🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-06-23T20:35:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
FRUTOS DO CASAMENTO?

Dividendos: Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) distribuirão R$ 135,6 milhões; datas de corte serão às vésperas de fusão

A Unidas é quem distribuirá a maior quantia, cerca de R$ 82,6 milhões, já a Localiza pagará R$ 53 milhões aos acionistas

23 de junho de 2022
19:53 - atualizado às 20:35
Imagem mostra carros com logotipos da localiza e da unidas em uma estrada em formato de seta dividendos
Localiza e Unidas - Imagem: Divulgação Localiza Unidas

Após marcarem a data da aguardada fusão, Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) anunciaram mais uma novidade para os acionistas nesta quinta-feira (23): o pagamento de mais de R$ 135,6 milhões em dividendos.

A Unidas é quem distribuirá a maior quantia - R$ 82,6 milhões ou cerca de R$ 0,16286964936 por ação. O pagamento está marcado para 8 de julho.

Para ter direito ao provento, que será distribuído na forma de juros sobre o capital próprio (JCP), é preciso estar na base acionária da companhia na próxima terça-feira (28).

Já a Localiza pagará R$ 53 milhões, ou R$ 0,146550048 por ação, também como JCP, para quem detiver os papéis RENT3 em 30 de junho, véspera da fusão. A empresa depositará o dinheiro na conta dos investidores em 11 de outubro.

É importante destacar que os valores informados são brutos — o JCP está sujeito à retenção de Imposto de Renda (IR) na fonte. Também vale destacar que, após as datas de cortes informadas, as ações serão negociadas "ex-direitos" e passarão por um ajuste na cotação referente aos proventos já alocados.

Ou seja, você pode optar por comprar o papel agora e ter direito ao montante ou esperar a data de corte e adquirir os ativos por um valor menor, mas sem o direito ao JCP.

Dividendos na conta e casamento marcado

Cerca de seis meses após receberem a aprovação do Cade, Localiza e Unidas marcaram o casamento para 1º de julho de 2022, data na qual as companhias divulgarão um comunicado ao mercado trazendo os detalhes sobre os procedimentos relacionados à combinação dos negócios.

Na última quarta-feira (22), o Cade deu aval para que 49 mil veículos fossem comprados pela gestora canadense Brookfield. O negócio foi anunciado na semana passada e faz parte das exigências do órgão para conceder a bênção da união.

A Brookfield pagou R$ 3,570 bilhões pela frota — o que dá uma média de R$ 72.857 por carro. Para quem estranhou o nome do comprador, vale destacar que a gestora é dona da locadora de veículos Ouro Verde.

Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3): a fusão

A fusão entre Localiza e Unidas foi aprovada pelo Cade no fim do ano passado, mas o órgão estabeleceu algumas condições para liberar o negócio.

O objetivo do Cade foi justamente diminuir o tamanho da nova empresa para evitar uma concentração muito grande de mercado.

Desta forma, as empresas se comprometeram a vender parte dos ativos do segmento de aluguel (Rent-a-car, ou RAC, em inglês), além da própria marca Unidas.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies