflação acima do esperado na semana passada.

No final da manhã foram divulgados os PMIs (Índices de Gerentes de Compras) dos Estados Unidos, que vieram acima do esperado pelo mercado, demonstrando que a economia americana segue forte.

O PMI de Serviços foi a 50,5 em fevereiro, ante uma projeção de 47; já o Industrial foi a 47,8, ante uma projeção de 47,6. O PMI composto, que considera ambos, foi de 50,2, maior nível em oito meses. Quando o indicador está abaixo de 50, considera-se que há retração da atividade, enquanto números acima de 50 mostram expansão.

Dia é negativo também para as bolsas europeias

Na Europa, os principais índices acionários fecharam no vermelho, reagindo negativamente à divulgação de PMIs ruins na Indústria. O índice pan-europeu Stoxx 50 recuou 0,49%.

O PMI Industrial da zona do euro recuou de 48,8 em janeiro para 48,5 em fevereiro. O PMI de serviços, por outro lado, avançou de 50,8 para 53, fazendo com que o índice composto, que reúne ambos, subisse de 50,3 para 52,3.

Houve divulgação de PMIs também na Alemanha e no Reino Unido. Na Alemanha, o PMI Industrial também mostrou recuo em terreno de retração (de 47,3 para 46,5), enquanto o de serviços avançou de 50,7 para 51,3. Com isso, o PMI composto passou de retração (49,9) em janeiro para expansão (51,1) em fevereiro.

Já no Reino Unido, o PMI Industrial avançou, mas manteve-se em patamar de retração, passando de 47 para 49,2. O de serviços subiu de 48,7 para 53,3, e o composto, de 48,5 para 53.

O Índice ZEW de expectativas econômicas na Alemanha foi de 28,1 em fevereiro, acima da estimativa do mercado, que era de 24,5.

Bolsas na Ásia fecharam mistas

Na Ásia, as bolsas fecharam mistas, com o baixo volume por conta do feriado americano. Na China, o índice Hang Seng recuou 1,71%, pressionado pelas ações de tecnologia, enquanto o Xangai Composto e o Shenzen Composto avançaram 0,49% e 0,19%, respectivamente.

Ações de telecomunicações chinesas lideraram os ganhos, dando continuidade a um rali de ontem, após notícias do fim de semana de que a China Telecom está desenvolvendo um "chatbot", software de diálogo baseado em inteligência artificial. O papel da China Telecom teve alta de 2,5% e o da China Mobile saltou 3,4%.

Já o principal índice da bolsa australiana, o S&P/ASX 200, caiu 0,21% após a ata de política monetária confirmar que o banco central do país prevê novas altas de juros.

Em Tóquio, o índice Nikkei teve baixa de 0,21%, após a divulgação do PMI Industrial do país ter mostrado retração para 47,4 em fevereiro, menor nível em mais de dois anos.

De olho no duro discurso de Putin

A visita-surpresa do presidente americano Joe Biden à Ucrânia às vésperas do aniversário de um ano da invasão russa irritou Vladimir Putin e seus correligionários.

Em resposta, o presidente da Rússia foi bastante duro e ameaçador em seu discurso anual sobre o estado na nação nesta terça-feira.

Putin acusou o Ocidente de ter começado a guerra e disse que Moscou está usando a força para encerrá-la. O líder russo disse ainda que o Ocidente está ciente de que é "impossível derrotar a Rússia no campo de batalha", por isso lança "ataques de informação agressivos" ao "interpretar mal fatos históricos", atacando a cultura, a religião e os valores russos.

*Com Estadão Conteúdo

Compartilhe

DESTAQUES DA BOLSA

Falta de apetite chinês derruba as ações de Vale (VALE3), Gerdau (GGBR4) e CSN (CSNA3); mineradoras e siderúrgicas lideram quedas do Ibovespa hoje

23 de julho de 2024 - 14:18

A performance dos papéis reflete a queda da matéria-prima do aço no mercado internacional pelo segundo dia consecutivo

Novo indicador no mercado

Novo índice da B3 combina ações e BDRs mais negociados; confira os detalhes

22 de julho de 2024 - 18:17

Bolsa prepara para agosto o lançamento do novo indicador, que reunirá as ações do Ibovespa com recibos de ações de empresas internacionais

RECOMENDAÇÕES DE VENDA

HCTR11, DEVA11 e IRDM11: por que você deveria evitar esses três fundos imobiliários, na visão do Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 14:50

O banco de investimentos analisou as perspectivas para diversos nomes do segmento de acordo com o contexto do mercado, a qualidade do portfólio, histórico e experiência da gestão

RECOMENDAÇÕES DA CLASSE

Dividendos altos e portfólios robustos: KNSC11, KNIP11 e outros seis fundos imobiliários de ‘papel’ para comprar agora, segundo o Itaú BBA

22 de julho de 2024 - 13:49

Os fundos que investem em títulos de crédito do setor imobiliário são tema de um relatório publicado pelo banco de investimentos hoje

EMISSÃO DE COTAS

HGRU11 quer captar até R$ 1,5 bilhão na bolsa e oferece um ‘desconto’ nas cotas, mas nem todo mundo poderá participar da oferta; entenda

22 de julho de 2024 - 12:35

A oferta é destinada exclusivamente a investidores profissionais, mas há uma exceção

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: semana das big techs divide espaço com inflação e PIB dos EUA e congelamento de despesas; fique por dentro

22 de julho de 2024 - 7:01

Ganha destaque a próxima divulgação do Boletim Focus, com expectativas em relação a mudanças após o anúncio de R$ 15 bi em contingenciamento de despesas do governo

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Bradesco Asset revela cinco apostas em ações para lucrar na bolsa brasileira — e um setor para manter distância

22 de julho de 2024 - 6:04

Ao Seu Dinheiro, Rodrigo Santoro Geraldes conta que a gestora também possui quatro apostas na carteira de ações fora do Ibovespa

FRIGORÍFICOS

Problemas para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3)? Brasil suspende exportações de carne de aves para 44 países — e a China é um deles

20 de julho de 2024 - 12:19

O Ministério da Agricultura decidiu voluntariamente paralisar as exportações de carnes de aves e seus produtos, com restrições que variam de acordo com os mercados

DÁ O PLAY!

Agora vai? Por que a bolsa brasileira despertou em julho e o que esperar das ações agora

20 de julho de 2024 - 11:00

Ibovespa já acumula alta de 3% em julho, depois de quase perder os 120 mil pontos no último mês; mas as ações finalmente vão decolar, ou será mais um voo de galinha?

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações do Pão de Açúcar (PCAR3) desabaram 13% e lideraram as perdas do Ibovespa na semana — enquanto Usiminas (USIM5) subiu 5%?

20 de julho de 2024 - 9:22

As ações do Pão de Açúcar atraíram os holofotes dos investidores na semana após uma sangria na bolsa brasileira. Veja o que está por trás da queda dos papéis

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar