⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula, Bolsonaro, Ciro e Tebet querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-21T15:35:03-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
O INVERNO CONTINUA

Após seis meses no Brasil, corretora de criptomoedas Bit2Me demite equipe e será comandada por time da Espanha

Esta não é a primeira vez que uma exchange precisa se ajustar ao momento ruim do mercado de criptomoedas

21 de setembro de 2022
15:34 - atualizado às 15:35
A corretora Bit2Me chegou ao Brasil em abril deste ano, mas os ventos gelados do Longo Inverno Cripto foram mais fortes
Imagem: Divulgação

A corretora de criptomoedas (exchange) espanhola Bit2Me chegou ao Brasil em abril deste ano com promessas de competir pelo promissor mercado local. Mas os ventos gelados do Longo Inverno Cripto foram mais fortes — e praticamente congelaram as operações no país. 

Por meio de um post no Linkedin, o country management da Bit2Me, Ricardo Da Ros, comunicou o desligamento de quase todos os funcionários no Brasil.

“Depois de liderar uma equipe de 30 profissionais talentosos no Brasil na Bit2Me, os ventos frios bateram e tivemos que deixar de lado praticamente a equipe completa”. 

Não foram divulgados os números de funcionários demitidos ou remanescentes. A reportagem entrou em contato com um ex-funcionário brasileiro que fazia a assessoria de imprensa da corretora, mas não obteve resposta.

Bit2Me segue no Brasil, comandada pela Espanha

Em entrevista ao Portal do Bitcoin nesta quarta-feira (21), Da Ros confirmou que a exchange continuará operando no Brasil. Entretanto, a divisão brasileira responderá diretamente à central na Espanha. 

Esta não é a primeira vez que uma exchange precisa se ajustar ao momento ruim do mercado de criptomoedas. Diversas outras corretoras, como o próprio unicórnio brasileiro Mercado Bitcoin, também precisaram reduzir suas equipes durante o período de quedas nas cotações.

O mercado global de criptomoedas perdeu mais de um trilhão de dólares desde as máximas históricas, com o bitcoin (BTC) em queda de 58,9% desde o início do ano. 

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

EFEITO MEIRELLES 2.0

Bolsa amplia alta e Magazine Luiza (MGLU3) dispara com novo rumor sobre Henrique Meirelles no governo em caso de vitória do petista

30 de setembro de 2022 - 16:01

Descolando de seus pares internacionais, a bolsa brasileira opera em forte alta, mas o grande destaque fica com a curva de juros e a disparada de ações do setor de consumo

É HORA DE COMPRAR?

Morgan Stanley altera recomendação da Weg (WEGE3) de venda para compra e papel sobe mais de 5%

30 de setembro de 2022 - 15:51

Na avaliação dos analistas, a Weg (WEGE3) tende a se beneficiar das tendências de automação, eletrificação e descarbonização do mercado e pode subir 29,3%

BITCOIN NA SEMANA

Bitcoin (BTC) passa por turbulências de bancos centrais e sobrevive a mais uma semana aos US$ 20 mil; veja o que esperar das criptomoedas agora

30 de setembro de 2022 - 13:09

Entre os destaques da semana estão a saída do CEO da Celsius, mudanças na CVM sobre decisão do faraó dos bitcoins e mais

JUST (DON’T) DO IT

Ações da Nike despencam mais de 10% após projeções menos animadoras; o que isso significa para a Centauro (SBFG3)?

30 de setembro de 2022 - 13:06

A gigante dos tênis se viu diante de níveis de estoque excessivos — e o remédio encontrado pela empresa para tentar solucionar o problema atingiu em cheio o lucro do trimestre

RESSACA

Mercado adia para segunda-feira uma reação às eleições após debate sem propostas e com muito bate-boca

30 de setembro de 2022 - 12:57

Apesar da alta vista no Ibovespa nesta sexta-feira, analistas e gestores apontam que o mercado só deve reagir ao pleito quando tiver um cenário mais concreto

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies