Menu
2020-02-05T22:38:43-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Balanço

Banco Pan tem lucro 133% maior em 2019 e anuncia lançamento de conta digital

Com forte avanço no crédito, banco que tem o BTG Pactual e a Caixa como principais sócios registrou lucro de R$ 515,9 milhões no ano passado

5 de fevereiro de 2020
22:38
Banco Pan
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Com forte avanço no crédito, o Banco Pan registrou lucro líquido de R$ 515,9 milhões em 2019, um crescimento de 133% em relação ao ano anterior.

O resultado representa uma rentabilidade sobre o patrimônio líquido (ROAE) de 11,4%, um avanço de 5,6 pontos percentuais. O retorno ajustado, que exclui despesas que o banco ainda carrega da época do antigo Panamericano, foi de 22,5% no ano passado.

No quarto trimestre, o lucro do Pan aumentou 128%, para R$ 167,6 milhões, com rentabilidade ajustada de 24,6%.

A carteira de crédito do banco que tem o BTG Pactual e a Caixa Econômica Federal como principais sócios encerrou 2019 em R$ 23,8 bilhões, um crescimento anual de 16%.

O índice de inadimplência na carteira de varejo fechou o ano em 5,9%, alta de 0,4% no trimestre. O banco atribuiu o aumento nos calotes à queda na carteira de empréstimo consignado e mudança no mix de produtos e clientes.

Banco digital

O Banco Pan fechou o ano passado com 4,9 milhões de clientes. Agora espera atrair parte deles para a recém-lançada conta digital, com foco nas classes C, D e E. O banco já revelou detalhes sobre o projeto nesta entrevista ao Seu Dinheiro.

A conta não terá cobrança de tarifa de manutenção e dará direito a um pacote mensal de transferências, saques na Rede 24 horas, depósitos via boleto e pagamentos de contas.

O grande trunfo do Pan para atrair os correntistas e trazer resultados para o banco é o crédito. Ao abrir a conta, o cliente receberá um cartão sem anuidade e acesso a um limite emergencial e crédito pessoal com taxas e valores personalizados.

Ao longo do ano, o Pan pretende agregar novos serviços à conta digital, como uma plataforma de planejamento e organização financeira, oferta de seguros e opções simples de investimento e novos serviços tais como recarga de celular e bilhete único.

O anúncio da criação do banco digital, ainda no início do ano passado, contribuiu para a forte valorização das ações do Banco Pan na bolsa. Nos últimos 12 meses, os papéis (BPAN4) acumulam alta de 363%. O banco informou que já promoveu um ‘soft launch’ da nova conta com cerca de 40 mil pessoas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

O tempo fechou

Crise hídrica piora clima da votação sobre privatização da Eletrobras

Na semana passada, líderes do Senado aumentaram a reação à MP e ameaçaram derrubar a proposta, pedindo até que o texto não fosse pautado

Esquenta dos Mercados

Indicadores econômicos dos EUA devem movimentar o dia, com aumento da cautela antes da ‘Super Quarta’

Depois de um pregão ignorando a Super Quarta, Ibovespa deve sentir o peso da cautela antes da decisão de política monetária no Brasil e nos EUA

E a fila aumenta

BR Partners faz registro de IPO que pode movimentar até R$ 620 milhões

Banco de investimentos fundado por Ricardo Lacerda pretende fazer uma oferta pública de Units, com faixa de preço entre R$ 16 e R$ 19

Pedido ao presidente

Instituto Aço Brasil pede a Bolsonaro para não reduzir tarifa de importação

Na visão do presidente executivo da entidade, Marco Polo de Mello Lopes, não há cenário de excepcionalidade que justifique tal medida

Insights Assimétricos

Preparado para a Super Quarta? O que você precisa saber antes das decisões do Fed e do Copom sobre juros

Um ajuste dos juros, mantendo-os ainda abaixo do neutro (entre 5,5% e 6,5%), seria salutar. Uma alta para além disso, contudo, poderá comprometer a retomada brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies