Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-10-26T10:57:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
EXPANDINDO

BTG Pactual fecha acordo para adquirir Necton Investimentos por R$ 348 milhões

Aquisição, se confirmada, vai ao encontro do objetivo do banco de acelerar suas iniciativas estratégicas e expandir sua plataforma de varejo digital

26 de outubro de 2020
7:34 - atualizado às 10:57

A semana começa movimentada na Faria Lima, com a notícia de que o BTG Pactual fechou um acordo para adquirir a corretora Necton Investimentos.

O banco divulgou comunicado nesta segunda-feira (26) anunciando que acertou a compra da totalidade do capital social da plataforma por R$ 348 milhões. A informação tinha sido antecipada pelos sites "Exame" e "Brazil Journal".

A Necton é produto da fusão das antigas corretoras Concórdia e Spinelli, ocorrida em 2018. Ela possui 40 mil clientes e mais de R$ 14 bilhões em ativos sob custódia. O BTG Pactual tinha um total de R$ 114,1 bilhões em ativos custodiados em setembro, de acordo com o ranking da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima)

Segundo o banco, a operação é parte de sua estratégia de expansão no segmento de varejo de investimentos. Para levar este plano adiante, o banco levantou R$ 2,6 bilhões em uma oferta subsequente de ações (“follow-on”) anunciada em junho.

O BTG Pactual informou que pretende manter a marca e a operação da Necton independentes. Segundo o "Brazil Journal", o CEO da corretora, Marcos Maluf e os executivos sêniores Rafael Giovani e Ralf Berger continuarão liderando a plataforma e se tornarão sócios do banco.

A operação ainda precisa ser aprovada pelas autoridades regulatórias, incluindo o Banco Central.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

O melhor do seu dinheiro

Entrevista exclusiva com a Ânima, o fim de uma era no Santander e mais destaques desta quarta-feira

A pandemia da covid-19 acertou em cheio as empresas de educação privada na bolsa. Em meio à crise, muitos alunos que trabalhavam para pagar as mensalidades acabaram perdendo o emprego. O resultado no balanço das companhias foi o aumento na inadimplência e a queda no número de estudantes nos cursos de graduação. Mas como costuma […]

Lucro forte

Na Olimpíada dos balanços, a WEG foi ao pódio mais uma vez no segundo trimestre

A WEG novamente mostrou forte crescimento na receita líquida, Ebitda e lucro, auxiliada pela demanda forte no exterior e no Brasil

Balanço trimestral

Lucro da Pfizer atinge R$ 5,563 bi turbinado por venda de vacinas

O resultado é 59% maior do que o ganho de US$ 3,489 bilhões registrado em igual período do ano passado

Mudança nas regras

BC altera regulamentação sobre prevenção à lavagem de dinheiro no Brasil

As instituições financeiras precisarão obter informações sobre o local da residência das pessoas naturais ou da sede das empresas

Tempos de bonança

Impulsionado por preços do aço, lucro da CSN cresce mais de 10 vezes em um ano

Resultado foi de R$ 5,513 bilhões no segundo trimestre, ante R$ 446 milhões no ano passado; CSN Mineração triplica lucro, para R$ 2,5 bilhões no mesmo período

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies