Menu
2020-01-27T19:03:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
primeira avaliação

Quão longe a XP pode ir? Para o BTG, ação da corretora já está bem precificada

BTG Pactual inicia cobertura das ações da corretora com recomendação neutra para os papéis.

27 de janeiro de 2020
14:06 - atualizado às 19:03
Logo da XP investimentos
Imagem: Divulgação

O BTG Pactual iniciou a cobertura das ações da XP Investimentos avaliando que as ações da companhia não valem mais do que a cotação atual. Para os analistas do banco, os papéis da corretora ainda podem recuar 4,14% em relação à cotação de ontem, quando estava em US$ 37.

Os especialistas do BTG não recomendam a compra da ação da XP, mas também não dizem para vendê-la. Nesta segunda-feira (27), as ações terminaram o dia em queda de 2,39%, cotadas em US$ 37,61. O recuo segue a contração generalizada dos mercados, que temem os impactos econômicos de um surto global do coronavírus. 

Os especialistas do BTG dizem não ver razão para o valor de mercado que a XP adquiriu — US$ 21 bilhões (R$ 88 bilhões). "Para justificar essa avaliação, seria preciso uma taxa de crescimento anual composta de 39% entre 2019 e 2024".

A ação da XP hoje é negociada a 40 vezes a relação entre preço e lucro estimado para 2021. Os analistas lembram que, desde o primeiro investimento feito pela General Atlantic, em 2012, o valor de mercado da XP aumentou 60 vezes. Com a entrada do Itaú Unibanco, em 2017, a valorização foi de oito vezes.

Ainda assim, o BTG estima que a empresa pode crescer, uma vez que o setor financeiro passa por um bom momento no Brasil e parte dos negócios da companhia ainda não amadureceu completamente.

Para os analistas, não há um grande fator de risco para a XP e a alta fidelização dos clientes pode garantir os fluxos de capital.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Recurso da estatal

TRF-4 nega recurso da Petrobras e mantém Odebrecht fora de ação da Lava Jato

No recurso, a estatal buscava o prosseguimento dos réus na ação cível e a manutenção do bloqueio de bens dos executivos

Seu Dinheiro na sua noite

Guedes fora, alta do dólar

Você se lembra de quando o dólar a R$ 4,20 era o grande “patamar psicológico” da moeda americana? Não faz tanto tempo assim, mas esse nível de cotação ficou para trás, e agora parece até um pouco distante. Hoje, o dólar à vista bateu um novo recorde de fechamento. Eu sei que você já leu […]

Mais um recorde: dólar à vista sobe a R$ 4,36 e renova a máxima nominal de fechamento

O dólar à vista subiu mais um degrau nesta quarta-feira (19): pela primeira vez, terminou uma sessão acima dos R$ 4,36, cravando um novo recorde nominal. É a oitava vez em 2020 que a moeda renova as máximas de fechamento

Ainda na liderança

Vitor Hugo crê que permanece como líder do governo; Terra diz não receber convite

O deputado disse que não recebeu sinalizações do presidente Jair Bolsonaro de que poderá ser substituído pelo ex-ministro Osmar Terra

O impasse continua

Após TRT suspender demissões, Petrobras quer negociar desligamentos em fábrica

Encerramento da operação da Ansa é o principal motivo da greve dos petroleiros

Ponto polêmico

Relator mantém trabalho aos domingos na MP do contrato verde e amarelo

Deputado Áureo manteve a permissão para que todos os trabalhadores sejam convocados para trabalhar aos domingos e feriados

Novidade no IR

Programa do IR virá sem dedução da contribuição patronal sobre domésticos

Fim da dedução é a principal novidade para as declarações de IR em 2020

4 a 4

Com placar empatado, julgamento sobre decreto da Petrobras é suspenso no STF

Interrupção se deu diante da ausência dos ministros Celso de Mello e Cármen Lúcia na sessão

Fuga de estrangeiros

Investidor estrangeiro retira R$ 258,518 milhões da B3 no dia 17

Em fevereiro, o saldo acumulado de recursos estrangeiros na Bolsa está negativo em R$ 7,920 bilhões

Parou pelo caminho

Governo desiste de enviar ao Congresso projeto e ‘fast-track’ para privatização

Segundo o secretário Salim Mattar, com a ida do Programa de Parcerias de Investimentos para o Ministério da Economia, o projeto não será mais necessário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements